Sobre o Autor

Renato Russo

Renato Manfredini Júnior, conhecido como Renato Russo (27.03.1960 - 11.10.1996). Compositor poeta, cantor e pensador brasileiro. Destacou-se à frente da banda Legião Urbana.

...Nada mais vai me ferir. É que eu já me acostumei com a estrada errada que eu segui, com a minha própria lei...

Eu sou metal, raio, relâmpago e trovão.

Tão correto e tão bonito o infinito é realmente um dos Deuses mais lindos , sei que às vezes uso palavras repitidas mais quais são as palavras que nunca são ditas ?

Me disseram que você estava chorando , foi então que eu percebi , como eu te quero tanto !

Quen me dera ao menos uma ves acreditarpor un instante en tudo qe existe acreditar q o mundo é perfeito e q tds as pessoas são felises , tentei chorar e n conseguiii ! (8)

Todos os dias quando acordo,não tenho mais o tempo que passou.

...Já não me preocupo se eu não sei porque, às vezes o que eu vejo quase ninguém vê, eu se que você sabe quase sem querer que eu quero o mesmo que você[...]

Quem pensa por si mesmo é livre E ser livre é coisa muito séria Não se pode fechar os olhos Não se pode olhar pra trás Sem se aprender alguma coisa pro futuro.

A gente sempre pode tentar a vida em outro lugar. E a gente sempre pode ser feliz. E sorrir

É o ter com quem nos mata a lealdade. Monte Castelo

Eu sou um pássaro Me trancam na gaiola E esperam que eu cante como antes

O infinito é realmente um dos deuses mais lindos!

É só você que me provoca essa saudade vazia Tentando pintar essas flores com o nome De amor-perfeito E não-te-esqueças-de-mim

Paro.. Agora todo mundo vai pensar como nosso país vai ficar rico e como agente vai faturar um milhão sem precisar matar ninguém.

Eu cheguei a seguinte conclusão: não adianta concertar o resto, concertar agente ajuda pra caramba!

Ninquem vai me dizer o que sintir...

Nos deram espelhos e vimos um mundo doente.

Mas tão certo quanto o erro de ser barco a motor e insistir em usar os remos.

O tempo é mercúrio cromo.

SETE CIDADES Já me acostumei com a tua voz Com teu rosto e teu olhar Me partiram em dois E procuro agora o que é minha metade. Quando não estás aqui Sinto falta de mim mesmo E sinto falta do meu corpo junto ao teu. Meu coração é tão tosco e tão pobre Não sabe ainda os caminhos do mundo. Quando não estás aqui Tenho medo de mim mesmo E sinto falta do teu corpo junto ao meu. Vem depressa pra mim Que eu não sei esperar Já fizemos promessas demais E já me acostumei com a tua voz: Quando estou contigo estou em paz. Quando não estás aqui, Meu espírito se perde, voa longe

1º DE JULHO Eu vejo que aprendi o quanto te ensinei E nos teus braços que ele vai saber Não há por que voltar Não penso em te seguir Não quero mais a tua insensatez O que fazes sem pensar aprendeste do olhar E das palavras que guardei pra ti Não penso em me vingar Não sou assim A tua insegurança era por mim Não basta o compromisso Vale mais o coração Já que não me entendes, não me julgue, não me tente O que sabes fazer agora Veio tudo de nossas horas Eu não minto, eu não sou assim Ninguém sabia e ninguém viu Que eu estava a teu lado então Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher Sou minha mãe e minha filha, minha irmã, minha menina Mas sou minha, só minha e não de quem quiser Sou Deus, tua Deusa, meu amor Alguma coisa aconteceu Do ventre nasce um novo coração Baby, baby, baby, baby O que fazes por sonhar É o mundo que virá pra ti e para mim Vamos descobrir o mundo juntos baby Quero aprender com o teu pequeno grande coração Meu amor, meu amor

OS BARCOS Você diz que tudo terminou Você não quer mais o meu querer Estamos medindo forças desiguais: Qualquer um pode vê Só terminou pra você. São só palavras: teço, ensaio e cena A cada ato enceno a diferença Do que é amor ficou o seu retrato A peça que interpreto Um improviso insensato Essa saudade eu sei de cor Sei o caminho dos barcos E há muito estou alheio e quem me entende Recebe o resto exato e tão pequeno: É dor se há, tentava, já não tento. E ao transformar em dor o que é vaidade E ao ter amor se este é só orgulho Eu faço da mentira, liberdade E de qualquer quintal faço cidade E insisto que é virtude o que é entulho: Baldio é meu terreno e meu alarde. Eu vejo você se apaixonando outra vez Eu fico com a saudade E você com outro alguém E você diz que tudo terminou Mas qualquer um pode ver, Só terminou pra você.

Vamos festejar a inveja, a intolerância e a incompreensão. Vamos festejar a violência e esquecer a nossa gente, que trabalhou honestamente a vida inteira e agora não tem mais direito a nada. Vamos celebrar a aberração de toda a nossa falta de bom senso. Nosso descaso por educação.

Todos os dias quando acordo, Não tenho mais o tempo que passou Mas tenho muito tempo: Temos todo o tempo do mundo. Todos os dias antes de dormir, Lembro e esqueço como foi o dia: Sempre em frente, Não temos tempo a perder.

Lá em casa tem um poço , mas a água é muito limpa . ( Há tempos ) . Força smepre *----*

Quem me dera ao menos uma vez, fazer com que o mundo saiba que o seu nome está em tudo e mesmo assim, ninguém lhe diz ao menos obrigado.

Só nos sobrou do amor A falta que ficou...

É tão estranho, os bons morrem jovens (Love in the Afternoon) Escutem .

Quero ter alguém com quem conversar, alguém que depois não use o q eu disse contra mim

Saudade que eu sinto de tudo o que eu ainda não vi