Livros de Jô Soares

Sobre o Autor

Jô Soares

Jô Soares (José Eugênio Soares) nasceu em 1938, no Rio de Janeiro. Comediante, humorista e dramaturgo.

Melhores Livros de Jô Soares

Amor, afeto e entusiasmo podem sempre ser oferecidos sem medida ou dosagem, quanto maior a oferta, mais positiva a atmosfera. Mas o elogio deve ter a medida do sucesso, seu sorriso é reforçador, é expressão máxima de satisfação, na educação, utilizá-lo é recurso que pode gerar segurança para a criança adquirir novas habilidades.

Por aí se pode ter uma medida da importância do professor, da delicadeza que é ensinar uma pessoa.

Hipótese é uma coisa que não é, mas a gente faz de conta que é, para ver como seria se ela fosse.

As pessoas estão tão acostumadas a ouvir mentiras, que sinceridade demais choca e faz com que você pareça arrogante.

Diz-me com quem tu andas, que se não for eu, eu não vou.

Mulheres são as melhores drogas para se viciar.

Aprendi que não devo me importar com comentários que não vão mudar minha vida.

O material mais barato do mercado é o professor

O ser humano aprende a falar com cerca de 3 anos, a ouvir, nunca.

A vida é como um quebra-cabeça. O importante não é ter todas as peças, é coloca-las no lugar certo.

O maior erro dos espertos e achar que podem fazer todos de otários.

O homem perfeito é lindo Tem um pouco de mistério É belo quando está rindo E belo quando está sério O homem perfeito é bom Tem um jeito carinhoso Quando fala em meigo tom Causa arrepio gostoso O homem perfeito é fino É solicito, é fiel Tem a graça de um menino E é mais doce que o mel O homem perfeito adora dar flores Botões de rosa A uma velha senhora Ou uma jovem formosa O homem perfeito tem a energia Não se cansa, lava a louça Cozinha, gosta muito de criança O homem perfeito é sensível A grande arte, gosta de dança e balé Nunca há de magoar-te Pra encerrar a preceito Esses versos que alinhei Se existe um homem perfeito Ele só pode ser gay.

Se for para mudar, mude pela única pessoa que vale a pena: Você.

A M O R = (A) Amizade (M) Maturidade (O) Organização (R) Respeito.

A corrupção não é uma invenção brasileira, mas a impunidade é uma coisa muito nossa.

...não existe esse negócio de terceira idade, só existe duas opções: Vivo ou morto!...

Em uma coisa os bêbados e os geógrafos têm razão: a Terra gira.

Felicidade: é ter o que fazer.

O material escolar mais barato que existe na praça é o professor.

O pára-quedas é o único meio de transporte que ao enguiçar, chega-se mais rápido.

Se o Comunismo acabar, quem é que vai levar a culpa?

O filme sempre começa na hora certa, principalmente quando você chega atrasado.

O ar quando não é poluído, é condicionado.

Nunca xingues numa língua que não conheces, pois o insulto pode ser contra ti.

Nunca faça graça de graça. Você é humorista, não político.

No Brasil, quando o feriado é religioso, até ateu comemora.

Não há amizade, que por mais profunda que seja, que resista a uma série de canalhices.

Junta médica é uma reunião que os médicos fazem nos últimos momentos de nossa vida para dividir a culpa.

Gordo, quando está fazendo dieta, sempre faz a barba antes de se pesar.

Faça piada velha para público novo e piada nova para público velho.