Livros de Karl Kraus

O amor e a arte não abraçam o que é belo, mas o que justamente com esse abraço se torna belo.

Sobre o Autor

Karl Kraus

Karl Kraus (28 de abril de 1874 - 12 de junho de 1936) foi um escritor e jornalista austríaco.

Melhores Livros de Karl Kraus

Mais frases de Karl Kraus

O segredo do demagogo é se fazer passar por tão estúpido quanto sua platéia, para que esta imagine ser tão esperta quanto ele.

O progresso técnico deixará apenas um problema: a fragilidade da natureza humana.

A evolução da técnica chegou ao ponto de tornar-nos inermes diante da técnica.

O segredo do demagogo é de se fazer passar por tão estúpido quanto a sua plateia, para que esta imagine ser tão esperta quanto ele.

A histeria é o leite coalhado da maternidade.

O génio é o livre domínio de todas as qualidades que, isoladas umas das outras, dominam os aleijados.

O amor e a arte não abraçam o que é belo, mas o que justamente com esse abraço se torna belo.

Apenas no prazer da reprodução linguística nasce um mundo a partir do caos.

O génio só pode compensar o defeito de provir de uma família não deixando nenhuma.

A exigência de um lugar ao sol é conhecida. O que é menos conhecido é que este se põe mal aquele foi conquistado.

A técnica é um criado que faz tanto barulho a arrumar a sala ao lado que os patrões não conseguem fazer música.

Escolho o meu inimigo pelo alcance da minha flecha.

A diplomacia é uma partida de xadrez em que os povos levam xeque-mate.

Não há dúvida, o cão é fiel. E por isso devemos tomá-lo como exemplo? No fundo, é fiel ao homem, não ao cão.

A quantidade não é uma ideia. Mas que ela comeu esta, é.

O desenvolvimento técnico só vai deixar um único problema por resolver: a debilidade da natureza humana.

O diabo é um otimista se acredita que pode piorar as pessoas.

Só é artista aquele que é capaz de transformar a solução num enigma.

Os mais falsos argumentos podem mostrar um ódio correcto.

Um provérbio só pode nascer num estádio da língua em que ela ainda é capaz de silêncio.

As opiniões reproduzem-se por divisão, os pensamentos, por germinação.

Negócios são negócios: como eles diziam isto, os daqui chamaram-lhes comerciantes. Mas eles o que queriam dizer era que negócios são negócios, e não vida e religião.

A minha linguagem é como uma prostituta qualquer que eu transformo em virgem.

Existem imbecis superficiais e imbecis profundos.

A guerra, a princípio, é a esperança de que a gente vai se dar bem; em seguida, é a expectativa de que o outro vai se ferrar; depois, a satisfação de ver que o outro não se deu bem; e finalmente, a surpresa de ver que todo mundo se ferrou.

O ciúme é um latido que atrai os ladrões.

Só seria uma guerra como deve ser se apenas os inaptos fossem mandados para ela.

Não há gratidão para com a técnica. Só inventando-a.

O mal nunca prospera melhor do que quando lhe põem um ideal à frente.

A carreira é um cavalo que chega à porta da eternidade sem cavaleiro.

Quem sabe escrever aforismos não deveria dispersar-se em ensaios.

Um aforismo não deve necessariamente ser verdadeiro, mas deve superar a verdade.

A diplomacia é um jogo de xadrez em que os povos levam xeque-mate.

Uma mulher é, às vezes, uma alternativa satisfatória à masturbação. Claro que ela exige muito mais imaginação da nossa parte.

O cientista não traz nada de novo. Só inventa o que tem utilidade. O artista descobre o que é inútil. Traz o novo.

Nada é mais insondável do que a superficialidade da mulher.

A cultura é uma muleta com que o coxo bate no são para mostrar que também a ele não faltam as forças.

O mundo é uma prisão em que é preferível a cela de isolamento.

A mulher existe para que o homem se torne inteligente graças a ela.

Os alunos comem o que os professores digerem.

As boas opiniões não têm valor. Depende de quem as tem.

Uma das causas mais comuns de todas as doenças é o diagnóstico.

Os artistas têm o direito de serem modestos e o dever de serem vaidosos.

Arte é aquilo em que o mundo se transformará, não aquilo que o mundo é.

A cosmética é a doutrina do universo feminino.

O fraco fica em dúvida antes de tomar uma decisão; o forte, depois.

Educação é aquilo que a maior parte das pessoas recebe, muitos transmitem e poucos possuem.

O vício e a virtude são parentes como o carvão e o diamante.

Um poema só é bom enquanto não sabemos quem foi que o escreveu.

O diabo é um otimista, se acha que pode tornar as pessoas piores do que já são.

As mulheres pelo menos possuem cosméticos. Mas como o homem encobre o seu vazio?

O mundo é uma prisão em que é preferível a solitária.

O segredo do agitador consiste em parecer tão idiota quanto seus ouvintes, de modo que eles acreditem ser tão inteligentes quanto ele.

Muitos têm o desejo de me matar. Muitos, o desejo de ter dois dedos de prosa comigo. Daqueles a lei me protege.