Se existe algum consolo na tragédia de perder alguém que amamos tanto, é a esperança, sempre necessária, de que talvez tenha sido melhor assim. Eu durmo e acordo com essa certeza... (A Bruxa de Portobello)

Sobre o Autor

Paulo Coelho

Paulo Coelho (24 de agosto de 1947 - ), escritor brasileiro.

Mais frases de Paulo Coelho

Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia.

Quando você quer alguma coisa, todo o universo conspira para que você realize o seu desejo.

Quem tentar possuir uma flor, verá sua beleza murchando. Mas quem apenas olhar uma flor num campo, permanecerá para sempre com ela. Você nunca será minha e por isso terei você para sempre.

As flores refletem bem o verdadeiro. Quem tenta possuir uma flor ver√° a sua beleza murchando. Mas quem olhar uma flor no campo permanecer√° para sempre com ela. - Brida

Quantas coisas perdemos por medo de perder. (Brida)

De que me adianta temer o que já aconteceu? O tempo do medo já aconteceu, agora, começa o tempo da esperança...

Não tenha medo do sofrimento, pois nenhum coração jamás sofreu quando foi em busca dos seus sonhos.

Se você não acorda cedo, nunca conseguirá ver o sol nescendo. Se você não reza, embora Deus esteja sempre perto, você nunca conseguirá notar sua presença.

Senhor, dai-nos sempre a tua companhia, e a companhia de homens e mulheres que t√™m d√ļvidas, agem, sonham, se entusiasmam e vivem como se cada dia fosse dedicado a tua gl√≥ria.

A possibilidade de realizarmos um sonho é o que torna a vida interessante.

A felicidade às vezes é uma bênção, mas geralmente é uma conquista.

Voc√™ foi a esperan√ßa nos meus dias de solid√£o,a ang√ļstia dos meus instantes de d√ļvida, a certeza nos momentos de f√©.

O maior de todos os pecados: o arrependimento.

Sempre que possível, seja claro. Mas que sua clareza não seja o motivo para ferir o outros.

A linguagem de seu coração é que irá determinar a maneira correta de descobrir e manejar a sua espada.

Tudo que acontece uma vez poder√° nunca mais acontecer, mas tudo o que acontece duas vezes, certamente acontecera uma terceira.

A linguagem de seu coração é que irá determinar a maneira correta de descobrir e manejar a sua existencia.

Um ancião índio norte-americano, certa vez, descreveu seus conflitos internos da seguinte maneira: - Dentro de mim há dois cachorros. Um deles é cruel e mau. O outro é muito bom, e eles estão sempre brigando. Quando lhe perguntaram qual cachorro ganhava a briga, o ancião parou, refletiu e respondeu: - Aquele que eu alimento mais frequentemente.

Uma coisa √© voc√™ achar que est√° no caminho certo, outra √© achar que o seu caminho √© o √ļnico. Nunca podemos julgar a vida dos outros, porque cada um sabe da sua pr√≥pria dor e ren√ļncia... (Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei)

No amor ninguém pode machucar ninguém; cada um é responsável por aquilo que sente e não podemos culpar o outro por isso... Já me senti ferida quando perdi o homem por quem me apaixonei... Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém... Essa é a verdadeira experiência de ser livre: ter a coisa mais importante do mundo sem possuí-la.

A f√© consciente √© liberdade. A f√© instintiva √© escravid√£o. A f√© mec√Ęnica √© loucura. A esperan√ßa consciente √© for√ßa. A esperan√ßa emocional √© covardia. A esperan√ßa mec√Ęnica √© doen√ßa. O amor consciente desperta o amor. O amor emocional desperta o inesperado. O amor mec√Ęnico desperta o √≥dio.

A gente sempre destrói aquilo que mais ama em um campo aberto, ou numa emboscada; alguns com a beleza do carinho e outros com a dureza da palavra; os covardes destróem com um beijo, os valentes, destróem com a espada.

O guerreiro da luz aprendeu que Deus usa a solid√£o para ensinar a conviv√™ncia. Usa a raiva para mostrar o infinito valor da paz. Usa o t√©dio para ressaltar a import√Ęncia da aventura e do abandono. Deus usa o sil√™ncio para ensinar sobre a responsabilidade das palavras. Usa o cansa√ßo para que se possa compreender o valor do despertar. Usa a doen√ßa para ressaltar a ben√ß√£o da sa√ļde. Deus usa o fogo para ensinar sobre a √°gua. Usa a terra para que se compreenda o valor do ar. Usa a morte para mostrar a import√Ęncia da vida.

Todos os dias Deus nos dá um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. O instante mágico é o momento em que um sim ou um não pode mudar toda a nossa existência. (Nas margens do Rio Piedra eu sentei e chorei)

Quando renunciamos aos nossos sonhos e encontramos a paz - disse ele depois de um tempo - temos um pequeno per√≠odo de tranquilidade. Mas os sonhos mortos come√ßam a apodrecer dentro de n√≥s, e infestar todo o ambiente em que vivemos. Come√ßamos a nos tornar cru√©is com aqueles que nos cercam, e finalmente passamos a dirigir esta crueldade contra n√≥s mesmos. Surgem as doen√ßas e psicoses. O que quer√≠amos evitar no combate - a decep√ßao e a derrota - passa a ser o √ļnico legado de nossa covardia. E, um belo dia, os sonhos mortos e apodrecidos tornam o ar dif√≠cil de respirar e passamos a desejar a morte, a morte que nos livrasse de nossas certezas, de nossas ocupa√ßoes, e daquela terr√≠vel paz das tardes de domingo. (em O di√°rio de um Mago)

Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela.

Os sonhos devem ser ditos para começar a se realizarem. E como todo projeto, precisam de uma estratégia para serem alcançados. O adiamento destes sonhos desaparecerá com o primeiro movimento.

Saímos pelo mundo em busca de nossos sonhos e ideais. Muitas vezes colocamos nos lugares inacessíveis o que está ao alcance das mãos.

Os dois testes mais duros no caminho espiritual são a paciência para esperar o momento certo e a coragem de não nos decepcionar com o que encontramos. (Veronika decide morrer)

As flores refletem bem o que é o amor. Quem deseja possuir uma flor, irá ve-la murchar. Mas quem olhar uma flor no campo, terá esta beleza para sempre.

Quando algu√©m encontra seu caminho precisa ter coragem suficiente para dar passos errados. As decep√ß√Ķes, as derrotas, o des√Ęnimo s√£o ferramentas que Deus utiliza para mostrar a estrada.

As decep√ß√Ķes, as derrotas, o des√Ęnimo s√£o ferramentas que Deus utiliza para mostrar a estrada.

Mesmo um relógio parado consegue estar certo duas vezes por dia

N√£o devemos julgar a vida dos outros, porque cada um de n√≥s sabe de sua pr√≥pria dor e ren√ļncia. Uma coisa √© voc√™ ACHAR que est√° no caminho certo, outra √© ACHAR que seu caminho √© o √ļnico!

As coisas mais simples da vida são as mais extraordinárias, e só os sábios conseguem vê-las.

Quando algu√©m encontra seu caminho, precisa ter coragem suficiente para dar passos errados. As decep√ß√Ķes, as derrotas, o des√Ęnimo s√£o ferramentas utilizadas para mostrar a entrada.

Deus com Sua infinita Sabedoria, escondeu o Inferno no meio do Paraíso para que nós sempre estivéssemos atentos.

...A lenda pessoal √© aquilo que voc√™ sempre desejou fazer. Todas as pessoas, no come√ßo da juventude, sabem qual √© sua lenda pessoal. Nesta altura da vida, tudo √© claro, tudo √© poss√≠vel, e n√£o temos medo de sonhar e de desejar tudo aquilo que gostar√≠amos de fazer. Entretanto, √† medida em que o tempo vai passando, uma misteriosa for√ßa come√ßa a tentar provar que √© imposs√≠vel realizar a Lenda Pessoal. Esta for√ßa que parece ruim, na verdade est√° ensinando a voc√™ como realizar sua Lenda Pessoal. Est√° preparando seu esp√≠rito e sua vontade, porque existe uma grande verdade neste planeta: seja voc√™ quem for, quando quer com vontade alguma coisa, √© porque este desejo nasceu na alma do Universo. √Č sua miss√£o na Terra. (O Alquimista)

Um guerreiro sabe que um anjo e um dem√īnio disputam a m√£o que segura a espada. Diz o dem√īnio: Voc√™ vai fraquejar. Voc√™ n√£o vai saber o momento exato. Voc√™ est√° com medo. Diz o anjo: Voc√™ vai fraquejar. Voc√™ n√£o vai saber o momento exato. Voc√™ est√° com medo. O guerreiro fica surpreso. Ambos disseram a mesma coisa. Ent√£o o dem√īnio continua: Deixa que eu te ajudo. E diz o anjo: Eu te ajudo. Nesta hora, o guerreiro percebe a diferen√ßa. As palavras s√£o as mesmas, mas os aliados s√£o diferentes. Ent√£o ele escolhe a m√£o de seu anjo. (Manual do Guerreiro da Luz)

Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecer√° no futuro √© repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos aten√ß√£o, vamos nos dar conta de que nenhum dia √© igual a outro. Cada manh√£ traz uma ben√ß√£o escondida; uma ben√ß√£o que s√≥ serve para esse dia e que n√£o se pode guardar nem desaproveitar. Se n√£o usamos este milagre hoje, ele vai se perder. Este milagre est√° nos detalhes do cotidiano; √© preciso viver cada minuto porque ali encontramos a sa√≠da de nossas confus√Ķes, a alegria de nossos bons momentos, a pista correta para a decis√£o que tomaremos. Nunca podemos deixar que cada dia pare√ßa igual ao anterior porque todos os dias s√£o diferentes, porque estamos em constante processo de mudan√ßa.

Somos seres preocupados em agir, fazer, resolver, providenciar. Estamos sempre tentando planejar uma coisa, concluir outra, descobrir uma terceira. N√£o h√° nada de errado nisto ¬Ė afinal de contas, √© assim que constru√≠mos e modificamos o mundo. Mas faz parte da experi√™ncia da vida o ato da adora√ß√£o. Parar de vez em quando, sair de si mesmo, permanecer em sil√™ncio diante do Universo. Ajoelhar-se com o corpo e com a alma. Sem pedir, sem pensar, sem mesmo agradecer por nada. Apenas viver o amor calado que nos envolve. Nestes momentos, algumas l√°grimas inesperadas ¬Ė que n√£o s√£o nem de alegria, nem de tristeza ¬Ė podem jorrar. N√£o se surpreenda. Isto √© um dom. Estas l√°grimas est√£o lavando sua alma.

O SILENCIO DA SABEDORIA. Nós vivemos em um universo que é, ao mesmo tempo, gigantesco o suficiente para nos envolver e pequeno o bastante para caber em nosso coração. Na alma do homem está a alma do mundo, o silêncio da sabedoria. Tudo em nós funciona perfeitamente bem e em harmonia com a natureza. O que há de bonito no dia de hoje? Procure reparar, porque esta é a melhor imagem de você mesmo. Deus está em nosso cotidiano, espera que notemos Sua presença. Toda manhã, Deus nos mostra o Seu sorriso. As nuvens que estão ocupando, neste momento, o céu de sua alma vão passar. O sol, que às vezes se esconde por detrás das nuvens, não passa nunca.

Quanto mais se chega perto do sonho, mais a Lenda Pessoal vai se tornando a verdadeira raz√£o de viver. De O Alquimista Poucos aceitam o fardo da pr√≥pria vit√≥ria; a maioria desiste dos sonhos quando eles se tornam poss√≠veis. De O Di√°rio de um Mago Conhecimento sem transforma√ß√£o n√£o √© sabedoria. De Brida O Bem e o Mal t√™m a mesma face; tudo depende apenas da √©poca em que cruzam o caminho de cada ser humano. De O Dem√īnio e a Srta. Prym A √ļnica chance que uma trag√©dia nos d√°: a de reconstruir nossa vida. De O Monte Cinco Deus deu a seus filhos o maior de todos os dons: a capacidade de escolher e decidir os seus atos. De O Monte Cinco A f√© √© uma conquista dif√≠cil, que exige combates di√°rios para ser mantida. De As Valk√≠rias N√£o queira ser bravo, quando basta ser inteligente. De O Di√°rio de um Mago No amor, corpo e alma caminham juntos. De Onze Minutos Quem j√° perdeu alguma coisa que tinha como garantida, termina por aprender que nada lhe pertence. De Onze Minutos Eu n√£o sou um corpo que tem uma alma, sou uma alma que tem uma parte vis√≠vel chamada corpo. De Onze Minutos O sexo √© a arte de controlar o descontrole. De Onze Minutos

O que salva o amor L.Barbosa conta a hist√≥ria de uma ilha onde viviam os principais sentimentos do homem: Alegria, Tristeza, Vaidade, Sabedoria, e Amor. Um dia, a ilha come√ßou a afundar no oceano; todos conseguiram alcan√ßar seus barcos, menos o Amor. Quando foi pedir a Riqueza que o salvasse, esta disse: - ¬ďN√£o posso, estou carregada de j√≥ias e ouro¬Ē. Dirigiu-se ao barco da Vaidade, que respondeu: - ¬ďSinto muito, mas n√£o quero sujar meu barco¬Ē. O Amor correu para a Sabedoria, mas ela tamb√©m recusou, dizendo: - ¬ďQuero estar sozinha, estou refletindo sobre a trag√©dia, e mais tarde vou escrever um livro sobre isto¬Ē. O Amor come√ßou a se afogar. Quando estava quase morrendo, apareceu um barco ¬Ė conduzido por um velho ¬Ė que o terminou salvando. - ¬ďObrigado¬Ē ¬Ė disse, assim que se refez do susto. ¬Ė ¬ďMas quem √© voc√™¬Ē? - ¬ďSou o Tempo¬Ē ¬Ė respondeu o velho. S√≥ o Tempo √© capaz de salvar o Amor.

Em busca da maldade Khrisna resolveu testar a sabedoria de seus s√ļditos. Convocou Duryodhana, um rei conhecido por sua crueldade, e pediu que encontrasse um homem bom em seu reino. Duryodhana viajou durante um ano, e voltou √† presen√ßa de Khrisna, dizendo: ¬ďBusquei um homem bom, e n√£o encontrei. S√£o todos ego√≠stas e malvados¬Ē. Khrisna chamou o rei Dhammaraja, considerado um homem santo. Pediu que percorresse seu reino em busca de um homem malvado. Dhammaraja viajou durante dois anos, e voltou a Khrisna, dizendo: ¬ďPerdoe-me, mas n√£o encontrei ningu√©m mau. Todos t√™m um lado bom, apesar dos defeitos¬Ē. Ent√£o Khrisna comentou com os outros deuses: ¬ďViram? O mundo √© um espelho, e devolve a todos os reflexos do pr√≥prio rosto¬Ē.

Da eterna lembran√ßa Josiah Royce (1855-1916), num momento em que morre algu√©m muito querido, escreve estas palavras: N√≥s morremos enquanto Tu permaneces¬Ē. ¬ďA eternidade √© Tua¬Ē. ¬ďE, na eternidade, seremos lembrados, n√£o como pontos insignificantes deste mundo real, mas como folhas sadias que, em um certo momento, floresceram nos ramos da √Ārvore da Vida. Estas folhas caem da √°rvore, mas n√£o caem no esquecimento, porque Tu sempre Te lembrar√°s delas.

O que é um sábio Jafar Sadeq é um dos tradicionais santos dos muçulmanos xiitas. Certa vez, encontrou-se com um religioso, e perguntou: Quem pode ser considerado sábio? Aquele que pode distinguir o bem do mal, respondeu o religioso. Só isso? Então até mesmo um macaco pode ser considerado sábio, porque é capaz de distinguir o que é bom e o que é ruim para ele. O homem então devolveu a questão: Já que é assim, então pode me dizer quem pode ser considerado sábio? Aquele que, quando tem que escolher entre duas coisas boas e duas coisas más, é capaz de escolher a melhor das coisas boas e a menos grave das coisas más.

