Livros de Severo Catalina

A esperança é a mão misteriosa que nos aproxima do que desejamos e nos afasta do que tememos.

Sobre o Autor

Severo Catalina

Severo Catalina del Amo (1832, em Cuenca, Espanha - 1871, em Madrid, Espanha). Escritor espanhol.

Melhores Livros de Severo Catalina

Mais frases de Severo Catalina

O amor deve considerar-se como um grande poema, cujo primeiro canto é o casamento.

As lágrimas da viúva perdem a poética amargura a partir do momento em que se aproxima, para as enxugar, a mão do amor.

A esperança é a mão misteriosa que nos aproxima do que desejamos e nos afasta do que tememos.

A viuvez, decorosamente mantida, é o estado mais respeitável de quantos podem constituir a vida da mulher.

A caridade não tem pátria.

A educação é a segunda natureza.

Os enamorados que se vêem e se falam têm a felicidade do amor; os que vivem separados têm duas felicidades: a do amor e a da esperança.

A linguagem das lágrimas não pode ser entendida pelos corações de pedra.