"Metido a escrever (1984) (Por que se eu não escrevesse por certo morreria) Eu, louco do absurdo Cansado de cansaços Desmorono-me em breves reticências Meus dentes caem Meus lábios doem de tanto arder Ardor de falar Palavras inúteis Poeta do caos Imbecil como uma criança Imprudente como uma mulher Estômago ácido-espelho-da língua?"

Raul Seixas


Raul dos Santos Seixas (28 de junho de 1945, Salvador, Bahia - 21 de agosto de 1989, São Paulo) foi um músico brasileiro.

Comentários