Como dizer as coisas certas H√° alguns meses eu estava almo√ßando no M√©xico, e uma amiga ¬Ė Cristina Belloni ¬Ė fez um coment√°rio: - ¬ďAcho que Deus n√£o me escuta mais, porque vivo enchendo a paci√™ncia dele¬Ē. Todos os que estavam na mesa, riram. De minha parte, acho que Deus escuta sempre, n√£o importa quantas vezes pedimos alguma coisa. Entretanto, o coment√°rio de Cristina me fez lembrar uma hist√≥ria, narrada pelo jesu√≠ta Anthony de Mello em seu livro ¬ďO Enigma do Iluminado¬Ē: A hist√≥ria dos dois videntes Pressentindo que seu pa√≠s em breve iria mergulhar numa guerra civil, o sult√£o chamou um dos seus melhores videntes, e perguntou-lhe quanto tempo ainda lhe restava viver. - ¬ďMeu adorado mestre, o senhor viver√° o bastante para ver todos os seus filhos mortos¬Ē. Num acesso de f√ļria, o sult√£o mandou imediatamente enforcar aquele que proferira palavras t√£o aterradoras. Ent√£o, a guerra civil era realmente uma amea√ßa! Desesperado, chamou um segundo vidente. - ¬ďQuanto tempo viverei¬Ē? ¬Ė perguntou, procurando saber se ainda seria capaz de controlar uma situa√ß√£o potencialmente explosiva. - ¬ďSenhor, Deus lhe concedeu uma vida t√£o longa, que ultrapassar√° a gera√ß√£o dos seus filhos, e chegar√° a gera√ß√£o dos seus netos¬Ē. Agradecido, o sult√£o mandou recompens√°-lo com ouro e prata. Ao sair do pal√°cio, um conselheiro comentou com o vidente: - Voc√™ disse a mesma coisa que o adivinho anterior. Entretanto, o primeiro foi executado, e voc√™ recebeu recompensas. Por qu√™? - Porque o segredo n√£o est√° no que voc√™ diz, mas na maneira como diz. Sempre que precisar disparar a flecha da verdade, n√£o esque√ßa de antes molhar sua ponta num vaso de mel.

Os sinais de Deus Isabelita me conta a seguinte lenda: Um velho √°rabe analfabeto orava com tanto fervor, todas as noites, que o rico chefe de grande caravana resolveu cham√°-lo: - ¬ďPor que oras com tanta f√©? Como sabes que Deus existe, quando nem ao menos sabes ler¬Ē? - ¬ďSei ler, sim senhor. Leio tudo que o Grande Pai Celeste escreve¬Ē. - ¬ďComo assim?¬Ē O servo humilde explicou-se: - ¬ďQuando o senhor recebe uma carta de pessoa ausente, como reconhece quem a escreveu¬Ē? - ¬ďPela letra¬Ē. - ¬ďQuando o senhor recebe uma j√≥ia, como sabe quem a fez?¬Ē - ¬ďPela marca do ourives¬Ē. - ¬ďQuando ouve passos de animais, ao redor da tenda, como sabe se foi um carneiro, um cavalo um boi¬Ē? - ¬ďPelos rastros¬Ē - respondeu o chefe, surpreendido com aquele question√°rio. O velho crente convidou-o para fora da barraca e mostrou-lhe o c√©u. - ¬ďSenhor, aquelas coisas escritas l√° em cima, este deserto aqui embaixo, nada disso pode ter sido desenhado ou escrito pelas m√£os dos homens¬Ē.

Todo guerreiro ja ficou com medo de entrar em combate. ... Todo guerreiro j√° perdeu a f√© no futuro. Todo guerreiro j√° trilhou um caminho que n√£o era dele. Todo guerreiro j√° sofreu por bobagens. ... Todo guerreiro j√° achou que n√£o era guerreiro. Todo guerreiro j√° falhou em suas obriga√ß√Ķes. Todo guerreiro j√° disse SIM quando queria dizer N√ÉO. Todo guerreiro j√° feriu algu√©m que amava. Por isso √© um guerreiro; porque passou por estes desafios, e n√£o perdeu a esperan√ßa de ser melhor do que era.

Escuta o teu coração, ele conhece todas as coisas; pois onde ele estiver, é onde está o teu tesouro.

Quando se ama, não é preciso entender o que acontece lá fora, porque tudo passa a acontecer dentro de nós.

Amor só descansa quando morre.Um amor vivo é um amor em conflito.

... O mundo est√° nas m√£os daqueles que tem a coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos ...

Acerte em tudo que puder acertar. Mas, n√£o se torture com seus erros

As flores refletem bem o que é o amor. Quem deseja possuir uma flor, irá ve-la murchar. Mas quem olhar uma flor no campo, terá esta beleza para sempre.

Quantas coisas perdemos por medo de perder.

O medo de sofrer é pior que o próprio sofrimento, e nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca do seu sonho.

Viva cada momento como se fosse o √ļltimo.

Que minhas l√°grimas corram para bem longe, para que meu amor nunca saiba que um dia chorei por ele.

O segredo da felicidade est√° em olhar todas as maravilhas do mundo e nunca se esquecer da sua miss√£o ou do seu objetivo

O Mundo est√° nas m√£os daqueles que tem coragem de sonhar, e correr o risco de Viver seus SONHOS

O seu coração está, onde está o seu tesouro. E o seu tesouro precisa ser encontrado, para que tudo possa fazer sentido.

O amor é arriscado,mas sempre foi assim. Há milhares de anos as pessoas se buscam e se encontram

N√£o devemos julgar a vida dos outros, porque cada um de n√≥s sabe de sua pr√≥pria dor e ren√ļncia. Uma coisa √© voc√™ ACHAR que est√° no caminho certo, outra √© ACHAR que seu caminho √© o √ļnico!

Perdoe seus inimigos, mas n√£o os confunda com um amigo.

Existem certos sofrimentos que só podem ser esquecidos quando podemos flutuar por cima de nossas dores.

Embora meu objetivo seja compreender o amor, e embora sofra por causa das pessoas a quem entreguei meu cora√ß√£o, vejo q aqueles q me tocaram a alma √Ī conseguiram despertar meu corpo, e aqueles que tocaram meu corpo √Ī conseguiram atingir minha alma.

NA MARGEM DO RIO PIEDRA... Eu me sentei e chorei. Conta a lenda que tudo que cai nas √°guas deste rio - as folhas, os insetos, as penas das aves - se transforma nas pedras do seu leito. Ah, quem dera eu pudesse arrancar o cora√ß√£o do meu peito e atira-lo na correnteza, e ent√£o n√£o haveria mais dor, nem saudade, nem lembran√ßas. √Ās margens do rio Piedra eu me sentei e chorei. O frio do inverno fez com que eu sentisse as l√°grimas em meu rosto, e elas se misturaram com as aguas geladas que correm diante de mim. Em algum lugar este rio se junta com outro, depois com outro, at√© que - distante dos meus olhos e do meu cora√ß√£o - todas estas √°guas se misturam com o mar. Que as minhas l√°grimas corram assim para bem longe, para que meu amor nunca saiba que um dia chorei por ele. Que minhas l√°grimas corram para bem longe, e ent√£o eu esquecerei do rio Piedra, do mosteiro, da igreja nos Pirineus, da bruma, dos caminhos que percorremos juntos. Eu esquecerei as estradas, as montanhas, e os campos de meus sonhos - sonhos que eram meus, e que eu n√£o conhecia.

Sempre √© preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necess√°rio, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando cap√≠tulos, n√£o importa o nome que damos. O que importa √© deixar no passado os momentos da vida que j√° se acabaram. Foi despedido do trabalho? Terminou uma rela√ß√£o? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro pa√≠s? A amizade t√£o longamente cultivada desapareceu sem explica√ß√Ķes? Voc√™ pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu. Pode dizer para si mesmo que n√£o dar√° mais um passo enquanto n√£o entender as raz√Ķes que levaram certas coisas, que eram t√£o importantes e s√≥lidas em sua vida, serem subitamente transformadas em p√≥. Mas tal atitude ser√° um desgaste imenso para todos: seus pais, seu marido ou sua esposa, seus amigos, seus filhos, sua irm√£... Todos estar√£o encerrando cap√≠tulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrer√£o ao ver que voc√™ est√° parado. Ningu√©m pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. O que passou n√£o voltar√°: n√£o podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma liga√ß√£o com quem j√° foi embora e n√£o tem a menor inten√ß√£o de voltar. As coisas passam e o melhor que fazemos √© deixar que elas realmente possam ir embora. Por isso √© t√£o importante (por mais doloroso que seja!) destruir recorda√ß√Ķes, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem. Tudo neste mundo vis√≠vel √© uma manifesta√ß√£o do mundo invis√≠vel, do que est√° acontecendo em nosso cora√ß√£o e o desfazer-se de certas lembran√ßas significa tamb√©m abrir espa√ßo para que outras tomem o seu lugar. Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Ningu√©m est√° jogando nesta vida com cartas marcadas. Portanto, √†s vezes ganhamos e √†s vezes perdemos. N√£o espere que devolvam algo, n√£o espere que reconhe√ßam seu esfor√ßo, que descubram seu g√™nio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televis√£o emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como voc√™ sofreu com determinada perda: isso o estar√° apenas envenenando e nada mais. N√£o h√° nada mais perigoso que rompimentos amorosos que n√£o s√£o aceitos, promessas de emprego que n√£o t√™m data marcada para come√ßar, decis√Ķes que sempre s√£o adiadas em nome do momento ideal. Antes de come√ßar um cap√≠tulo novo √© preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltar√°. Lembre-se de que houve uma √©poca em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa... Nada √© insubstitu√≠vel, um h√°bito n√£o √© uma necessidade. Pode parecer √≥bvio, pode mesmo ser dif√≠cil, mas √© muito importante. Encerrando ciclos. N√£o por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba. Mas porque simplesmente aquilo j√° n√£o se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem √©.

Todos n√≥s j√° tivemos, de uma maneira ou de outra, experi√™ncias dif√≠ceis na vida. Isto faz parte de nossa viagem por esta Terra ¬Ė e embora muitas vezes pensamos que ¬ďas coisas podiam ter acontecido de outra maneira¬Ē - o fato √© que n√£o podemos mudar nosso passado. Por outro lado, √© uma mentira pensar que tudo que nos acontece tem o seu lado bom; existem coisas que deixam marcas muito dif√≠ceis de superar, feridas que sangram muito. Como, ent√£o, nos livrarmos de nossas experi√™ncias amargas? S√≥ existe uma maneira: vivendo o presente. Entendendo que, embora n√£o possamos mudar o passado, podemos mudar a pr√≥xima hora, o que acontecer√° durante √† tarde, as decis√Ķes a serem tomadas antes de dormir. Como diz o velho prov√©rbio hippie: ¬ďhoje √© o primeiro dia do resto da minha vida¬Ē.

Os homens t√™m medo de realizar seus maiores sonhos porque acham que n√£o o merecem, ou n√£o v√£o conseguir! Mas o medo n√£o √© uma coisa concreta. Ele est√° em seus cora√ß√Ķes!! Os cora√ß√Ķes morrem de medo s√≥ de pensar em amores que partiram para sempre... Em momentos que poderiam ter sido bons e n√£o foram... Quando isso acontece, acabamos sofrendo muito e o cora√ß√£o tem medo de sofrer. Mas o medo √© pior que o pr√≥prio sofrimento. Nenhum cora√ß√£o jamais sofreu quando foi em busca de seus sonhos, porque cada momento de busca √© um momento de vida, de energia, de encontro com Deus e com a eternidade. Ent√£o... Ou√ßa seu cora√ß√£o! Ningu√©m consegue fugir dele. Por isso, √© melhor escutar o que ele fala para que n√£o venha um golpe que voc√™ n√£o espera, porque voc√™ jamais vai conseguir mant√™-lo calado. Mesmo que finja n√£o escutar o que ele diz, ele estar√° dentro do seu peito, repetindo o que pensa sobre a vida e o mundo... O dia inteiro... O tempo todo... Ainda bem! Por isso, ou√ßa o seu cora√ß√£o!

NA MARGEM DO RIO PIEDRA... Eu me sentei e chorei. Conta a lenda que tudo que cai nas √°guas deste rio - as folhas, os insetos, as penas das aves - se transforma nas pedras do seu leito. Ah, quem dera eu pudesse arrancar o cora√ß√£o do meu peito e atira-lo na correnteza, e ent√£o n√£o haveria mais dor, nem saudade, nem lembran√ßas. √Ās margens do rio Piedra eu me sentei e chorei. O frio do inverno fez com que eu sentisse as l√°grimas em meu rosto, e elas se misturaram com as aguas geladas que correm diante de mim. Em algum lugar este rio se junta com outro, depois com outro, at√© que - distante dos meus olhos e do meu cora√ß√£o - todas estas √°guas se misturam com o mar. Que as minhas l√°grimas corram assim para bem longe, para que meu amor nunca saiba que um dia chorei por ele. Que minhas l√°grimas corram para bem longe, e ent√£o eu esquecerei do rio Piedra, do mosteiro, da igreja nos Pirineus, da bruma, dos caminhos que percorremos juntos. Eu esquecerei as estradas, as montanhas, e os campos de meus sonhos - sonhos que eram meus, e que eu n√£o conhecia.

Quando algu√©m encontra seu caminho precisa ter coragem suficiente para dar passos errados. As decep√ß√Ķes, as derrotas, o des√Ęnimo s√£o ferramentas que Deus utiliza para mostrar a estrada. Certezas? Nunca , Gra√ßas √Ä Deus, a Teremos, Pois, S√£o as Incertezas que Nos Fazem Buscar o Melhor de N√≥s...e a Oferta Ser√°, Sempre, Mais Preciosa...!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

¬ďPaz n√£o √© aquilo que encontramos em um lugar sem ru√≠dos, sem problemas, sem trabalho duro, mas o que permite manter a calma em nosso cora√ß√£o, mesmo no meio das situa√ß√Ķes mais adversas. Este √© o seu verdadeiro e √ļnico significado¬Ē.

¬ďMuito cuidado com os elogios r√°pidos. Aqueles que, na primeira tarde, s√£o capazes de ver qualidades que n√£o tens, tamb√©m rapidamente descobrem defeitos que nunca possu√≠stes¬Ē.

Poucos aceitam o fardo da própria vitória; a maioria desiste dos sonhos quando eles se tornam possíveis.

A cada momento de nossa existência temos que escolher entre um caminho e o outro. Uma simples decisão pode afetar uma pessoa para o resto da vida.

A melhor fórmula para uma vida miserável é deixar de fazer as coisas pelas quais somos apaixonados.

Acerte em tudo que puder acertar. Mas n√£o se torture com seus erros.

Isto é a liberdade: sentir o que o seu coração deseja, independente da opinião dos outros.

Julgar-se pior que os outros é um dos mais violentos atos de orgulho, porque é usar a maneira mais destrutiva possível de ser diferente.

N√£o h√° nada de errado em - de vez em quando - chorar e pedir a Deus que nos coloque no colo.

N√£o queira ser bravo, quando basta ser inteligente.

Ninguém consegue fugir do seu coração. Por isso, é melhor escutar o que ele fala, para que jamais venha um golpe que você não espera.

N√≥s sempre temos tend√™ncia de ver coisas que n√£o existem, e ficar cegos para as grandes li√ß√Ķes que est√£o diante de nossos olhos.

O Bom Combate é aquele que é travado em nome dos nossos sonhos; foi transportado dos campos de batalha para dentro de nós mesmos.

O medo de sofrer é pior que o próprio sofrimento. E nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca dos seus sonhos.

O segredo não está no que você diz, mas na maneira como você diz.

Os sonhos tem um preço. Há sonhos caros e baratos, mas todos os sonhos tem um preço.

Pelo brilho nos olhos, desde o começo dos tempos, as pessoas reconhecem seu verdadeiro Amor.

Por detrás da máscara de gelo que as pessoas usam, existe um coração de fogo.

Se as pessoas pensassem um pouco mais na morte, n√£o deixariam jamais de dar o telefonema que est√° faltando. E seriam um pouco mais loucas.

As mais belas frases de amor são ditas no silêncio de um olhar.

Do sagrado no profano Tudo em nossa vida pode ser simplesmente uma obriga√ß√£o, ou pode ser uma maneira de encontrar-se com Deus. Tr√™s oper√°rios trabalhavam numa obra, quando um homem aproximou-se. ¬ďO que voc√™ est√° fazendo?¬ď perguntou ao primeiro oper√°rio. ¬ďEstou ganhando a vida!¬ď, disse, mal humorado. O visitante virou-se para o segundo oper√°rio e fez a mesma pergunta. ¬ďEstou quebrando pedras¬Ē, respondeu ele. Finalmente, o visitante se aproximou do terceiro homem e fez a mesma pergunta. ¬ďEstou construindo uma catedral¬Ē, foi a resposta. Os tr√™s faziam a mesma coisa. Mas apenas o terceiro compreendia sua tarefa.

Do rito de passagem N√£o se esque√ßam de que, na vida, existe uma coisa chamada ¬ďrito de passagem¬Ē. Quando decidimos mudar, quando estamos prontos para o pr√≥ximo salto, precisamos ritualizar este momento. Todas as religi√Ķes t√™m isso: festa de 15 anos, casamento, formatura. O rito de passagem traz responsabilidade ao ato da mudan√ßa. V√° a um lugar sagrado ¬Ė uma igreja, um bosque, seja o que for ¬Ė e entre em comunh√£o com o Universo. Use uma roupa que voc√™ comprou ou guardou para este dia. Fa√ßa uma oferenda e uma prece: dedique os pr√≥ximos passos a Deus. Pe√ßa a Ele para lhe guiar, proteger, mostrar o melhor caminho. Lembre-se: todos os seus atos s√£o sagrados e necess√°rios. D√™ a eles o seu devido valor.

