Voltaire, pseudónimo de François-Marie Arouet (Paris, 21 de Novembro de 1694 - 30 de Maio de 1778), foi um poeta, ensaísta, dramaturgo, filósofo e historiador iluminista francês. Ele defendia a liberdade de ser e pensar diferente.

Voltaire, pseudónimo de François-Marie Arouet (Paris, 21 de Novembro de 1694 - 30 de Maio de 1778), foi um poeta, ensaísta, dramaturgo, filósofo e historiador iluminista francês. Ele defendia a liberdade de ser e pensar diferente.

Frases e Pensamentos

264 frases no total. Página 5/9, de 121-150

    "Os preconceitos, meu amigo, são os reis do vulgo."

        Voltaire

    "Não existem grandes conquistadores que não sejam grandes políticos. Um conquistador é um homem cuja cabeça se serve, com feliz habilidade, do braço de outrem."

        Voltaire

    "Só os operários sabem o preço do tempo; e fazem-se pagar por ele."

        Voltaire

    "Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defenderei até o ultimo instante seu direito de dizê-la."

        Voltaire

    "Se Deus nos criou à sua imagem, vingámo-nos definitivamente."

        Voltaire

    "Não é a nossa condição, mas a têmpera da nossa alma que nos torna felizes."

        Voltaire

    "O desespero ganha muitas vezes batalhas."

        Voltaire

    "Uma palavra posta fora do lugar estraga o pensamento mais bonito."

        Voltaire

    "O trabalho poupa-nos de três grandes males: tédio, vício e necessidade."

        Voltaire

    "Convém ter uma religião e não crer nos padres, assim como convém fazer um regime e não crer nos médicos."

        Voltaire

    "Se fosse necessário escolher detestaria menos a tirania de um só do que a de muitos. Um déspota tem sempre alguns bons momentos; uma assembleia de déspotas nunca os tem."

        Voltaire

    "O medo segue o crime e é seu castigo."

        Voltaire

    "Os maus só têm cúmplices; os libertinos têm sócios de devastidão; o comum dos homens ociosos têm relações. Os homens virtuosos têm amigos."

        Voltaire

    "A maior parte dos homens é como a pedra do íman. Tem um lado que atrai e outro que repele."

        Voltaire

    "Há quem brilhe na segunda fila e se eclipse na primeira."

        Voltaire

    "Um nome famoso muito cedo é um peso bem pesado."

        Voltaire

    "A amizade de um grande homem é um benefício dos deuses."

        Voltaire

    "Uma discussão prolongada significa que ambas as partes estão erradas."

        Voltaire

    "Quem não tem o espírito da sua idade, / da sua idade tem todo o infortúnio."

        Voltaire

    "Para ter sucesso neste mundo não basta ser estúpido, é preciso também ter boas maneiras."

        Voltaire

    "Aprender várias línguas é questão de um ou dois anos; ser eloquente na sua própria exige a metade de uma vida."

        Voltaire

    "Deus concede-nos o dom de viver. Compete-nos a nós viver bem."

        Voltaire

    "As verdades são frutos que apenas devem ser colhidos quando bem maduros."

        Voltaire

    "Os homens que procuram a felicidade são como os embriagados que não conseguem encontrar a própria casa, apesar de saberem que a têm."

        Voltaire

    "Se os homens estivessem satisfeitos consigo mesmos, estariam menos insatisfeitos com as suas mulheres."

        Voltaire

    "Cada ciência, cada estudo, tem o seu próprio e ininteligível calão, que apenas parece ter sido inventado para evitar as aproximações."

        Voltaire

    "Que grande peso é um nome demasiado famoso."

        Voltaire

    "Se o homem nasceu livre, deve governar-se; / se ele tem tiranos, deve destroná-los."

        Voltaire

    "Ama a verdade, mas perdoa o erro."

        Voltaire

    "Em questões de dinheiro temos todos a mesma religião."

        Voltaire

Biografia


François-Marie Arouet mais conhecido pelo pseudónimo Voltaire foi um ensaísta, poeta, filósofo, dramaturgo e historiador francês.

Voltaire atacou com veemência todos os abusos praticados pelo Antigo Regime. Tinha a visão de que não importava o tamanho de um monarca, deveria antes de punir um servo, passar por todos os processos legais, e só então executar a pena, se assim consentido por lei.

Todas as ideias presentes nos escritos de Voltaire expressam a perspectiva do Iluminismo, era um acérrimo defensor da submissão ao domínio da lei, baseava-se em sua convicção de que o poder devia ser exercido de maneira racional e benéfica.

Por ter convivido com a liberdade inglesa, acreditava que era possível num governo e um Estado ideais, justos e tolerantes . Não foi democrata, e acreditava que as pessoas comuns. Voltaire transformou-se num perseguidor da Igreja católica.

Voltaire morreu em 30 de maio de 1778. Uma revista escreveu e declarou Voltaire como "o maior, o mais ilustre e talvez o único monumento desta época gloriosa em que todos os talentos, todas as artes do espírito humano pareciam haver se elevado ao mais alto grau de sua perfeição".

A família quis que seus restos repousassem na abadia de Scellieres. A Revolução trouxe em triunfo os restos de Voltaire ao panteão de Paris - antiga igreja de Santa Genoveva. Na escura cripta, frente, permanece até hoje este escrito:

"Aos louros de Voltaire. A Assembleia Nacional decretou em 30 de maio de 1791 que havia merecido as honras dadas aos grandes homens".

Voltaire introduziu várias reformas na França, como a liberdade de imprensa, tolerância religiosa, um sistema imparcial de justiça criminal, tributação proporcional e redução dos privilégios do clero e da nobreza.

"Onde não puderes amar, não te demores..."

    Augusto Branco

"As coisas muito claras me noturnam."

    Manoel de Barros

"Eu não desisti...apenas não insisto mais."

    Cazuza

"Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho."

    Carlos Drummond de Andrade

"O sexo é o alívio da tensão. O amor é a causa"

    Woody Allen

"Os mentirosos estão sempre prontos a jurar."

    Vittorio Alfieri

"Todo o homem é culpado do bem que não fez."

    Voltaire

"Soltar os demônios pode ser muito educativo em certas ocasiões."

    Deepak Chopra

"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."

    Fiódor Dostoiévski

"Vento

Pastor das nuvens."

    Mario Quintana