Livros de William Hazlitt

A simplicidade de carácter é o resultado natural de profundo raciocínio.

Sobre o Autor

William Hazlitt

William Hazlitt (10 de abril de 1778, Mitre Lane, Maidstone – 18 de setembro de 1830, St. Anne’s Churchyard, Soho, Londres) foi um escritor inglês, lembrado por seus ensaios humanistas.

Melhores Livros de William Hazlitt

Mais frases de William Hazlitt

É melhor não saber ler e escrever do que não saber fazer nenhuma outra coisa.

Aqueles para quem a roupa é a parte mais importante da pessoa acabam, geralmente, por valer tanto quanto a sua roupa.

Uma alcunha é a pedra mais pesada que o diabo pode atirar em alguém.

Nenhum jovem acredita que um dia morrerá.

Como a nossa confiança, assim é a nossa capacidade.

A arte de agradar consiste em ter agrado.

O homem é o único animal que ri e chora, porque é o único que se impressiona com a diferença que há entre o que é e o que devia ser.

Só ficamos satisfeitos em ter razão se conseguimos provar que os outros estão totalmente errados.

Não há animal mais degradante, estúpido, covarde, lamentável, egoísta, rancoroso, invejoso, ingrato, que o público. É o maior dos covardes, porque de si mesmo tem medo.

Pensar mal da humanidade sem lhe desejar mal talvez seja a forma mais elevada de sabedoria e de virtude.

Uma paixão forte por qualquer objeto assegurará o sucesso, porque o desejo pelo objetivo mostrará os meios.

As pessoas mais silenciosas geralmente são aquelas que pensam o melhor de si mesmas.

A ira pode subsistir com qualquer tipo de alimento.

É impossível odiar alguém que conhecemos.

Antipatias violentas são sempre suspeitas e traem uma afinidade secreta.

Quase toda a seita do cristianismo representa uma perversão da sua essência, com a finalidade de adaptá-lo aos preconceitos do mundo.

A simplicidade de carácter é o resultado natural de profundo raciocínio.

O homem é um animal que finge - e nunca é tão autêntico como quando interpreta um papel.

Nunca conseguimos fazer nada corretamente enquanto não pararmos de pensar em como o fazer.

O espírito é o sal da conversa, não o seu alimento.

Assim como se diz que a hipocrisia é o maior elogio da virtude, a arte de mentir é o mais forte reconhecimento da força da verdade.

O homem é um animal que engole sapos