Sobre o Autor

Victor Hugo

Victor Hugo (26 de fevereiro de 1802 - 22 de maio de 1885) foi um escritor francês, autor de Les Miserábles (Os Miseráveis).

As realidades da alma, por não serem visíveis e palpáveis, não deixam de ser realidades.

“Quem poupa o lobo, sacrifica a ovelha”

Senhor! Pusestes em tudo um negro mistério. Seigneur ! vous avez mis partout un noir mystère.

A mão que embala o Berço, embala o mundo

A prudência é a filha mais velha da sabedoria.

Não há nada tão estúpido como vencer. A verdadeira glória repousa em convencer.

Nada há de mais poderoso do que uma idéia que chegou no tempo certo.

Deus é a evidência invisível.

Quanto menor é o coração, mais ódio carrega.

O belo é tão útil quanto o útil. Talvez até mais.

Ler é beber e comer. O espírito que não lê emagrece como o corpo que não come.

The supreme happiness of life is the conviction that one is loved; loved for oneself, or better yet, loved despite oneself.

Primeiro foi necessário civilizar o homem em relação ao próprio homem. Agora é necessário civilizar o homem em relação a natureza e aos animais.

Há pensamentos que são orações. Há momentos nos quais, seja qual for a posição do corpo, a alma está de joelhos.

A água que não corre forma um pântano; a mente que não trabalha forma um tolo.

A maior fonte de felicidade que há na vida, é saber que alguém nos ama; que nos ama pelo que somos ou, melhor, que nos ama apesar do que somos.

A vida é uma frase interrompida

não sei porque mais não consigo te dizer o que eu sinto por você. Foi uma ação assim sem querer comecei a gostar de você. Hoje vivo tentando te dizer o que eu sinto por você. Mas com palavras não consigo... dizer o que eu sinto. Por telefone nem te digo... sinto arrepio. Por isso estou escrevendo esse poema ... para te dizer o que eu sinto. Só quero que você saiba... que meu amor por você e indescritível...

O organismo material humano, sobre o qual pesa uma coluna atmosférica de 15 léguas, chega à noite fatigado, cai em fraqueza, deita-se, repousa; fecham-se os olhos da carne; então, naquela cabeça adormecida, menos inerte do que se crê, abrem-se outros olhos, aparece o Desconhecido; aparece o sublime, aparece Ela...e somente Ela.

Ter um sorriso que - ninguém sabe a razão - diminui o peso da cadeia enorme arrastada em comum por todos os viventes, que queres que te diga? É Sublime. Ela tinha esse sorriso. Mais ainda, era o próprio sorriso. Há alguma coisa mais parecida que o nosso rosto, é a nossa fisionomia; e outra coisa mais parecida que a nossa fisionomia, é o nosso sorriso. Ela, risonha, era ELA.

A beleza basta ser bela para fazer bem. Há criatura que tem consigo a magia de fascinar tudo quanto a rodeia; às vezes nem ela mesmo o sabe, e é quando o prestígio é mais poderoso; a sua presença ilumina, o seu contato aquece; se ela passa, ficas contente; se pára, és feliz; contemplá-la é viver; é a aurora com figura humana.

O futuro pertence ainda mais aos corações do que aos espíritos. Amar é a única coisa que pode ocupar a eternidade. Ao infinito é necessário o inesgotável. Extraído do livro “Os Miseráveis

O sol está dentro de cada um. Sorrir e acreditar em sí é o caminho para alcançar a luz e o brilho que irradia da própria existência e acalenta a crença em nós mesmos. Acreditemos no próprio sol, ele mora no “eu” e ilumina o tudo e o todo. A gargalhada é o sol que varre o inverno do rosto humano.

O homem e a mulher O homem é capaz de todos os heroísmos,a mulher de todos os matírios O homem é código, a mulher o evangelho O código corrige, o evangelho aperfeiçoa! O homem é o templo, a mulher o sacrário Ante o templo nós descobrimos; ante o sacrário ajoelhamo-nos! O homem pensa, a mulher sonha Pensar é ter cérebro, sonhar é ter na frente uma auréola! O homem é um oceano, a mulher um lago O oceano tem a pérola que o embeleza, o lago tem a poesia que o deslumbra! O homem é a águia que voa, a mulher o rouxinol que canta! Voar é dominar o espaço, cantar é conquistar a alma! O homem tem um farol: a experiência, a mulher tem uma estrela: a esperança O farol guia, a esperança salva! Enfim,o homem está colocado onde termina a terra, a mulher onde começa o céu!

Já perscrutamos bastante as profundezas dessa consciência e é chegado o momento de continuarmos a examiná-la. Não o fazemos sem emoção ou estremecimento. Nada existe mais terrível que esse tipo de contemplação. Os olhos do espírito não podem encontrar em nenhum lugar nada mais ofuscante, nada mais tenebroso que o homem; não poderão fixar-se em nada mais temível, mais complicado, mais misterioso e mais infinito. Existe uma coisa maior que o mar: o céu. Existe um espetáculo maior que o céu: é o interior de uma alma.

O olho do homem é feito de modo que se lhe vê por ele a virtude. A nossa pupíla diz que quantidade de homens há dentro de nós. Afirmamo-nos pela luz que fica debaixo da sombrancelha. As pequenas consciências piscam o olho, as grandes lançam raios. Se não há nada que brilhe debaixo da pálpebra, é que não há nada que pense no cérebro, é que não há nada que ame no coração.

Onde o conhecimento está apenas num homem, a monarquia se impõe. Onde está num grupo de homens, deve fazer lugar à aristocracia. E quando todos têm acesso às luzes do saber, então vem o tempo da democracia.

A felicidade suprema na vida é a convicção se sermos amados .

Há momentos em que qualquer que seja a posição do corpo, a alma está de joelhos.

Pensamos que a saudade foi feita pra machucar, mas os dias se passam e vemos que ela é a mais certa de quanto gostamos de alguém!...