Livros de Joseph Stalin

A morte de uma pessoa é uma tragédia; a de milhões, uma estatística.

Sobre o Autor

Joseph Stalin

Joseph Stalin foi um dos maiores líderes da antiga União Soviética. Tornou-se conhecido mundialmente quando ajudou a derrubar a Alemanha na 2ª Guerra Mundial e fez da Rússia uma das superpotências do mundo.

Melhores Livros de Joseph Stalin

Mais frases de Joseph Stalin

A morte de uma pessoa é uma tragédia; a de milhões, uma estatística.

Líderes vão e vem, mas o povo permanece. Apenas o povo é imortal.

Não se pode pensar em movimento radical, forte e vivo, onde não haja controvérsia. A unanimidade absoluta só existe nos cemitérios.

O povo deve ser educado com o mesmo cuidado e ternura com que um jardineiro cultiva uma árvore frutífera de estimação.

Teríamos acabado sozinhos se governássemos apenas pelo medo. A classe operária jamais se submeteria a um governo que pretendesse impor-se pelo medo.

Eu acredito em apenas uma coisa: o poder da vontade humana.

Converti-me em socialista levado por minha posição social. Cresci num ambiente saturado de ódio à opressão czarista.

A revolução vitoriosa num país tem por tarefa desenvolver e sustentar a revolução nos outros países.

Nada melhor do que descobrir um inimigo,preparar a vingança e depois dormir tranquilo

A imprensa é a arma mais poderosa no nosso Partido.

As idéias são muito mais poderosas do que as armas. Nós não permitimos que nossos inimigos tenham armas,porque deveríamos permitir que tenham idéias?

Morte aos inimigos alemães! Morte aos Parasitas nazistas!

Somos todos iguais na nossa essência

Cabeça fria, coração quente

A morte é a unica solução para todos os problemas

O marxismo não é apenas a teoria do socialismo, é uma concepção integral do mundo, um sistema filosófico no qual decorre, logicamente, o socialismo proletário de Marx. Esse sistema filosófico se chama materialismo dialético.

Obedecendo à pressão de baixo, à pressão das massas, pode a burguesia conceder, algumas vezes, certas reformas parciais, enquanto permanecem inalteráveis as bases do sistema social-econômico existente. Agindo dessa maneira, calcula que tais concessões são necessárias para preservar seu predomínio de classe. Esta, a essência da reforma. A revolução, entretanto, significa a transferência de poder de uma classe para a outra. Por isso é impossível descrever qualquer mudança como uma revolução. Por isso é que não podemos contar com mudanças nos sistemas sociais que se operem como transição imperceptível de um sistema para o outro por meio de reformas, por concessões da classe dominante.

Alguns dizem que Hitler age como Napoleão em tudo. Bem, posso dizer que Hitler se assemelha a Napoleão tanto quanto um gatinho se parece com um leão. Os alemães irão receber a guerra de aniquilação que tanto procuraram, e serão exterminados. (Stalin discursa sobre a Batalha de Stalingrado, em 1941)