Quando algu√©m encontra seu caminho precisa ter coragem suficiente para dar passos errados. As decep√ß√Ķes, as derrotas, o des√Ęnimo s√£o ferramentas que Deus utiliza para mostrar a estrada. Certezas? Nunca , Gra√ßas √Ä Deus, a Teremos, Pois, S√£o as Incertezas que Nos Fazem Buscar o Melhor de N√≥s...e a Oferta Ser√°, Sempre, Mais Preciosa...!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! PPMLLM Ao Meu Amor, Leve, O Amor, Vento...!!! TE Amo...!!!

A mulher perfeita Nasrudin conversava com um amigo: ¬Ė Ent√£o, Mullah, nunca pensaste em casamento? ¬Ė Muito. ¬Ė respondeu Nasrudin ¬Ė Em minha juventude, resolvi conhecer a mulher perfeita. Atravessei o deserto, estive em Damasco e conheci uma mulher espiritualizada e linda; mas ela n√£o sabia nada das coisas do mundo. Continuei a viagem e fui a Isfahan; l√° encontrei uma mulher que conhecia o reino da mat√©ria e do esp√≠rito, mas n√£o era bonita. Ent√£o resolvi ir at√© o Cairo, onde, finalmente, jantei na casa de uma mo√ßa bonita, religiosa e conhecedora da realidade material. ¬Ė E por que n√£o casaste com ela? ¬Ė Ah, meu companheiro! Infelizmente ela tamb√©m procurava um homem perfeito.

Cuidado com as palavras: elas se transformam em a√ß√£o. Cuidado com as suas a√ß√Ķes: elas se transformam em h√°bitos. Cuidado com os seus atos: eles moldam seu car√°ter. Cuidado com seu car√°ter: ele controla seu destino.

Deus costuma usar a solid√£o Para nos ensinar sobre a conviv√™ncia. √Äs vezes, usa a raiva para que possamos Compreender o infinito valor da paz. Outras vezes usa o t√©dio, quando quer nos mostrar a import√Ęncia da aventura e do abandono. Deus costuma usar o sil√™ncio para nos ensinar sobre a responsabilidade do que dizemos. √Äs vezes usa o cansa√ßo, para que possamos Compreender o valor do despertar. Outras vezes usa a doen√ßa, quando quer Nos mostrar a import√Ęncia da sa√ļde. Deus costuma usar o fogo, para nos ensinar a andar sobre a √°gua. √Äs vezes, usa a terra, para que possamos Compreender o valor do ar. Outras vezes usa a morte, quando quer Nos mostrar a import√Ęncia da vida.

√Č preciso correr riscos. S√≥ entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconte√ßa.

Não somos nós que escrevmos os melhores momentos de nossas vidas.

A vida no interior, embora não deixe a mulher mais elegante ou preparada, ensina como escutar o coração - e entender seus instintos.

Ninguém consegue mentir, ninguém consegue esconder nada quando olha direto nos olhos. E toda mulher, com um mínimo de sensibilidade, consegue ler os olhos de um homem apaixonado.

Existem momentos em que ainda é preciso correr riscos, dar passos loucos.

Ah, quem dera eu pudesse arrancar o coração do meu peito e atirá-lo na correnteza, e então não haveria mais dor, nem saudade, nem lembranças.

Dizem os chineses: Se precisar disparar a flecha da verdade, primeiro molhe a sua ponta no mel.

:Uma coisa √© voc√™ achar que est√° no caminho certo, outra √© achar que o seu caminho √© o √ļnico. Nunca podemos julgar a vida dos outros, porque cada um sabe da sua pr√≥pria dor e ren√ļncia.

:Todos os dias Deus nos dá um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. O instante mágico é o momento em que um sim ou um não pode mudar toda a nossa existência.

Existem derrotas, mas não existe o sofrimento. Um verdadeiro guerreiro sabe que ao perder uma batalha está melhorando sua arte de manejar a espada. Saberá lutar com mais habilidade no próximo combate.

:N√≥s sempre temos tend√™ncia de ver coisas que n√£o existem, e ficar cegos para as grandes li√ß√Ķes que est√£o diante de nossos olhos.

O amor n√£o √© um h√°bito, um compromisso, ou uma divida. N√£o √© aquilo que nos ensinam as m√ļsicas romanticas, o amor √© indefini√ß√Ķes. Ame e n√£o pergunte muito. Apenas ame.

A decisão é uma forma de rezar.

Embora meu objetivo seja compreender o amor, e embora sofra por causa das pessoas a quem entreguei meu coração, vejo que aqueles que me tocaram a alma não conseguiram despertar meu corpo, e aqueles que tocaram meu corpo não conseguiram atingir minha alma.

Da dor As mem√≥rias amargas n√£o podem nos aprisionar. Elas fazem parte da vida - como o sorriso, o por do sol, o instante de ora√ß√£o. Curioso √© que esquecemos r√°pido nossas alegrias, embora sempre fa√ßamos com que o sofrimento dure mais do que o necess√°rio. A dor √© uma √≥tima desculpa para problemas que n√£o conseguimos resolver, passos que n√£o tivemos coragem de dar, decis√Ķes que adiamos. A dor faz parte da vida - como faz parte a alegria, a fome, e a vontade de sonhar. N√£o adianta fugir, porque ela termina nos encontrando. Mas sua √ļnica fun√ß√£o √© nos ensinar algo. Aprendemos suas li√ß√Ķes, e isso basta. Toquemos para frente. N√£o vamos nos castigar com mem√≥rias amargas. N√£o vamos sofrer duas vezes, quando podemos sofrer apenas uma.

Basta entender que todos nós estamos aqui por uma razão,e basta comprometer-se com ela. Assim podemos rir, de nossos grandes ou pequenos sofrimentos e caminhar sem medo,conscientes de que cada passo tem um sentido ... [ Trecho do Livro: A Bruxa de Portobello ]

¬ď Sa√≠mos pelo mundo em busca de sonhos e id√©ias. Muitas vezes, colocamos em lugares inacess√≠veis o que est√° ao alcance das m√£os. Quando descobrimos o erro, sentimos que perdemos tempo buscando longe o que j√° t√≠nhamos perto. Nos culpamos pelos passos errados, pela procura in√ļtil, pelo desgosto que causamos. N√£o √© bem assim: embora o tesouro esteja enterrado na sua casa, voc√™ s√≥ ir√° descobri-lo quando se afastar... ¬ďNo final voc√™ s√≥ ir√° entender o valor quando perder e depois recuperar¬Ē.

NA MARGEM DO RIO PIEDRA... Eu me sentei e chorei. Conta a lenda que tudo que cai nas √°guas deste rio - as folhas, os insetos, as penas das aves - se transforma nas pedras do seu leito. Ah, quem dera eu pudesse arrancar o cora√ß√£o do meu peito e atira-lo na correnteza, e ent√£o n√£o haveria mais dor, nem saudade, nem lembran√ßas. √Ās margens do rio Piedra eu me sentei e chorei. O frio do inverno fez com que eu sentisse as l√°grimas em meu rosto, e elas se misturaram com as aguas geladas que correm diante de mim. Em algum lugar este rio se junta com outro, depois com outro, at√© que - distante dos meus olhos e do meu cora√ß√£o - todas estas √°guas se misturam com o mar. Que as minhas l√°grimas corram assim para bem longe, para que meu amor nunca saiba que um dia chorei por ele. Que minhas l√°grimas corram para bem longe, e ent√£o eu esquecerei do rio Piedra, do mosteiro, da igreja nos Pirineus, da bruma, dos caminhos que percorremos juntos. Eu esquecerei as estradas, as montanhas, e os campos de meus sonhos - sonhos que eram meus, e que eu n√£o conhecia.

Talvez o amor nos faça envelhecer antes da hora, e nos torne jovens quando a juventude passa.Mas como não recordar aquees momentos? Por isso escrevia, para transformar a tristeza em saudade,a solidão em lembranças. Para que, quando acabasse de contar a mim mesma esta história, eu a pudesse jogar no Piedra - assim me dissera a mulher que me acolheu. Então - lembrando as palavras de uma santa - as águas poderiam apagar o que o fogo escreveu. Todas as histórias de amor são iguais.

O que salva o amor L.Barbosa conta a história de uma ilha onde viviam os principais sentimentos do homem: Alegria, Tristeza, Vaidade, Sabedoria, e Amor. Um dia, a ilha começou a afundar no oceano; todos conseguiram alcançar seus barcos, menos o Amor. Quando foi pedir a Riqueza que o salvasse, esta disse: - #8220;Não posso, estou carregada de jóias e ouro#8221;. Dirigiu-se ao barco da Vaidade, que respondeu: - #8220;Sinto muito, mas não quero sujar meu barco#8221;. O Amor correu para a Sabedoria, mas ela também recusou, dizendo: - #8220;Quero estar sozinha, estou refletindo sobre a tragédia, e mais tarde vou escrever um livro sobre isto#8221;. O Amor começou a se afogar. Quando estava quase morrendo, apareceu um barco #8211; conduzido por um velho #8211; que o terminou salvando. - #8220;Obrigado#8221; #8211; disse, assim que se refez do susto. #8211; #8220;Mas quem é você#8221;? - #8220;Sou o Tempo#8221; #8211; respondeu o velho. Só o Tempo é capaz de salvar o Amor.

:Existem muitas maneiras de cometer suicídio. Os que tentam matar o corpo ofendem a Lei de Deus. Os que tentam matar a alma também ofendem a Lei de Deus, embora esta falta seja menos visível aos olhos do homem

:√Äs vezes um acontecimento sem import√Ęncia √© capaz de transformar toda a beleza em um momento de ang√ļstia. Insistimos em ver o cisco no olho, e esquecemos as montanhas, os campos e as oliveiras

Tempo Certo De uma coisa podemos ter certeza: de nada adianta querer apressar as coisas; tudo vem ao seu tempo, dentro do prazo que lhe foi previsto. Mas a natureza humana n√£o √© muito paciente. Temos pressa em tudo e a√≠ acontecem os atropelos do destino, aquela situa√ß√£o que voc√™ mesmo provoca, por pura ansiedade de n√£o aguardar o tempo certo. Mas algu√©m poderia dizer: Qual √© esse tempo certo? Bom, basta observar os sinais. Quando alguma coisa est√° para acontecer ou chegar at√© sua vida, pequenas manifesta√ß√Ķes do cotidiano enviar√£o sinais indicando o caminho certo. Pode ser a palavra de um amigo, um texto lido, uma observa√ß√£o qualquer. Mas, com certeza, o sincronismo se encarregar√° de colocar voc√™ no lugar certo, na hora certa, no momento certo, diante da situa√ß√£o ou da pessoa certa. Basta voc√™ acreditar que nada acontece por acaso. Talvez seja por isso que voc√™ esteja agora lendo estas linhas. Tente observar melhor o que est√° a sua volta. Com certeza alguns desses sinais j√° est√£o por perto e voc√™ nem os notou ainda. Lembre-se, que o universo sempre conspira a seu favor quando voc√™ possui um objetivo claro e uma disponibilidade de crescimento.

Se tiver que ser fiel a algu√©m ou a alguma coisa, em primeiro lugar tenhu que ser fiel a mim mesmo.Se busco o amor verdadeiro antes preciso ficar cansada dos amores med√≠ocres que encontrei.A pouca experi√™ncia de vida que tenhu me ensinou que ningu√©m √© dono de nada, tudo √© uma ilus√£o.Quem j√° perdeu alguma coisa que tinha como garantida, termina por aprender que nada lhe pertence.E se nada me pertence tampouco preciso gastar o meu tempo cuidando das coisas que n√£o s√£o minhas..Melhor viver como se hoje fosse o primeiro ou o √ļltimo dia da minha vida

CORAGEM Se o que voc√™ est√° percorrendo √© o caminho dos seus verdadeiros sonhos, comprometa-se com ele. N√£o deixe a porta de sa√≠da aberta, atrav√©s da desculpa: Ainda n√£o √© bem isto que eu queria. Esta frase guarda dentro dela a semente da derrota. Assuma o seu caminho.mesmo que precise dar passos incertos, mesmo que saiba que pode fazer melhor o que est√° fazendo. Se voc√™ aceitar suas possibilidades no presente, vai melhorar no futuro, mas se negar suas limita√ß√Ķes, jamais se ver√° livre delas. Enfrente seu caminho com coragem, n√£o tenha medo da cr√≠tica dos outros. E, sobretudo, n√£o se deixe paralisar por sua pr√≥pria cr√≠tica. Deus estar√° sempre com voc√™ nas noites insones, e enxugar√° com seu amor as l√°grimas ocultas. Deus √© o Deus dos valentes.

A cada novo dia, a cada momento, temos a nossa disposição a maravilhosa possibilidade do encontro, que traz em si infinitas oportunidades. Precisamos apenas estar atentos.

Medo de sofrer é pior do que o próprio sofrimento. P.C.

O amor permanece, o homem é que muda. P.C.

Sempre antes de realizar um sonho, a Alma do Mundo resolve testar tudo aquilo que foi aprendido na caminhada. P.C.

Temos que estar sempre preparados para as surpresas do tempo. P.C.

Correndo o risco do fracasso,das decep√ß√Ķes,das desilus√Ķes,mas nunca deixando de buscar o amor. Quem n√£o desistir da busca,vencer√°!

S√£o textos que confirmam a viv√™ncia do autor e passam ao leitor a import√Ęncia de uma vida mais plena de realiza√ß√Ķes, dedica√ß√£o, e firmeza nas decis√Ķes.

Conhecimento sem transformação não é sabedoria.

Coisas que só você entende e mas ninguém...

O universo sempre nos ajuda a lutar por nossos sonhos.Porque são nossos sonhos, e só nós sabemos o quanto nos custa sonhá-los...

√Č preciso correr riscos. S√≥ entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconte√ßa. (Na Margem do Rio Piedra Eu sentei e Chorei)

O amor é sempre novo. Não importa que amemos uma, duas, dez vezes na vida, sempre estamos diante de uma situação que não conhecemos. (Na Margem do Rio Piedra Eu sentei e Chorei)

O amor pode nos levar ao inferno ou ao paraíso, mas sempre nos leva a algum lugar. (Na Margem do Rio Piedra Eu sentei e Chorei)

No momento em que partimos em busca do amor, ele também parte ao nosso encontro. E nos salva. (Na Margem do Rio Piedra Eu sentei e Chorei)

Sempre fazendo planos para o futuro... Sempre sendo surpreendida pelo presente

Se as pessoas pensassem um pouco mais na morte, n√£o deixariam jamais de dar o telefonema que est√° faltando. E seriam um pouco mais loucas.

As pessoas reclamam muito, mas se acovardam na hora de tomar providências. Querem que tudo mude, mas elas mesmas se recusam a mudar.

Senhor, protegei os nossos sonhos, porque sonhar também é uma maneira de rezar.

Quando alguem evolui, evolui tudo que est√° a sua volta.

¬ďNo come√ßo, eu tinha o entusiasmo da juventude. Pedia a Deus que me desse for√ßas para mudar a humanidade. Aos poucos, percebi que isto era imposs√≠vel. Ent√£o passei a pedir a Deus que me desse for√ßas para mudar quem estava a minha volta¬Ē. ¬ďAgora j√° estou velho, e minha ora√ß√£o √© muito mais simples. Pe√ßo a Deus o que devia ter pedido desde o come√ßo¬Ē. ¬ďPe√ßo para que consiga mudar a mim mesmo¬Ē.

¬ę Tende piedade dos que se escravizam pelo la√ßo de seda do Amor, e julgam-se donos de algu√©m, e sentem ci√ļmes, e matam-se com veneno e torturam-se porque n√£o conseguem ver que o Amor muda como o vento e como todas as coisas. Mas tende mais piedade dos que morrem de medo de amar, e rejeitam o amor em nome de um Amor Maior que eles n√£o conhecem, porque n√£o conhecem a Tua lei que diz: ¬ďQuem beber desta √°gua, nunca mais tornar√° a ter sede.¬Ē ¬ę Tende piedade dos que reduzem o Cosmos a uma explica√ß√£o, Deus a uma por√ß√£o m√°gica, e o homem a um ser com necessidades b√°sicas que precisam de ser satisfeitas, porque estes nunca ir√£o ouvir a m√ļsica das esferas. Mas tende piedade dos que possuem a f√© cega, e nos laborat√≥rios transformam merc√ļrio em ouro, e est√£o cercados de livros sobre os segredos do Tarot e o poder da pir√Ęmides. Porque estes n√£o conhecem a Tua lei que diz. ¬ď√Č das crian√ßas o reino dos c√©us.¬Ē .......

O amor e as represas são iguais:se você deixa uma brecha por onde um fio de água possa se meter,aos poucos ele vai arrebentando as paredes,chega um momento em que ninguém consegue mais controlar a força da correnteza.

Queria n√£o controlar meu cora√ß√£o. Penso: se pudesse entreg√°-lo ao menos por um final-de-semana esta chuva caindo em meu rosto teria outro sabor. Se amar fosse f√°cil eu estaria abra√ßada com ele, e a letra da m√ļsica contaria uma hist√≥ria que √© a nossa hist√≥ria.

Senhor, proteja as nossas d√ļvidas... ORA√á√ÉO QUE EU ESQUECI SENHOR, PROTEJA AS NOSSAS D√öVIDAS, PORQUE A D√öVIDA √Č UMA MANEIRA DE REZAR. √Č ELA QUE NOS FAZ CRESCER, PORQUE NOS OBRIGA A OLHAR SEM MEDO PARA AS MUITAS RESPOSTAS DE UMA MESMA PERGUNTA. E PARA QUE ISSO SEJA POSS√ćVEL, SENHOR, PROTEJA AS NOSSAS DECIS√ēES, PORQUE A DECIS√ÉO √Č UMA MANEIRA DE REZAR. DAI-NOS CORAGEM PARA, DEPOIS DA D√öVIDA SERMOS CAPAZES DE ESCOLHER ENTRE UM CAMINHO E OUTRO. QUE O NOSSO SIM SEJA SEMPRE UM SIM, E QUE NOSSO N√ÉO SEJA SEMPRE UM N√ÉO. QUE UMA VEZ ESCOLHIDO O CAMINHO, JAMAIS OLHEMOS PARA TR√ĀS, NEM DEIXEMOS QUE NOSSA ALMA SEJA CORRO√ćDA PELO REMORSO. QUE POSSAMOS, ATRAV√ČS DO TRABALHO E DA A√á√ÉO, COMPARTILHAR UM POUCO DO AMOR QUE RECEBEMOS. E PARA QUE TUDO ISSO SEJA POSS√ćVEL, SENHOR DAI-NOS SEMPRE ENTUSIASMO, PORQUE O ENTUSIASMO √Č QUE NOS LIGA AOS C√ČUS E √Ä TERRA, AOS HOMENS E √ÄS CRIAN√áAS, E NOS DIZ QUE TUDO √Č POSS√ćVEL, DESDE QUE ESTEJAMOS TOTALMENTE COMPROMETIDOS COM O QUE FAZEMOS. E PARA QUE ISTO SEJA POSS√ćVEL, SENHOR ....PROTEJA-NOS, PORQUE A VIDA √Č A √öNICA MANEIRA QUE TEMOS PARA MANIFESTAR O TEU MILAGRE. E ISTO S√ď √Č POSS√ćVEL SE TIVERMOS AMOR. PORTANTO, NUNCA NOS DEIXE EM SOLID√ÉO. DAI-NOS SEMPRE A TUA COMPANHIA, E A COMPANHIA DE HOMENS E MULHERES QUE T√äM D√öVIDAS, AGEM, SONHAM, SE ENTUSIASMAM, E VIVEM COMO SE CADA DIA FOSSE TOTALMENTE DEDICADO √Ä TUA GL√ďRIA. AM√ČM

O medo n√£o √© um sinal de covardia. √Č ele que nos d√° possibilidade de agir com bravura e dignidade diante das situa√ß√Ķes da vida. Quem sente medo*e apesar disso segue adiante,sem deixar-se intimidar* est√° dando uma prova de valentia. Quem,entretanto,enfrenta situa√ß√Ķes ariscadas sem dar-se conta do perigo,demonstra apenas irresponsabilidade...

O medo de sofrer doi muito mais do que o próprio sofrimento.

...Apenas por ter certeza de sua existência, continuei existindo...

...Quando voce est√° em busca da sua lenda pessoal, o universo conspira para te ajudar a realizar... (O Alquimista)

√Č justamente a possibilidade de realizar um sonho que torna a vida mais interessante .! (O Alquimista)

Sempre existe no mundo uma pessoa que espera a outra.E quando essas pessoas se encontram e seus olhos se cruzam,todo passado e todo futuro perde qualquer import√Ęncia e s√≥ existe aquele momento.

Os tolos s√£o aqueles que se acham os mais inteligentes

Tudo o que acontece uma vez pode nunca mais acontecer, mas tudo que acontece duas vezes com certeza acontecer√° uma terceira.

Os encontros mais importantes j√° foram combinados pelas almas antes mesmo que os corpos se vejam...

√Č preciso buscar o amor onde estiver, mesmo que isso signifique horas, dias, semanas de decep√ß√£o e tristeza. Porque ao momento em que partimos em busca do amor, ele tamb√©m parte ao nosso encontro.

...Aceite com sabedoria o fato de que o caminho est√° cheio de contradi√ß√Ķes. H√° momentos de alegria e desespero, confian√ßa e falta de f√©, mas vale a pena seguir adiante...

Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.

O poder da vontade n√£o transforma o homem. O tempo n√£o transforma o homem. O amor transforma.

Quem n√£o sabe ouvir n√£o escuta os conselhos que a vida nos d√°.

As mulheres pela vis√£o de um homem...N√£o importa o quanto pesa. √Č fascinante tocar, abra√ßar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber seu peso n√£o nos proporciona nenhuma emo√ß√£o. N√£o temos a menor id√©ia de qual seja seu manequim. Nossa avalia√ß√£o se d√° de outra forma, isso quer dizer: se tem forma de guitarra... est√° bem. N√£o nos importa quanto medem em cent√≠metros - √© uma quest√£o de propor√ß√Ķes, n√£o de medidas. As propor√ß√Ķes ideais do corpo de uma mulher s√£o: curvil√≠neas, cheinhas, carnudas... Essa classe de corpo que, sem d√ļvida, se nota numa fra√ß√£o de segundo. As magrinhas que desfilam nas passarelas, seguem a tend√™ncia desenhada por estilistas que, diga-se de passagem, parecem odiar as mulheres e com elas competem. Suas modas s√£o retas e sem formas. A maquiagem foi inventada para que as mulheres a usem. Usem! Para andar de cara lavada, basta a nossa. As saias foram inventadas para mostrar suas magn√≠ficas pernas... Se a natureza lhes deu estas formas curvil√≠neas, foi por alguma raz√£o e eu reitero: n√≥s gostamos assim. Ocultar essas formas √© como ter o melhor sof√° embalado no s√≥t√£o. √Č essa a lei da natureza... que todo aquele que se casa com uma modelo magra, anor√©xica, bul√™mica e nervosa logo procura uma amante cheinha, simp√°tica, tranq√ľila e cheia de sa√ļde. As jovens s√£o lindas... mas as de 40 para cima, s√£o verdadeiros pratos fortes. Por tantas delas somos capazes de atravessar o atl√Ęntico a nado. O corpo muda... cresce. N√£o da de entrar, sem ficar psic√≥tica, no mesmo vestido que usava aos 18. Uma mulher de 45, que entra na roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento ou est√° se auto-destruindo. N√≥s gostamos das mulheres que sabem conduzir sua vida com equil√≠brio e sabem controlar sua tend√™ncia a culpas. Ou seja, aquela que, quando tem que comer, come com vontade (a dieta vir√° em setembro, n√£o antes); quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade (n√£o se saboteia e n√£o sofre); quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que gosta, compra; quando tem que economizar, economiza. Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias n√£o lhes tira a beleza. S√£o testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, n√£o tiveram anos em formol, nem em spa... Viveram! O corpo da mulher √© o sagrado recinto da gesta√ß√£o de toda a humanidade, onde foi alimentada, ninada e, sem querer, marcada por estrias, ces√°rias e demais coisas que fizeram parte do processo que contribuiu para que estiv√©ssemos vivos. Portanto, Cuidem-no! Cuidem-se! Amem-se! A beleza √© tudo isto.

Sempre existe no mundo uma pessoa que espera a outra, seja no meio de um deserto, seja no meio das grandes cidades. E quando estas pessoas se cruzam, e seus olhos se encontram, todo o passado e todo o futuro perde qualquer import√Ęncia, e s√≥ existe aquele momento, e aquela certeza incr√≠vel de que todas as coisas debaixo do sol foram escritas pela mesma M√£o. A M√£o que desperta o Amor, e que fez uma alma g√™mea para cada pessoa que trabalha, descansa e busca tesouros debaixo do sol. Porque sem isto n√£o haveria qualquer sentido para os sonhos da ra√ßa humana. ( O Alquimista )

No amor ninguém pode machucar ninguém; cada um é responsável por aquilo que sente e não podemos culpar o outro por isso... Já me senti ferida quando perdi o homem por quem me apaixonei... Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém... Essa é a verdadeira experiência de ser livre: ter a coisa mais importante do mundo sem possuí-la. (11 Minutos)

-¬ďNingu√©m gosta de pedir muito da vida porque tem medo da derrota. Mas quem deseja realizar um sonho, tem que olhar o mundo como se fosse um tesouro imenso, que est√° ali a espera que seja descoberto e conquistado.¬Ē

Quando renunciamos aos nossos sonhos e encontramos a paz, temos um pequeno per√≠odo de tranq√ľilidade. Mas os sonhos mortos come√ßam a apodrecer dentro de n√≥s e a infestar todo o ambiente em que vivemos. O que quer√≠amos evitar no combate, a decep√ß√£o e a derrota, passa a ser o √ļnico legado de nossa covardia.

O bambu chin√™s Depois de plantada a semente do bambu chin√™s, n√£o se v√™ nada por aproximadamente 5 anos - exceto um diminuto broto. Todo o crescimento √© subterr√Ęneo; uma complexa estrutura de raiz, que se estende vertical e horizontalmente pela terra, est√° sendo constru√≠da. Ent√£o, ao final do 5¬ļ ano, o bambu chin√™s cresce at√© atingir a altura de 25 metros. Muitas coisas na vida pessoal e profissional s√£o iguais ao bambu chin√™s. Voc√™ trabalha, investe tempo, esfor√ßo, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento e, √†s vezes, n√£o v√™ nada por semanas, meses ou anos. Mas, se tiver paci√™ncia para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5¬ļ ano chegar√°; com ele vir√£o mudan√ßas que voc√™ jamais esperava. Lembre-se que √© preciso muita ousadia para chegar √†s alturas e, ao mesmo tempo, muita profundidade para agarrar-se ao ch√£o.

¬ďOs guerreiros da luz mant√©m o brilho nos olhos. Est√£o no mundo, fazem parte da vida de outras pessoas. Come√ßaram sua jornada sem alforge e sem sand√°lias. Muitas vezes s√£o covardes. Nem sempre agem certo. Os guerreiros da luz sofrem por coisas in√ļteis, tem atitudes mesquinhas, e √†s vezes se julgam incapazes de crescer. Frequentemente acreditam-se indignos de qualquer ben√ß√£o ou milagre. Os guerreiros da luz nem sempre t√™m certeza do que est√£o fazendo aqui. Muitas vezes passam noites em claro, achando que suas vidas n√£o t√™m sentido. Por isso s√£o guerreiros da luz. Porque erram. Porque se peguntam. Porque procuram uma raz√£o ¬Ė e com certeza v√£o encontr√°-la.¬Ē

Tudo est√° escrito nos ru√≠dos. O passado, o presente e o futuro do homem. Um homem que n√£o sabe ouvir, n√£o pode escutar os conselhos que a vida nos d√° a cada instante. S√≥ quem escuta o ru√≠do do presente, pode tomar a decis√£o certa. Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em a√ß√£o. Cuidado com suas a√ß√Ķes: elas se transformam em h√°bitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu car√°ter. Cuidado com seu car√°ter: ele controla seu destino

Embora meu objetivo seja compreender o amor, e embora sofra por causa das pessoas a quem entreguei meu coração, vejo que aqueles que me tocaram a alma não conseguiram despertar meu corpo, e aqueles que tocaram meu corpo não conseguiram atingir minha alma.

Todo Guerreiro... Todo guerreiro... j√° ficou com medo de entrar em combate Todo guerreiro... j√° traiu e mentiu no passado Todo guerreiro... j√° perdeu a f√© no futuro Todo guerreiro... j√° trilhou um caminho que n√£o era o dele Todo guerreiro... j√° sofreu por bobagens Todo guerreiro... j√° achou que n√£o era um guerreiro Todo guerreiro... j√° falhou em suas obriga√ß√Ķes Todo guerreiro... j√° disse N√ÉO quando seu cora√ß√£o pedia que dissesse SIM Todo guerreiro... j√° feriu profundamente algu√©m que amava Por isso √© que √© um GUERREIRO Porque passou por estes desafios e n√£o perdeu a Esperan√ßa de se tornar melhor!!!

SENHOR PROTEGEI AS NOSSAS D√öVIDAS, PORQUE A D√öVIDA √Č UMA MANEIRA DE REZAR. √Č ELA QUE NOS FAZ CRESCER, PORQUE NOS OBRIGA A OLHAR SEM MEDO PARA AS MUITAS RESPOSTAS DE UMA MESMA PERGUNTA. E PARA QUE ISSO SEJA POSS√ćVEL, SENHOR, PROTEJA AS NOSSAS DECIS√ēES, PORQUE A DECIS√ÉO √Č UMA MANEIRA DE REZAR. DAI-NOS CORAGEM PARA, DEPOIS DA D√öVIDA SERMOS CAPAZES DE ESCOLHER ENTRE UM CAMINHO E OUTRO. QUE O NOSSO SIM SEJA SEMPRE UM SIM, E QUE NOSSO N√ÉO SEJA SEMPRE UM N√ÉO. QUE UMA VEZ ESCOLHIDO O CAMINHO, JAMAIS OLHEMOS PARA TR√ĀS, NEM DEIXEMOS QUE NOSSA ALMA SEJA CORRO√ćDA PELO REMORSO. E PARA QUE ISTO SEJA POSSIVEL SENHOR PROTEGEI NOSSAS A√á√ēES, PORQUE A A√á√ÉO √Č UMA MANEIRA DE REZAR E. FAZEI COM QUE O P√ÉO NOSSO DE CADA DIA SEJA FRUTO DO MELHOR QUE LEVAMOS DENTRO DE N√ďS MESMOS. QUE POSSAMOS, ATRAV√ČS DO TRABALHO E DA A√á√ÉO, COMPARTILHAR UM POUCO DO AMOR QUE RECEBEMOS. E PARA QUE ISTO SEJA POSSIVEL SENHOR PROTEGEI NOSSOS SONHOS, PORQUE O SONHO √Č UMA MANEIRA DE REZAR. FAZEI COM QUE INDEPENDENTE DE NOSSA IDADE OU DE NOSSA CIRCUNSTANCIA, SEJAMOS CAPAZES DE MANTER ACESA NO CORA√á√ÉO A CHAMA DE ESPERAN√áA E PERSEVERAN√áA. E PARA QUE TUDO ISSO SEJA POSS√ćVEL, SENHOR DAI-NOS SEMPRE ENTUSIASMO, PORQUE O ENTUSIASMO √Č UMA MANEIRA DE REZAR. √Č ELE QUE NOS AFIRMA QUE TUDO √Č POSSIVEL, DESDE QUE ESTEJAMOS TOTALMENTE COMPROMETIDOS COM O QUE FAZEMOS. E PARA QUE ISTO SEJA POSS√ćVEL, SENHOR... PROTEJA-NOS, PORQUE A VIDA √Č A √öNICA MANEIRA QUE TEMOS PARA MANIFESTAR O TEU MILAGRE. QUE A TERRA CONTINUE TRANSFORMANDO O TRIGO EM P√ÉO. E ISTO S√ď √Č POSS√ćVEL SE TIVERMOS AMOR. PORTANTO, NUNCA NOS DEIXE EM SOLID√ÉO. DAI-NOS SEMPRE A TUA COMPANHIA, E A COMPANHIA DE HOMENS E MULHERES QUE T√äM D√öVIDAS, AGEM, SONHAM, SE ENTUSIASMAM, E VIVEM COMO SE CADA DIA FOSSE TOTALMENTE DEDICADO √Ä TUA GL√ďRIA. AM√ČM

Como √© facil ser dif√≠cil. Basta ficar longe do outros e , desta maneira, n√£o vamos sofrer nunca. N√£o vamos correr riscos do amor, das decep√ß√Ķes, dos sonhos frustrados. Como √© facil,ser dif√≠cil. N√£o precisamos nos preocupar com telefonemas que precisam ser dados, com pessoas que pedem nossa ajuda, com a caridade q √© necess√°rio fazer. Como √© f√°cil ser dif√≠cil. Basta fingir que estamos numa torre de marfim, que jamais derramamos uma lagrima. Basta passar o fim de nossa existencia representando um papel. Como √© facil ser dificil. Basta abrir m√£o do que existe de melhor na vida.

A Grande Conquista é o resultado de pequenas vitorias que passam despercebidas.

Todos nós sabemos o que é o medo. Mas a paixão nos faz ter coragem.

Use suas asas agora; é mais tarde do que você está pensando.

Segure a mão da criança que há dentro de você. Para ela, nada é impossível.

Seus sonhos s√£o as letras do livro que sua vida est√° escrevendo.

Cada momento de nossa realidade √© diretamente influenciado pela nossa maneira de achar como uma ¬ďrealidade¬Ē deve ser.

Por medo de diminuir, deixamos de crescer. Por medo de chorar, deixamos de rir.

When your legs are tired, walk with your heart.

O amor jamais morre de morte natural geralmente morre de sede porque nos esquecemos da fonte.

O mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e de correr o risco de viver seus sonhos.

Muita gente tem medo da felicidade. Para essas pessoas, esta palavra siginificamudar uma serie de h√°bitos - e perder sua pr√≥pria identidade. Muitas vezes nos julgamos indignos das coisas boas que acontecem conosco. N√£o aceitamos - porque aceit√°-los nos d√° a sensa√ß√£o de que estamos devendo alguma coisa a Deus. Pensamos; √Č melhor n√£o provar o ¬īcalice da alegria, porque, quando este nos faltar, iremos sofrer muito. Por medo de diminuir, deixamos de crescer. Por medo de xorar, deixamos de sorrir.

Hoje passei diante de um parque de divers√Ķes. Fiquei observando as pessoas. Fiquei muito tempo parada diante da montanha-russa: vi que a maioria das pessoas entrava ali em busca de emo√ß√£o, mas quando come√ßava a andar as pessoas ali presentes morriam de medo e pediam para pararem os carros. O que elas querem ? Se escolheram a aventura, n√£o deveriam estar preparadas para ir at√© o final ? Ou acham que seria mais interessante deixar de passar por esse sobe-e-desce, e ficar o tempo todo em um carrossel, girando no mesmo lugar ? No momento estou sozinha demais para pensar apenas em amor, mas preciso me convencer de que isso vai passar, estou nessa assim pois por parte fui eu quem escolhi este destino. A montanha-russa √© a minha vida, a vida √© um jogo forte e alucinante, a vida √© lan√ßar-se de p√°ra-quedas, arriscar-se, cair e voltar a levantar-se, √© alpinismo, √© querer subir ao topo de si mesmo, e ficar insatisfeito e angustiado quando falhar. N√£o √© f√°cil perder as coisas que mais se ama na vida, expressar-se e dizer o que realmente tem vontade de falar, ouvir coisas que os outros inventam, errar e n√£o poder tentar novamente. Mas a partir de hoje, quando ficar deprimida, vou lembrar-me daquele parque de divers√Ķes. Se eu tivesse dormido e acordado em uma motanha-russa, o que sentiria ? Bem, a primeira sensa√ß√£o √© a de estar aprisionada, ficar apavorada com as curvas, querer vomitar e sair dali. Entretando, se confiar que os trilhos s√£o meu destino, que Deus est√° governando a m√°quina, este pesadelo transforma-se em excita√ß√£o. Ela passa a ser exatamente o que √©, uma montanha-russa, um brinquedo seguro e confort√°vel, que vai chegar ao final, mas que, enquanto a viagem dura, me obrigo a olhar a paisagem ao redor e gritar de excita√ß√£o !

Sempre existe no mundo uma pessoa que espera a outra, seja no meio do deserto, seja no meio das grandes cidades, e quando estas pessoas se cruzam , e seus olhos se encontram, todo o passado e todo o futuro perdem qualquer import√Ęncia, e s√≥ existe aquele momento e aquela certeza incr√≠vel de que todas as coisas debaixo do sol foram escritas pela mesma M√£o.

Reconstruindo o mundo O pai estava tentando ler o jornal, mas o filho pequeno n√£o parava de perturb√°-lo. J√° cansado com aquilo, arrancou uma folha - que mostrava o mapa do mundo - cortou-a em v√°rios peda√ßos, e entregou-a ao filho. ¬ďPronto, a√≠ tem algo para voc√™ fazer. Eu acabo de lhe dar um mapa do mundo, e quero ver se voc√™ consegue mont√°-lo exatamente como √©¬Ē. Voltou a ler seu jornal, sabendo que aquilo ia manter o menino ocupado pelo resto do dia. Quinze minutos depois, por√©m, o garoto voltou com o mapa. ¬ďSua m√£e andou lhe ensinando geografia?¬Ē, perguntou o pai, aturdido. ¬ďNem sei o que √© isso¬Ē, respondeu o menino. ¬ďAcontece que, do outro lado da folha, estava o retrato de um homem. E, uma vez que eu consegui reconstruir o homem, eu tamb√©m reconstru√≠ o mundo¬Ē.

Quem ainda deseja esta nota? Cassan Said Amer conta a hist√≥ria de um palestrante que come√ßou um semin√°rio segurando uma nota de 20 d√≥lares e perguntando: - Quem deseja essa nota de 20 d√≥lares? V√°rias m√£os se levantaram, mas o palestrante pediu: - Antes de entreg√°-la, preciso fazer algo. Amassou-a com toda f√ļria, e insistiu: - Quem ainda quer esta nota? As m√£os continuaram levantadas. - E se eu fizer isso? Atirou-a contra a parede, deixou-a cair no ch√£o, ofendeu-a, pisoteou-a e mais uma vez mostrou a nota ¬Ė agora imunda e amassada. Repetiu a pergunta, e as m√£os continuaram levantadas. - Voc√™s n√£o podem jamais esquecer esta cena ¬Ė comentou o palestrante. ¬Ė N√£o importa o que eu fa√ßa com este dinheiro, ele continua sendo uma nota de 20 d√≥lares. Muitas vezes em nossas vidas somos amassados, pisados, maltratados, ofendidos; entretanto, apesar disso, ainda valemos a mesa coisa

RESISTIR Um guerreiro da Luz precisa de calma, paci√™ncia e muita rapidez. Ele necessita de todas essas qualidades ao mesmo tempo. Por outro Lado, os dois maiores erros s√£o agir antes da hora e deixar que a oportunidade passe longe. Para evitar que isso aconte√ßa, o guerreiro trata cada situa√ß√£o como se fosse unica e n√£o aplica f√≥rmulas, receitas ou opini√Ķes alheias. S√≥ ele ter√° que responder por seus atos. E tem consci√™ncia de sua responsabilidade. O califa Moauiyat perguntou a Omr Ben Al-Aas: Qual √© o segredo de sua grande habilidade pol√≠tica?. Nunca me meti em assunto sem ter estudado previamente a retirada. Por outro lado, nunca entrei e quis logo sair correndo, foi a resposta de Omr Ben Al-Aas.

Eleg√Ęncia e Delicadeza Shibumi √© uma palavra japonesa dif√≠cil de traduzir. Um mestre a utilizou para descrever um jantar em uma aldeia francesa. Os Japoneses usam essa palavra para qualificar sua arquitetura, explicou ele. Shibumi significa a total simplicidade, de repente quebrada por um arranjo floral, que enfeita o ambiente. Por causa disso, a beleza das casas japonesas √© mais sofisticada que a beleza das casas ocidentais, sempre cheias de objetos, uma confus√£o visual. Um Guerreiro da Luz precisa ter Shibumi: simplificar sua vida, mantendo a eleg√Ęncia e a delicadeza. [ O Passado n√£o existe mais; o futuro n√£o chegou; s√≥ existe o presente. √Č s√≥ no presente que a natureza divina da alma humana livre pode manifestar-se. ]

A UNIÃO Os mestres dizem que a descoberta espiritual é solitária. Por que estamos juntos, então?, perguntou um discípulo. Vocês estão juntos porque um bosque é mais forte que uma árvore só, respondeu o mestre.O bosque resiste muito mais ao vento, além de ajudar ao solo a ser fértil, continuou.O que faz a árvore forte é a raiz, mas ela não pode fazer nenhuma outra planta crescer.E o mestre conclui:Ter o mesmo propósito e deixar que cada um cresça é o caminho dos que comungam com Deus. [ A alegria de seu espírito é o indício de sua força. ]

A PLENITUDE DO AMOR Todo mundo √© capaz de se lembrar de um momento, que √© universal, comum a todos, talvez da primeira inf√Ęncia, no qual desejou amar a tudo e a todos - seu pai, sua m√£e, seus irm√£os, os maus, os bons, um c√£o, um gato, a grama - , e quis que todo mundo se sentisse bem, que todo mundo se sentisse feliz; mais ainda quando quis fazer algo de especial para que todos se sentisse felizes, que mesmo com seu sacrif√≠cio pessoal, mesmo dando sua vida para que todos pudessem se sentir felizes e alegres. Este sentimento √© o Sentimento do Amor, e √© preciso voltar a ele, pois ele √© a vida de cada um de n√≥s. [ Tudo que Voc√™ Faz deve Estar Pleno de AMOR ]

AS J√ďIAS DA IMPERATRIZ Certa vez, uma imperatriz romana perdeu suas j√≥ias preciosas. Foi anunciado por todo o imp√©rio que quem encontrasse suas gemas perdidas antes de trinta dias receberia uma grande recompensa, mas os que as devolvesse depois de passado trinta dias seria executado. Samuel, um rabino Judeu, encontrou as pedras preciosas, mas as devolveu apenas depois de passado os trinta dias do praso. O senhor esteve viajando?, perguntou- lhe a Imperatriz romana. N√£o, eu estive em casa. Talvez n√£o soubesse o que avia sido proclamado? N√£o, eu sabia exatamente o que avia sido proclamado. disse Samuel. Ent√£o porque n√£o devolveu essas coisas, minhas j√≥ias, antes de se expirassem os trinta dias? Agora ter√° de ser executado. Eu queria mostrar para a senhora que devolvi as suas preciosas j√≥ias perdidas, n√£o por medo, mas exclusivamente por temor a DEUS. Tudo √© infinito, nebuloso e transit√≥rio; s√≥ a virtude √© clara

O DISC√ćPULO Diz um ditado: quando o disc√≠pulo esta pronto, o mestre aparece. Pensando nisso, muita gente passa a vida se preparando para tal encontro. Quando cruza com o mestre, se entrega por dias, meses ou anos a fio. Mas descobre que o mestre n√£o √© o ser perfeito que imaginou, e sim um homem igual aos outros. Ao se ver diante de uma pessoa cheia de defeitos, o disc√≠pulo se sente roubado. Nessa hora, chega o desejo de abandonar a busca. Quando √© assim que a coisa funciona, nos deixa livres para criarmos nosso pr√≥prio caminho. Pensando dessa forma, Edinilton Lampi√£o deu uma vers√£o para o ditado m√°gico: quando o disc√≠pulo est√° pronto, o mestre simplesmente some.

GOSTO DE SAL V√≥s sois o sal da terra, disse Jesus aos disc√≠pulos. Ele estava se referindo tamb√©m a todos os crist√£os, numa das frases mais conhecidas das Sagradas Escrituras, que √© citada em pelo menos tr√™s evangelhos. Se o sal perde o sabor, para que servir√°?, pergunta um dos disc√≠pulos. O sal n√£o √© um alimento. N√£o podemos sobreviver muito tempo com apenas sal. Sozinho, o sal significa muito pouco. Entretanto, na medida em que o sal se relaciona com os outros alimento, sua presen√ßa afeta tudo. N√£o podemos v√™- lo, mas sabemos que esta ali, porque sua for√ßa se faz sentir. Uma pitada a mais pode estragar um prato. A falta de sal faz com que uma excelente comida perca o gosto e a personalidade. N√≥s somos o sal da terra quando nos misturamos com as outras pessoas. N√ÉO PODEMOS V√ä- LO, MAS SABEMOS QUE EST√Ā ALI, PORQUE SUA FOR√áA SE FAZ SENTIR

SEM PRESSA Um Guerreiro da Luz não tem pressa para nada na vida. O tempo trabalhara a seu favor sempre, se ele conseguir dominar a própria impaciência. Andando cada vez mais devagar, ele nota a firmeza de seus passos. Sabe que, como todos no mundo, que participa de um momento decisivo para a história, e precisa mudar a si mesmo antes de querer mudar o mundo. Como disse Lanza del Vasto, uma revolução precisa de tempo para se instalar. Pouco a pouco, o guerreiro muda sua vida e vai percebendo as diferenças. Gradualmente, enfrenta desafios maiores, que requerem mais esforço. Um guerreiro da Luz não pode ter pressa para conseguir o que deseja. Ele não pode colher o fruto enquanto ainda está verde. Por isso, ele espera o seu tempo. POUCO A POUCO, O GUERREIRO DA LUZ MUDA SUA VIDA E VAI PERCEBENDO AS DIFERENÇAS

VIDA E MEDO Cada um tem o seu modo de estar em paz com a pr√≥pria vida. Alguns precisam de seguran√ßa e outros se entregam sem medo. N√£o a f√≥rmula para se viver o pr√≥prio sonho. O escritor S. Anderson sempre foi rebelde e s√≥ conseguia escrever diante de sua rebeldia. Seus primeiros editores, preocupados com a situa√ß√£o de mis√©ria com que Anderson costumava viver, resolveram enviar para ele um cheque mensal como adiantamento de sua pr√≥ximas novela. Depois de um tempo, receberam a visita do escritor, que apareceu la apenas para devolver todos os cheques. Faz tempo que n√£o consigo escrever uma linha, disse Anderson. Para mim, √© imposs√≠vel trabalhar com a seguran√ßa financeira me olhando do outro lado da mesa. CADA UM TEM O SEU MODO DE ESTAR EM PAZ. N√ÉO H√Ā F√ďRMULA PARA SE VIVER O PR√ďPRIO SONHO

LI√á√ēES O Guerreiro da Luz se v√™, de vez em quando, andando pelas ruas sem qualquer destino. Nestes momentos, ele pensa: Nada do que planejei esta acontecendo. Dei o melhor de mim, segui os meus sonhos, fui fiel a DEUS. Entretanto, as coisas n√£o parecem caminhar para frente, meus esfor√ßos n√£o est√£o sendo recompensados. DEUS parece que esta surdo porque ele n√£o escuta minha voz, diz o guerreiro, com uma certa amargura na voz. Neste momento, a melhor coisa que ele deve fazer √© sentar-se num bar e pedir um caf√©. Depois de alguns momentos, ele ir√° ele ir√° entender que o tempo de DEUS n√£o √© seu pr√≥prio tempo. Em algum lugar do Universo, milhares de anjos est√£o se movendo e caminhando para ajudar todos aqueles que seguem seu cora√ß√£o. O GUERREIRO IR√Ā ENTENDER QUE O TEMPO DE DEUS N√ÉO √Č IGUAL AO SEU PR√ďPRIO TEMPO!

Os inimigos nem sempre são maus, pois suas críticas negativas nos animam e nos desafiam a provar o quanto somos capazes

Aquele que é sábio só é sábio porque ama.E aquele que é tolo, só é tolo porque pensa que pode entender o amor

O misterio do amor é maior que o misterio da morte

Descubra sua própria luz, ou passará o resto da vida sendo um pálido reflexo da luz alheia

√Č mais f√°cil amar que ser amado. Aceite o amor: ele nao vai ficar esperando para sempre.

Todos nós, cedo ou tarde, vamos morrer. E só quem aceita isso está preparado para a vida.

Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia.

Meus amores terminam mesmo antes de comecar

Porque pensar demais faz a gente desisitir ( do livro Onze Minutos)

Every time you judge yourself, you hurt yourself

Para ver o arco-íris, é preciso não temer a chuva.

Mova-se. Seus sonhos esperam por você, mas não vão ficar esperando para sempre

O caminho da sabedoria é não ter medo de errar.

O verdadeiro caminho da sabedoria pode se identificar por apenas três coisas: precisa ter amor, deve ser prático e pode ser trilhado por qualquer um.

Se ainda está na sua cabeça, é porque vale a pena arriscar.

Cuidado com as palavras: elas se transformam em a√ß√£o. Cuidado com as suas a√ß√Ķes: elas se transformam em h√°bitos. Cuidado com os seus h√°bitos: eles moldam seu car√°ter. Cuidado com seu car√°ter: ele controla seu destino.

Quando a gente sonha o universo conspira a nosso favor! Uma queda do 10¬į andar machuca tanto qanto uma queda do 3¬į... Se eu tiver que cair que seja de lugares bem altos Nada neste mundo √© totalmente errado... at√© um rel√≥gio parado fica certo duas vezes ao dia Onde est√° seu cora√ß√£o al√≠ estar√° tamb√©m o seu tesouro. (O Alquimista) Os construtores podem demorar anos em suas tarefas mas um dia terminam tudo. Ent√£o param, e ficam limitados por suas pr√≥prias paredes. A vida perde o sentido quando a constru√ß√£o acaba. Mas existem os que plantam. Estes √†s vezes sofrem com as tempestades, as esta√ß√Ķes, e raramente descansam. Mas ao contr√°rio de um edif√≠cio, o jardim jamais p√°ra de crescer. E, ao mesmo tempo que exige a aten√ß√£o do jardineiro, tamb√©m permite que, para ele, a vida seja uma grande aventura. Os jardineiros se reconhecer√£o entre si _ Porque sabem que na hist√≥ria de cada planta est√° o crescimento de toda a Terra. Sempre existe no mundo uma pessoa que espera outra... E quando essas pessoas se cruzam, e seus olhos se encontram, todo o passado e todo o futuro perdem qualquer import√Ęncia, e s√≥ existe aquele momento, e aquela certeza incr√≠vel de que todas as coisas debaixo do sol foram escritas pela mesma M√£o. A M√£o que desperta o amor... Olho o mundo com meus olhos e n√£o com os olhos dos outros (A Bruxa de Portobello) √Č preciso correr riscos... s√≥ entendemos direito o significado da vida quando deixamos que o inesperado aconte√ßa... (Na margem do Rio Piedra...) Escreve. Seja uma carta, um di√°rio ou umas notas enquanto falas ao telefone, mas escreve. Procura desnudar a tua alma por escrito, ainda que ningu√©m leia; ou, o que √© pior, que algu√©m acabe lendo o que n√£o querias. O simples acto de escrever ajuda-nos a organizar o pensamento e a ver com mais clareza o que nos rodeia. Um papel e uma caneta fazem milagres, curam dores, consolidam sonhos, levam e trazem a esperan√ßa perdida. As palavras t√™m poder. √Č preciso correr riscos, seguir certos caminhos e abandonar outros. Nenhuma pessoa √© capaz de escolher sem medo. √Č preciso n√£o relaxar nunca, mesmo tendo chegado t√£o longe. Existem momentos na vida que a √ļnica alternativa poss√≠vel √© perder o controle.

Pobre de quem teve medo de correr os riscos. Porque este talvez n√£o se decepcione nunca, nem tenha desilus√Ķes, nem sofra como aqueles que t√™m um sonho a seguir. Mas quando olhar para tr√°s - porque sempre olhamos para tr√°s - vai escutar seu cora√ß√£o dizendo: O que fizeste com os milagres que Deus semeou por teus dias? O que fizeste com os talentos que teu Mestre te confiou? Enterraste fundo em uma cova, porque tinhas medo de perd√™-los. Ent√£o, esta √© a tua heran√ßa: a certeza de que desperdi√ßaste sua vida.

Quando amamos e acreditamos do fundo de nossa alma, em algo, nos sentimos mais fortes que o mundo, e somos tomados de uma serenidade que vem da certeza de que nada poderá vencer a nossa fé. Esta força estranha faz com que sempre tomemos a decisão certa, na hora exata e, quando atingimos nossos objetivos ficamos surpresos com nossa própria capacidade. Por isso, somente pessoas grandes são aquelas que lutam por seus ideais.

(...) Quando estiver irritada, confusa, procure rir de você mesma. Ria alto, ria muito com esta mulher que está se preocupando, se angustiando, achando que seus problemas são os mais importantes do mundo. Ria desta situação patética, (...).

(...) - N√£o sou uma pessoa incapaz de ouvir um ¬ďn√£o¬Ē. Apenas acredito que estou tentando alcan√ßar o meu objetivo da maneira errada. H√° que se lutar pelos sonhos, mas h√° que saber tamb√©m que quando certos caminhos se mostram imposs√≠veis, √© melhor guardar suas energias para percorrer outras estradas.

(...) Como todos os brasileiros, tentei, lutei, me esforcei para acreditar que a situa√ß√£o do meu pa√≠s iria melhorar um dia, mas a cada ano que passa as coisas parecem mais complicadas, independentemente do governante, do partido, dos planos econ√īmicos, ou da aus√™ncia dos mesmos.

Em algum canto, em algum lugar que você talvez não tenha reparado até este momento, está a resposta que você queria, o milagre que você precisava. Para que este milagre aconteça basta prestar atenção

A beleza feminina sob a √≥tica masculina N√£o importa o quanto pesa. √Č fascinante tocar, abra√ßar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber seu peso n√£o nos proporciona nenhuma emo√ß√£o. N√£o temos a menor id√©ia de qual seja seu manequim. Nossa avalia√ß√£o √© visual. Isso quer dizer, se tem forma de guitarra¬Ö est√° bem. N√£o nos importa quanto medem em cent√≠metros - √© uma quest√£o de propor√ß√Ķes, n√£o de medidas. As propor√ß√Ķes ideais do corpo de uma mulher s√£o: curvil√≠neas, cheinhas, femininas¬Ö Essa classe de corpo que, sem d√ļvida, se nota numa fra√ß√£o de segundo. As magrinhas que desfilam nas passarelas, seguem a tend√™ncia desenhada por estilistas que, diga-se de passagem, s√£o todos gays e odeiam as mulheres e com elas competem. Suas modas s√£o retas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque n√£o podem t√™-los. N√£o h√° beleza mais irresist√≠vel na mulher do que a feminilidade e a do√ßura. A eleg√Ęncia e o bom trato, s√£o equivalentes a mil viagras. A maquiagem foi inventada para que as mulheres a usem. Usem! Para andar de cara lavada, basta a nossa. Os cabelos, quanto mais longos, melhor. Para andar com os cabelos curtos, bastam os nossos. As saias foram inventadas para mostrar suas magn√≠ficas pernas. Porque raz√£o as cobrem com cal√ßas longas? Lei da natureza¬Ö que todo aquele que se casa com uma modelo magra, anor√©xica, bul√™mica e nervosa logo procura uma amante cheinha, simp√°tica, tranquila e cheia de sa√ļde. Entendam de uma vez! Tratem de agradar a n√≥s e n√£o a voc√™s, porque, nunca ter√£o uma refer√™ncia objetiva, do quanto s√£o lindas, dita por uma mulher. Nenhuma mulher vai reconhecer jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher √© linda. As jovens s√£o lindas¬Ö mas as de 30 para cima, s√£o verdadeiros pratos fortes. Por tantas delas somos capazes de atravessar o Atl√Ęntico a nado. O corpo muda¬Ö cresce. N√£o podem pensar, sem ficarem psic√≥ticas que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18. Entretanto uma mulher de 36, na qual entre a roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento ou est√° se auto-destruindo. N√≥s gostamos das mulheres que sabem conduzir sua vida com equil√≠brio e sabem controlar sua natural tend√™ncia a culpas. Ou seja, aquela que quando tem que comer, come com vontade (a dieta vir√° em setembro, n√£o antes; quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade n√£o se saboteia e n√£o sofre); quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza. Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias n√£o lhes tira a beleza. S√£o feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, n√£o tiveram anos ¬Ďem formol¬í nem em spa¬Ö viveram! O corpo da mulher √© a prova de que Deus existe. √Č o sagrado recinto da gesta√ß√£o de todos os homens, onde foram alimentados, ninados e n√≥s, sem querer, as enchemos de estrias, de ces√°rias e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos. Cuidem-no! Cuidem-se! Amem-se! A beleza √© tudo isto. Tudo junto!

...Se eu tivesse que contar hoje minha vida para algu√©m, poderia faz√™-lo de tal maneira que iriam me achar uma mulher independente, corajosa e feliz. Nada disso: estou proibida de mencionar a √ļnica palavra que √© muito mais importante que os onze minutos** - amor. Durante toda a minha vida, entendi o amor como uma esp√©cie de escravid√£o consentida. √Č mentira: a liberdade s√≥ existe quando ele est√° presente. Quem se entrega totalmente, quem se sente livre, ama o m√°ximo. E quem ama o m√°ximo, sente-se livre. Por causa disso, apesar de tudo que posso viver, fazer, descobrir, nada tem sentido. Espero que este tempo passe r√°pido, para que eu possa voltar √† busca de mim mesma - encontrando um homem que me entenda, que n√£o me fa√ßa sofrer. Mas que bobagem √© essa que estou dizendo? No amor, ningu√©m pode machucar ningu√©m; cada um de n√≥s √© respons√°vel por aquilo que sente, e n√£o podemos culpar o outro por isso. J√° me senti ferida quando perdi os homens pelos quais me apaixonei. Hoje estou convencida de que ningu√©m perde ningu√©m, porque ningu√©m possui ningu√©m. Essa √© a verdadeira experi√™ncia da liberdade: ter a coisa mais importante do mundo, sem possu√≠-la...

O √ļnico poder que voce tem √© o poder de suas decis√Ķes. Use-o √† vontade

Só aceitamos uma verdade quando primeiro a negamos do fundo da alma, que não devemos fugir de nosso próprio destino, e que a mão de Deus é infinitamente generosa, apesar de seu rigor.

Todos esses meses de autocontrole, de recusa do amor, resultaram exatamente no oposto: deixar-me levar pela primeira pessoa que me deu uma atenção diferente.

Algumas pessoas nasceram para encarar a vida sozinhas, isso não é bom nem mau, apenas a vida. Eu sou uma dessas pessoas.

Não se pode dizer para a primavera? tomara que chegue logo e dure bastante. Pode-se apenas dizer: venha, me abençoe com sua esperança, e fique o máximo de tempo que puder.

Um guerreiro não tenta parecer; ele é.

Assim como o lutador, o guerreiro da luz conhece sua imensa força; e jamais luta com quem não merece a honra do combate.

O tempo ir√° lhe dizer se venceu ou perdeu; mas ele sabe que, a partir daquele momento, n√£o se pode fazer mais nada. O destino daquela luta est√° nas m√£os de Deus.

A fé apara todos os golpes. A fé transforma o veneno em água cristalina.

Cada vez que fala de um sonho, usa um pouco da energia deste sonho para se expressar. E, de tanto falar, corre o risco de gastar a energia necess√°ria para agir.

O Universo n√£o julga: conspira a favor do que desejamos.

A vida é muito rápida; faz a gente ir do céu para o inferno em questão de segundos.

Cada nota deixa em cada um de n√≥s uma lembran√ßa, mas √© a melodia inteira que conta uma hist√≥ria.¬Ē (O Aleph)

Essa é a qualidade do guerreiro: entender que vontade e coragem não são a mesma coisa. O Aleph

N√£o seja aquele tipo de pessoa que procura, acha, e depois sai correndo com medo!

Quem deseja ver o arco-íris, precisa aprender a gostar da chuva. (O Aleph)

Escolher a solidão para fugir de um problema, é sempre uma prova de fraqueza.

O senhor só exige das pessoas aquilo que está dentro das possibilidades de cada um.

Sabendo esperar O guerreiro da luz precisa de tempo para si mesmo. E usa este tempo para o descanso, a contempla√ß√£o, o contato com a alma do mundo. Mesmo no meio de um combate, ele consegue meditar. Em algumas ocasi√Ķes o guerreiro senta-se, relaxa, e deixa que tudo que est√° acontecendo ao seu redor continue acontecendo. Olha tudo a sua volta como se fosse um espectador, n√£o tenta crescer nem diminuir ¬Ė apenas entregar-se sem resist√™ncia ao movimento da vida. Aos poucos, tudo que parecia complicado come√ßa a tornar-se simples. E o guerreiro se alegra.

Transparente e secreto O guerreiro sabe que nenhum homem √© uma ilha, isolada no meio do oceano. Sabe que n√£o pode lutar sozinho; seja qual for o seu plano, sempre depende de outras pessoas. Precisa discutir sua estrat√©gia, pedir ajuda, e ¬ó nos momentos de descanso ¬ó ter algu√©m para contar hist√≥rias de combate ao redor da fogueira. Mas ele n√£o deixa que as pessoas confundam sua camaradagem com inseguran√ßa. Ele e transparente em suas a√ß√Ķes, e secreto nos seus planos. Um guerreiro da luz dan√ßa com seus companheiros, mas n√£o transfere para ningu√©m a responsabilidade de seus passos.

Na margem do Rio Pietra eu sentei e chorei √Č preciso correr riscos. S√≥ entendemos direito a um milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconte√ßa. Todos os dias Deus no d√° - junto com o sol - um momento que √© poss√≠vel mudar tudo que nos deixa infelizes. Todos os dias procuramos fingir que n√£o percebemos este momento, que ele n√£o existe, que hoje √© igual a ontem e ser√° igual a amanh√£. Mas, quem presta aten√ß√£o ao seu dia, descobre o instante m√°gico. Ele pode estar escondido na hora em que enfiamos a chave na porta pela manh√£, no instante de sil√™ncio logo ap√≥s o jantar, nas mil e uma coisas que nos parecem iguais. Este momento existe - um momento em que toda a for√ßa das estrelas passa por n√≥s, e nos permite fazer milagres. A felicidade √†s vezes √© uma b√™n√ß√£o - mas geralmente √© uma conquista. O instante m√°gico do dia nos ajuda a mudar, nos faz ir em busca de nossos sonhos. Vamos sofrer, vamos ter momentos dif√≠ceis, vamos enfrentar muitas desilus√Ķes - mas tudo √© passageiro, e n√£o deixa marcas. E, no futuro, podemos olhar para tr√°s com orgulho e f√©. Pobre de quem tem medo de correr os riscos. Porque este talvez n√£o se decepcione nunca, nem tenha desilus√Ķes, nem sofra como aquele que tem um sonho a seguir. Mas quando olhar para tr√°s - porque sempre olhamos para tr√°s - vai escutar seu cora√ß√£o dizendo: O que fizeste com os milagres que Deus semeou por teus dias? O que fizeste com os talentos que teu Mestre te confiou? Enterraste fundo em uma cova, porque tinhas medo de perd√™-los. Ent√£o, esta √© tua heran√ßa: a certeza de que desperdi√ßaste tua vida. Pobre de quem escuta estas palavras. Porque ent√£o acreditar√° em milagres, mas os intantes m√°gicos da vida j√° ter√£o passado.

O tempo pode apagar lembranças de um rosto, um corpo, mas jamais apagará lembranças de Pessoas que souberam fazer de pequenos instantes, grandes momentos. Quem conhece a felicidade não consegue mais aceitar humildemente a tristeza

Do livro Brida... Estava na prais com o meu pai, e ele me pediu para ver se a temperatura da água estava boa. Ela estava com cinco anos, e ficou contente de poder ajudar; foi até a beira da água e molhou os seus pés. Coloquei os pés, está fria, disse para ele. O pai pegou-a no colo, caminhou com ela até a beira do mar, e sem qualquer aviso, atirou0a dentro da água. ela levou um susto, mas depois ficou contente com a brincadeira. Como está a água? perguntou o pai. Está gostosa, respondeu. Então, daqui pra frente, quando você quiser saber alguma coisa, mergulhe nela.

A ferida O rabinomoshe de sassoy reuniu os seus dicipulos para dizer que havia finalmente aprendido como devemos amar o pr√≥ximo.eles pensaram que o rabino tivera uma revela√ß√£o divina,mas moshe negou. -Na verdade,aprendi sobre o amor quando escutei a conversa entre um casal. -A mulher perguntou;voc√™ me ama? eo marido respondeu. -Claro;Ent√£o a mulher insistiu: -Voc√™ sabe o que me faz sofrer? N√āO SEI;disse o marido. -Como pode me amar,sen√£o sabe oque me faz sofrer?foi o comentario da mulher. depois de narrar isto,moshe concluiu quem ama verdadeiramente pode evitar ferimentos desnecessarios:

O rapaz se virou então para a Mão que Tudo havia Escrito. E ao invés de falar qualquer coisa, sentiu que o Universo ficava em silêncio, e ficou em silêncio também. Uma força de Amor jorrou de seu coração, e o rapaz começou a rezar. Era uma oração que nunca tinha feito antes, porque era uma oração sem palavras ou sem pedidos. Não estava agradecendo pelas ovelhas haverem encontrado um pastor, nem implorado para vender mais cristais, nem pedindo para que a mulher que havia encontrado estivesse esperando sua volta. No silêncio que se seguiu, o rapaz entendeu que o deserto, o vento, e o sol também buscavam os sinais que aquela Mão havia escrito, e procuravam cumprir seus caminhos e entender o que estava escrito numa simples esmeralda. Sabia que aqueles sinais estavam espalhados na terra e no espaço, e que em sua aparência não tinham qualquer motivo ou significado, e que nem os desertos, nem os sois, e nem os homens sabiam porque tinham sido criados. Mas aquela Mão tinha um motivo para tudo isso, e só ela era capaz de operar milagres, de transformar oceanos em desertos, e homens em vento. Porque só ela entendia que um designio maior empurrava o Universo a um ponto onde os seis dias da criação de transformariam na Grande Obra. E o rapaz mergulhou na Alma do Mundo, e viu que a Alma do Mundo era a parte da Alma de Deus, e viu que a Alma de Deus era sua propria alma. E que podia então realizar milagres. O Alquimista

O universo ajuda-nos sempre a lutar pelos nossos sonhos, por mais idiotas que possam parecer. Porque são os nossos sonhos, e só nós sabemos quanto custa sonhá-los.

A todo ser humano foram concedidas duas maneiras de agir: a ação e a contemplação. Ambas levam ao mesmo lugar.

Nossos verdadeiros desejos sempre se transformam em realidade.

E nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca dos seus sonhos...

...Quem ama venceu o mundo o mundo, não tem medo de perder nada. O verdadero amor é um ato de entrega total...

A inocência deixa o coração aberto para o que há de melhor na vida!

A vida é como cozinhar: antes de escolher o que gosta, prove um pouco de tudo.

Todas as histórias de amor são iguais.

Antes de morrer, quero lutar pela VIDA. Se for preciso andarei sozinha .. Maiis irei ate aonde euu Quero.

Nosso anjo usa o lábio dos outros para conversar conosco. Preste atenção.

Agora deixo que a vida decida por mim...

Ninguém ganha sempre, mas os corajosos sempre ganham no final.

As condi√ß√Ķes ideais que voce est√° esperando n√£o existem. Comece a mudar agora

Amar √© como uma droga. No princ√≠pio vem a sensa√ß√£o de euforia, de total entrega. Depois, no dia seguinte, tu queres mais. Ainda n√£o te viciaste, mas gostaste da sensa√ß√£o e achas que podes mant√™-la sobre controlo. Pensas durante dois minutos nela e esqueces por tr√™s horas. Mas aos poucos, acostumas-te com aquela pessoa, e passas a depender completamente dela. Ent√£o pensas por tr√™s horas e esqueces por dois minutos. Se ela n√£o est√° por perto, experimentas as mesmas sensa√ß√Ķes que os viciados t√™m quando n√£o conseguem arranjar droga. Nesse momento, assim como os viciados roubam e se humilham para conseguir o que precisam, tu est√°s disposto a fazer qualquer coisa pelo amor.

Sempre antes de realizar um sonho, a Alma do Mundo resolve testar tudo aquilo que foi aprendido durante a caminhada. Ela faz isto n√£o porque seja m√°, mas para que possamos, junto com o nosso sonho, conquistar tamb√©m as li√ß√Ķes que aprendemos seguindo em dire√ß√£o a ele. √Č o momento em que a maior parte das pessoas desiste. √Č o que chamamos, em linguagem do deserto, de ¬ďmorrer de sede quando as tamareiras j√° apareceram no horizonte¬Ē. Confie em seu cora√ß√£o, mas n√£o se esque√ßa de que voc√™ est√° no deserto. Ningu√©m deixa de sofrer as conseq√ľ√™ncias de cada coisa que se passa debaixo do sol. Uma busca come√ßa sempre com a Sorte de Principiante. E termina sempre com a Prova do Conquistador.

Encontros Os encontros mais importantes j√° foram combinados pelas almas antes mesmo que os corpos se vejam. Geralmente estes encontros acontecem quando chegamos a um limite, quando precisamos morrer e renascer emocionalmente. Os encontros nos esperam ¬Ė mas a maior parte das vezes evitamos que eles aconte√ßam. Entretanto, se estamos desesperados, se j√° n√£o temos mais nada a perder, ou se estamos muito entusiasmados com a vida, ent√£o o desconhecido se manifesta, e nosso universo muda de rumo. Todos sabem amar, pois j√° nasceram com este dom. Algumas pessoas j√° o praticam naturalmente bem, mas a maioria tem que reaprender, relembrar como se ama, e todos ¬Ė sem exce√ß√£o ¬Ė precisam queimar na fogueira de suas emo√ß√Ķes passadas, reviver algumas alegrias e dores, quedas e subidas, at√© conseguir enxergar o fio condutor que existe por detr√°s de cada novo encontro.

no amor ninguém pode machucar, cada um de nós é responsável por aquilo que sente, e não podemos culpar o outro por isso. Já me senti ferida quando perdi os homens pelos quais me apaixonei. Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém. Onze Minutos

Lendas Cristãs Uma lenda cristã conta que quando o filho de Deus expirou na Cruz foi diretamente ao inferno salvar os pecadores. O diabo ficou triste: Não tenho mais função neste mundo. A partir de agora, todos aqueles que eram marginalizados serão enviados diretamente ao paraíso.Não chore, disse Jesus.Eu mandarei para cá todos aqueles que vivem condenando os que não seguem a minha palavra. O inferno ficará mais cheio do que é, até o dia em que eu retorne de novo.

Pobre de quem tem medo de correr os riscos...talvez não se decepcione nunca, nem sofra como aqueles que tem um sonho a seguir...quando olhar para traz...vai escutar seu coraçao dizendo...desperdiçaste tua vida...!

O Rabino que Lia O Rabino Dov Baer estudava as escrituras sagradas, enquanto seu filho de apenas 1 ano dormia tranq√ľilamente ao lado de sua mesa de trabalho. Em dado momento, a crian√ßa acordou e come√ßou a chorar compulsivamente. O Rabino Dov Baer, concentrado no que lia, n√£o prestou a menor aten√ß√£o ao seu filho. A crian√ßa chorou horas seguidas, at√© que o Rabino Zalman veio correndo do seu quarto e colocou-o no colo. Quando os gritos do menino finalmente cessaram, Zalman virou-se para o Dov Baer e disse: Admiro sua concentra√ß√£o no trabalho. Se queremos entender Deus, √© importante o estudo das escrituras. Mas, se queremos nos aproximar de Deus, Temos que primeiro consolar aqueles que est√£o chorando.

Detalhes O mestre Okakaru Kazuko reuniu seus disc√≠pulos para uma aula muito importante: Vou ensinar-lhes uma nova maneira de entrar em contato com o Universo, disse, surpreendendo a todos. Em seguida, Okakaru preparou um ch√° e serviu a todos. Mas fez isso com tanta formalidade, que terminou obrigando todos os seus alunos a perceberem a import√Ęncia dos pequenos detalhes na vida cotidiana de todos eles. Na verdade, eles n√£o s√£o pequenos.

Viver o Presente Todos já tivemos experiências difíceis. Isto faz parte de nossa passagem pela Terra. Por outro lado, é mentira pensar que tudo que acontece conosco tem seu lado bom. Existe coisas que deixam marcas muito difíceis de superar. Só existe uma maneira de nos livrarmos das experiências amargas: viver o presente. Aproveite sempre o agora. Como diz a célebre frase imortalizada pelos hippies: Hoje é o primeiro dia do resto da minha Vida.

A VIAGEM De Loren Eisley: A viagem da Vida √© dif√≠cil. Mesmo assim, conhe√ßo poucas pessoas que se deixaram deter por essas dificuldades. Entramos no mundo sem saber o que aconteceu no passado e o que reserva o futuro. √Č como se nossos pais estivessem em uma caravana e, de repente, nascemos no meio do percurso. Iremos o mais longe poss√≠vel. Mas, olhando a paisagem, sabemos que n√£o ser√° poss√≠vel conhecer e aprender tudo. Resta-nos tentar lembrar de tudo sobre a nossa viagem, para que possamos contar hist√≥rias. A narrativa, assim como a viagem, n√£o ir√° acabar nunca.

O amor √© sempre novo. N√£o importa que amemos uma, duas, dez vezes na vida - estamos sempre diante de uma situa√ß√£o que n√£o conhecemos. O amor pode levar-nos ao inferno ou ao para√≠so, mas leva-nos sempre a algum lugar. √Č preciso aceit√°-lo, porque ele √© o alimento da nossa exist√™ncia. Se nos recusamos, morremos de fome, enquanto vemos os ramos carregados da √°rvore da vida, sem coragem para estender a m√£o e colher os frutos. √Č preciso procurar o amor onde ele estiver, mesmo que isso signifique horas, dias, semanas de decep√ß√£o e tristeza. Porque no preciso momento em que partirmos em busca do amor, tamb√©m ele parte ao nosso encontro. E salva-nos.

Demorou muito para entender que n√£o era bem isto. H√° coisas que s√£o colocadas em nossas vidas para nos reconduzir ao verdadeiro caminho de nossa Lenda Pessoal. Outras surgem para que possamos aplicar tudo aquilo que aprendemos. E, finalmente, algumas chegam para nos ensinar.

Você pode mudar o seu futuro trazendo o passado para o presente. Passado e futuro existem apenas em nossa memória.

As pessoas sempre chegam na hora exata nos lugares onde est√£o sendo esperadas. - O Di√°rio de Um Mago

As pessoas sempre chegam na hora exata nos lugares onde est√£o sendo esperadas. (O Di√°rio de Um Mago)

Quem vai em busca dos montes nao se detem a recolher as pedras do caminho!!

Se amar fosse f√°cil eu estaria abra√ßada com ele, e a letra da m√ļsica contaria uma hist√≥ria que √© a nossa hist√≥ria.

What other people think of you is none of your business.

No matter how you feel today, get up, dress up and show up.

Se todo mundo ama você, alguma coisa está errada. Encontre pelo menos um inimigo para mantê-lo

Apesar de nos sentirmos incapazes de mudar o que está errado na gente e no mundo, o Amor ainda é mais forte, e nos ajudará a crescer.

Uma ameaça não pode causar nenhum mal, se não for aceita.

Apenas o amor merece absolutamente tudo. O resto não tem a menor lógica.

N√£o existem oportunidades √ļnicas, a vida d√° sempre outra chance.

√Č preciso n√£o relaxar nunca, mesmo tendo chegado t√£o longe.

Não se esconda atrás de um falso sorriso. Você tem o direito de não estar bem.

Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém. Essa é a verdadeira experiência de ser livre: ter a coisa mais importante do mundo sem possuí-la.

Ninguém sabe o que vai acontecer no próximo minuto, e mesmo assim as pessoas andam para frente. Porque confiam. Porque têm fé.

As emo√ß√Ķes s√£o cavalos selvagens

O tempo não é uma medida: mas uma qualidade. Quando voltamos ao passado, não estamos voltando uma fita, mas relembrando uma passagem sobre a Terra. Não se mede o tempo como se mede uma estrada, já que damos saltos gigantescos para tráz (lembranças) e para frente (projetos).

- No amor ninguém pode machucar ninguém; cada um é responsável por aquilo que sente e não podemos culpar o outro por isso . Já me senti ferida (o) quando perdi a pessoa por quem me apaixonei. Hoje estou convencida (o) de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém. Essa é a verdadeira experiência de ser livre: ter a coisa mais importante do mundo sem possuí-la. (11 Minutos -

O guerreiro da luz tem cuidado com as pessoas que pensam conhecer o caminho. Elas estão sempre tão confiantes na sua própria capacidade de decidir, que não percebem a ironia que o destino escreve a vida de cada um: e protestam quando o inevitável bate à porta. O guerreiro da luz tem seus sonhos. Os seus sonhos levam-no adiante. Mas ele jamais comete o erro de pensar que o caminho é fácil e que a porta é larga. Sabe que o Universo funciona como funciona a alquimia : Solve et coagula, diziam os mestres. Concentra e dispersa as Tuas energias, de acordo com a situação. Existem momentos para agir, e momentos para aceitar. O guerreiro faz a distinção.

Opini√£o masculina sobre o corpo feminino N√£o importa o quanto pesa. √Č fascinante tocar, abra√ßar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber seu peso n√£o nos proporciona nenhuma emo√ß√£o. N√£o temos a menor id√©ia de qual seja seu manequim. Nossa avalia√ß√£o √© visual, isso quer dizer, se tem forma de guitarra... est√° bem. N√£o nos importa quanto medem em cent√≠metros - √© uma quest√£o de propor√ß√Ķes, n√£o de medidas. As propor√ß√Ķes ideais do corpo de uma mulher s√£o: curvil√≠neas, cheinhas, femininas...Essa classe de corpo que, sem d√ļvida, se nota numa fra√ß√£o de segundo. As magrinhas que desfilam nas passarelas, seguem a tend√™ncia desenhada por estilistas que, diga-se de passagem, s√£o todos gays e odeiam as mulheres e com elas competem. Suas modas s√£o retas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque n√£o podem t√™-los.

Cada vez que morre uma pessoa, uma parte do universo é destruída. Tudo aquilo que este ser humano sentiu, experimentou, contemplou desaparece com ele, da mesma maneira que as lágrimas desparecem na chuva

O esp√≠rito n√£o tem nome, √© a verdade pura, est√° habitando aquele corpo por determinado per√≠odo, e um dia o deixar√° - sem que Deus se preocupe em perguntar quem √© voc√™? quando a alma chega diante do julgamento final. Deus perguntar√° apenas: Voc√™ amou enquanto estava vivo? A ess√™ncia da vida √© essa: a capacidade de amar, e n√£o o nome que carregamos em nossos passaportes, cart√Ķes de visitas, carteiras de identidade.

erson Luiz fala sobre uma rosa que queria a companhia das abelhas, mas nenhuma vinha at√© ela. Mas a flor ainda era capaz de sonhar. Ao sentir-se s√≥, imaginava um jardim coberto de abelhas, que vinham lhe beijar. E conseguia resistir at√© o pr√≥ximo dia, quando tornava a abrir suas p√©talas. ¬ďVoc√™ n√£o est√° cansada?¬Ē, deve ter perguntando algu√©m. ¬ďTalvez. Mas preciso continuar lutando¬Ē, responde a flor. ¬ďPor que?¬Ē ¬ďPorque, se eu n√£o me abrir, eu murcho¬Ē. Nos momentos dif√≠ceis, seja mais aberto. Muitas vezes, nossa √ļnica esperan√ßa de vit√≥ria consiste em permanecer na luta ¬Ė mesmo perdendo

Se existe algum consolo na tragédia de perder alguém que amamos tanto, é a esperança, sempre necessária, de que talvez tenha sido melhor assim. Eu durmo e acordo com essa certeza... (A Bruxa de Portobello)

N√£o s√£o as explica√ß√Ķes que nos levam para frente; √© a nossa vontade de seguir adiante

Quando você quiser saber alguma coisa, mergulhe nela.

Para não sofrer, era preciso também não amar.

Às vezes, certas bênçãos de Deus entram estilhaçando todas as vidraças.

Somos navegantes num mar que não conhecemos; que Ele conserve sempre nossa coragem em aceitar esse mistério.

Ter a coragem de dar os passos que sempre desejamos √© a √ļnica maneira de mostrarque confiamos em Deus.

Toda vez que estava em sua presença, minha existência parecia justificada.

O novo paganismo mostra que o homem é capaz de viver sem uma religião instituída, e ao mesmo tempo continuar na busca espiritual para justificar sua existência.

Não acredite que está mal: deixe que a Mãe possua seu corpo e sua alma, entregue-se através da dança ou do silêncio, ou das coisas comuns da vida.

Existem momentos na vida em que a √ļnica alternativa poss√≠vel √© perder o controle.

Independente do que est√° sentindo, levante-se, vista-se, e saia para brilhar.

Assuma o seu caminho. Mesmo que precise dar passos incertos, mesmo que saiba que pode fazer melhor o que est√° fazendo.

No Bom Combate, atacar ou fugir fazem parte da luta. O que não faz parte da luta é ficar paralisado de medo.

Um reino dividido não resiste às investidas do adversário. Um ser humano dividido não consegue viver com dignidade. - Nas Margens do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei

¬ďA melhor maneira de servir a Deus √© indo ao encontro de seus pr√≥prios sonhos. S√≥ quem √© feliz pode espalhar felicidade.

Nós, as mulheres, quando buscamos um sentido para nossa vida, ou o caminho do conhecimento, sempre nos identificamos com um dos quatro arquétipos clássicos. A Virgem (e aqui não estou falando de sexualidade) é aquela cuja busca se dá através da independência completa, e tudo que aprende é fruto de sua capacidade de enfrentar sozinha os desafios. A Mártir descobre na dor, na entrega, e no sofrimento, uma maneira de conhecer a si mesma. A Santa encontra no amor sem limites, na capacidade de dar sem nada pedir em troca, a verdadeira razão de sua vida. Finalmente, a Bruxa vai em busca do prazer completo e ilimitado - justificando assim sua existência. Athena foi as quatro ao mesmo tempo.

N√£o se esque√ßa que o fraco de hoje pode ser o forte de amanh√£. Ningu√©m √© tolo, e a vida ensina a todos ¬Ė mesmo que isto exija tempo. Saiba tratar cada um de acordo com suas qualidades espirituais, e n√£o se deixe enganar pelas apar√™ncias. Consiga aliados. A vida d√° muitas voltas, e nos coloca diante de provas a cada momento de nossa exist√™ncia. Por isso, se voc√™ estiver numa posi√ß√£o boa, procure beneficiar seus amigos. Distribua generosamente aquilo que recebe, e desta maneira nunca lhe faltar√° nada ¬Ė mesmo nos momentos dif√≠ceis. Deixe a energia das b√™n√ß√£os circular livremente. √Č surpreendente a efic√°cia da generosidade.

Ame as pessoas ao seu redor, diga-lhes o quanto elas significam para você, perceba que a felicidade é uma coisa tão simples, que você pode alcançá-la num só gesto, Desde que esse gesto transmita tudo de bom que existe em você. Desde que signifique SINCERIDADE Desde que demonstre AMOR. Ame as pessoas como se não houvesse amanhã ....

S√≥ existe uma coisa importante em nossas vidas: viver a nossa lenda pessoal, a miss√£o que nos foi destinada. Mas sempre terminamos nos sobrecarregando de ocupa√ß√Ķes in√ļteis, que acabam por destruir nossos sonhos( Maktub )

O vaso de porcelana e a rosa O Grande Mestre e o Guardi√£o dividiam a administra√ß√£o de um mosteiro zen. Certo dia, o Guardi√£o morreu e foi preciso substitu√≠-lo. O Grande Mestre reuniu todos os disc√≠pulos para escolher quem teria a honra de trabalhar diretamente ao seu lado. -Vou apresentar um problema ¬Ė disse o Grande Mestre. ¬Ė E aquele que o resolver primeiro, ser√° o novo Guardi√£o do templo. Terminado o seu curt√≠ssimo discurso, colocou um banquinho no centro da sala. Em cima estava um vaso de porcelana car√≠ssimo, com uma rosa vermelha a enfeit√°-lo. -Eis o problema ¬Ė disse o Grande Mestre. Os disc√≠pulos contemplavam, perplexos, o que viam: os desenhos sofisticados e raros da porcelana, a frescura e a eleg√Ęncia da flor. O que representava aquilo? O que fazer? Qual seria o enigma? Depois de alguns minutos, um dos disc√≠pulos levantou-se, olhou o mestre e os alunos a sua volta. Depois, caminhou resolutamente at√© o vaso, e atirou-o no ch√£o, destru√≠ndo-o. -Voc√™ √© o novo Guardi√£o ¬Ė disse o Grande Mestre para o aluno. Assim que ele voltou ao seu lugar, explicou: -Eu fui bem claro: disse que voc√™s estavam diante de um problema. N√£o importa qu√£o belo e fascinante seja, um problema tem que ser eliminado. ¬ďUm problema √© um problema; pode ser um vaso de porcelana muito raro, um lindo amor que j√° n√£o faz mais sentido, um caminho que precisa ser abandonado ¬Ė mas que insistimos em percorr√™-lo porque nos traz conforto¬Ē. ¬ďS√≥ existe uma maneira de lidar com um problema: atacando-o de frente¬Ē. Nessas horas, n√£o se pode ter piedade, nem ser tentado pelo lado fascinante que qualquer conflito carrega consigo¬Ē.

No deserto, as frutas eram raras. Deus chamou um dos seus profetas, e disse: - Cada pessoa s√≥ pode comer uma fruta por dia. O costume foi obedecido por gera√ß√Ķes, e a ecologia do local foi preservada. Como as frutas restantes davam sementes, outras √°rvores surgiram. Em breve, toda aquela regi√£o transformou-se num solo f√©rtil, invejado pelas outras cidades. O povo, por√©m, continuava comendo uma fruta por dia ¬Ė fiel √† recomenda√ß√£o que um antigo profeta tinha passado aos seus ancestrais. Al√©m do mais, n√£o deixava que os habitantes das outras aldeias se aproveitassem da farta colheita que acontecia todos os anos. O resultado era um s√≥: as frutas apodreciam no ch√£o. Deus chamou um novo profeta e disse: - Deixe que comam as frutas que queiram. E pe√ßa que dividam a fartura com seus vizinhos. O profeta chegou na cidade com a nova mensagem. Mas terminou sendo apedrejado ¬Ė j√° que o costume estava arraigado no cora√ß√£o e na mente de cada um dos habitantes. Com o tempo, os jovens da aldeia come√ßaram a questionar aquele costume b√°rbaro. Mas, como a tradi√ß√£o dos mais velhos era intoc√°vel, eles resolveram afastar-se da religi√£o. Assim, podiam comer quantas frutas queriam, e dar o restante para os que necessitavam de alimento. Na igreja local, s√≥ ficaram os que se achavam santos. Mas que, na verdade, eram pessoas incapazes de enxergar que o mundo se transforma, e que devemos nos transformar com ele.

Queria n√£o controlar meu cora√ß√£o. Penso: se pudesse entreg√°-lo ao menos por um final-de-semana, esta chuva caindo em meu rosto teria outro sabor. Se amar fosse f√°cil eu estaria abra√ßada com ele, e a letra da m√ļsica contaria uma hist√≥ria que √© a nossa hist√≥ria.

Olhando as coisas simples O guerreiro da luz sabe que, como dizem os tibetanos, ¬ďn√£o √© preciso uma experi√™ncia m√≠stica para descobrir que o mundo √© bom¬Ē. Basta perceber as coisas belas e simples √† sua volta. Quando tem medo, o guerreiro concentra-se nos pequenos milagres da vida di√°ria. Se √© capaz de ver o que √© belo, √© porque traz a beleza dentro de si ¬Ė j√° que o mundo √© um espelho, e devolve a cada homem o reflexo de seu pr√≥prio rosto. Embora conhecendo seus defeitos e limita√ß√Ķes, o guerreiro faz o poss√≠vel para manter o bom-humor nos momentos de crise. Afinal de contas, o mundo est√° se esfor√ßando para ajud√°-lo, mesmo que tudo √† sua volta pare√ßa dizer o contr√°rio.

O caminho do meio O monge Lucas, acompanhado de um disc√≠pulo, atravessava uma aldeia. Um velho perguntou ao asceta: ¬ďSanto homem, como me aproximo de Deus?¬Ē ¬ďDivirta-se. Louve o Criador com sua alegria¬Ē, foi a resposta. Os dois continuaram a caminhar. Neste momento, um jovem aproximou-se. ¬ďO que fa√ßo para me aproximar de Deus?¬Ē ¬ďN√£o se divirta tanto¬Ē, disse Lucas. Quando o jovem partiu, o disc√≠pulo comentou: ¬ďParece que o senhor n√£o sabe direito se devemos ou n√£o devemos nos divertir¬Ē. ¬ďA busca espiritual √© uma ponte sem corrim√£o atravessando um abismo¬Ē, respondeu Lucas. ¬ďSe algu√©m est√° muito perto do lado direito, eu digo ¬Ďpara a esquerda! ¬í Se aproximam-se do lado esquerdo, eu digo ¬Ďpara a direita!¬í. Os extremos nos afastam do caminho¬Ē.

Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos omtem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cda manhã traz uma benção escondida;uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desperdaçar.

Ame como a chuva fina.Esta cai em silencio,quase sem fazer notar,mas é capaz de tranbordar rios.

¬ďInsistimos em ver o cisco no olho, e esquecemos as montanhas, os campos e as oliveiras.

Ficar em silêncio não significa não falar, mas abrir os ouvidos para escutar tudo que está a nossa volta.

Quando você realmente deseja uma coisa, todo universo conspira ao seu favor.

Em cada instante das nossas vidas temos um pé nos contos de fadas e o outro no abismo.

A vida é muito veloz, faz-nos ir do céu ao inferno numa questão de segundos.

Quem j√° perdeu alguma coisa que tinha como garantida (algo que j√° me aconteceu muitas vezes), acaba por aprender que nada lhe pertence.

Posso escolher entre ser uma vitima do mundo ou uma aventureira em busca do seu tesouro. √Č tudo uma quest√£o de como vou olhar a minha vida.

√Äs vezes, o mundo pede-nos para lutar por coisas que n√£o conhecemos, por raz√Ķes que nunca iremos descobrir.

Um bom comandante sabe que o poder n√£o existe.

O poder só negocia com ele mesmo.

A possibilidade de realizar um sonho é o que faz que a vida seja interessante.

N√£o existem atalhos para qualquer lugar aonde valha a pena ir.

Quando todos os dias ficam iguais, é porque deixamos de perceber as coisas boas que aparecem em nossas vidas.

Não deixe ninguém lhe convencer que você não merece o que deseja!

A busca da felicidade é pessoal, e não um modelo que possamos dar para os outros.

Uma coisa é achar que estas no caminho certo, outra coisa é achar que o teu caminho é o unico...

¬ďN√£o importa como voc√™ est√° se sentido hoje: levante-se, vista-se, brilhe.¬Ē

O caminho do conhecimento é aberto para todos os homens.

Quando se viaja em direção a um objetivo é muito importante prestar atenção no caminho.

Todos os dias vemos sempre o melhor caminho a seguir, mas só andamos pelo caminho que estamos acostumados.

A √ļnica maneira de salvarmos nossos sonhos, √© sendo generosos conosco mesmos. Qualquer tentativa de auto-puni√ß√£o, por mais sutil que seja, deve ser tratada com rigor.

Sentir la terre cest se sentir vivant...

Quem j√° perdeu alguma coisa que tinha como garantida, termina por aprender que nada lhe pertence. E se nada me pertence tampouco preciso gastar o meu tempo cuidando das coisas que n√£o s√£o minhas.¬Ē

O silêncio é doloroso. Mas é no silêncio que as coisas tomam forma, e existem momentos em nossas vidas que tudo que devemos fazer é esperar. Dentro de cada um, no mais profundo do ser, está uma força que vê e escuta aquilo que não podemos ainda perceber. Tudo o que somos hoje nasceu daquele silêncio de ontem.

N√£o desista. Geralmente √© a √ļltima chave no chaveiro que abre a porta.

Tenham sempre um lugar Sagrado. Um canto Sagrado abre uma porte para o Ceu, e o Ceu penetra...

Os Anjos sao visiveis para quem aceita a Luz.

E quando todos os dias ficam iguais, é porque as pessoas deixaram de perceber as coisas boas que aparecem em suas vidas sempre que o sol cruza o céu.

Aproveita todas as oportunidades da tua vida, pois, quando elas passam, demoram muito tempo para voltar.

Le guerrier de la lumiere est celui qui est capable de comprendre le miracle de la vie, de luter jusquau bout pour ce en quoi il croit.

Un Guerrier sait distinguer ce qui est passager de ce qui est définitif.

Un Guerrier de la Lumiere peut choisir la solitude mais ne la subit pas.

Le Diable reside dans les détails...

La douleur dhier du Guerrier de la Lumiere se transforme en force daujourdhui.

Concentre et disperse tes energies en accord avec la situation. Il y a des moments pour agir et des moments pour accépter. Le Guerrier de la Lumiere sait faire cette distinction.

Certas coisas se perdem para sempre.

Quando as coisas começam a acontecer e o caminho se revela para nós, temos medo de seguir adiante.

O caminho da vida - √© e sempre ser√° o caminho do Mist√©rio. Aprender uma coisa significa entrar em contato com um mundo do qual n√£o se tem a menor id√©ia. √Č preciso ser humilde para aprender.

Sabedoria é conhecer e transformar.

Quanto mais você entender de si mesma, mais entenderá do mundo.

Deus é a palavra, Cuidado! Cuidado com o que você fala, em qualquer situação ou instante de sua vida.

Viva tudo intensamente, e guarde o que sentiu como uma d√°diva de Deus.

Hoje passei diante de um parque de divers√Ķes. Fiquei observando as pessoas. Fiquei muito tempo parada diante da montanha-russa: vi que a maioria das pessoas entrava ali em busca de emo√ß√£o, mas quando come√ßava a andar as pessoas ali presentes morriam de medo e pediam para pararem os carros. O que elas querem ? Se escolheram a aventura, n√£o deveriam estar preparadas para ir at√© o final ? Ou acham que seria mais interessante deixar de passar por esse sobe-e-desce, e ficar o tempo todo em um carrossel, girando no mesmo lugar ?

Quando algu√©m encontra seu caminho precisa ter coragem suficiente para dar passos errados. As decep√ß√Ķes, as derrotas, o des√Ęnimo s√£o ferramentas que Deus utiliza para mostrar a estrada.

Se as pessoas pensassem um pouco mais na morte, n√£o deixariam jamais de dar o telefonema que est√° faltando. E seriam um pouco mais loucas. Porque sempre temos tend√™ncia de ver coisas que n√£o existem, e ficar cegos para as grandes li√ß√Ķes que est√£o diante de nossos olhos. Bom dia! √ďtimo inicio de trabalho.

ografias dos principais autores, escritores e personalidades. A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z Biografias em Destaque Jos√© Saramago Biografia de Jos√© Saramago Benjamim Constant Biografia de Benjamim Constant E√ßa de Queiroz Biografia de E√ßa de Queiroz Charles Darwin Biografia de Charles Darwin Augusto Cury Biografia de Augusto Cury Guimar√£es Rosa Biografia de Guimar√£es Rosa Lu√≠s Fernando Ver√≠ssimo Biografia de Lu√≠s Fernando Ver√≠ssimo Salvador Dal√≠ Biografia de Salvador Dal√≠ Ter√™ncio Biografia de Ter√™ncio Gabriel Garcia Marques Biografia de Gabriel Garcia Marques Padre F√°bio de Mello Biografia de Padre F√°bio de Mello Oscar Wilde Biografia de Oscar Wilde Virg√≠lio Biografia de Virg√≠lio Arthur Schopenhauer Biografia de Arthur Schopenhauer Baruch Spinoza Biografia de Baruch Spinoza Deepak Chopra Biografia de Deepak Chopra Arist√≥teles Biografia de Arist√≥teles Fredo Biografia de Fredo Esopo Biografia de Esopo Z√≠bia Gasparetto Biografia de Z√≠bia Gasparetto Ant√īnio Vieira Biografia de Ant√īnio Vieira Machado de Assis Biografia de Machado de Assis Adam Smith Biografia de Adam Smith Xico S√° Biografia de Xico S√° √Črico Ver√≠ssimo Biografia de √Črico Ver√≠ssimo Conf√ļcio Biografia de Conf√ļcio Manoel Bandeira Biografia de Manoel Bandeira Florbela Espanca Biografia de Florbela Espanca Buson Biografia de Buson Fernando Anitelli Biografia de Fernando Anitelli T√°cito Biografia de T√°cito Max Lucado Biografia de Max Lucado Ab√≠lio Guerra Junqueiro Biografia de Ab√≠lio Guerra Junqueiro Saint-Exup√™ry Biografia de Saint-Exup√™ry Johann Goethe Biografia de Johann Goethe Sigmund Freud Biografia de Sigmund Freud Nicholas Sparks Biografia de Nicholas Sparks Maxwell Maltz Biografia de Maxwell Maltz Madre Teresa Biografia de Madre Teresa Dem√≥crito Biografia de Dem√≥crito Ernest Renan Biografia de Ernest Renan Ren√© Descartes Biografia de Ren√© Descartes Ana√Įs Nin Biografia de Ana√Įs Nin C.S. Lewis Biografia de C.S. Lewis Albert Einstein Biografia de Albert Einstein Max Weber Biografia de Max Weber Roberto Shinyashiki Biografia de Roberto Shinyashiki Her√°clito Biografia de Her√°clito Jane Austen Biografia de Jane Austen Adicione um pensamento Busca: Pensador no Twitter Siga-nos no Twitter Pensador no Facebook Seja nosso f√£ no Facebook RSS Assine o RSS do Pensador Frases no seu Blog Coloque as frases e textos do Pensador no seu Blog sites recomendados: E-Biografias Momentos Especiais frases de amor poemas de amor bob marley frases de bob marley frases de amizade frases de clarice lispector frases sobre a vida frases bonitas poemas de amizade mensagens de anivers√°rio william shakespeare frases rom√Ęnticas depoimentos de amor

√Č muito complicado viver. Era preciso correr riscos, seguir certos caminhos e abandonar outros... Mas isso n√£o era o pior. O pior era escolher, e ficar o resto da vida pensando se escolheu certo. Nenhuma pessoa era capaz de escolher sem medo.

Deus se manifesta em tudo, mas a palavra é um dos seus meios favoritos de agir. Porque a palavra é o pensamento transformado em vibração; você está colocando no ar a sua volta aquilo que antes era apenas energia.

Nunca deixe de ter d√ļvidas. Quando as d√ļvidas param de existir, √© porque voc√™ parou em sua caminhada. Ent√£o vem Deus e desmonta tudo... Ele nos obriga a andar quando paramos por qualquer raz√£o - comodismo, pregui√ßa, ou a falsa sensa√ß√£o de que j√° sabemos o necess√°rio.

Faça sua parte e não se preocupe com os outros. Acredite que Deus também fala com eles, e que eles estão tão empenhados quanto você em descobrir o sentido da vida

Levante-se e brilhe. Não é pecado ser feliz, não é virtude sofrer.

Existem dois tipos de idotas,os que deixam de fazer alguma coisa por que perceberam uma amea√ßa e os que acham que v√£o fazer alguma coisa por que est√£o amea√ßando. O dem√īnio e Srt Prym.

Tudo que é feito no presente afeta o futuro por consequência, e o passado por redenção.

Muitas vezes temos que dar tempo ao tempo. Outras vezes, temos que arregaçar as mangas, e resolver - nós mesmos - determinada situação. Neste caso, não existe pior coisa do que adiar.

.Nem sempre é coragem que te faz tão agressivo, às vezes é medo ...

Todos os dias Deus nos dá um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. O instante mágico é o momento em que um sim ou um não pode mudar toda a nossa existência.

Podia am√°-lo, mesmo que ele jamais soubesse; n√£o precisava de sua permiss√£o para sentir sua falta, pensar nele o dia inteiro, esper√°-lo.

O segredo da felicidade est√° em olhar todas as maravilhas do mundo e nunca se esquecer da sua miss√£o ou do seu objetivo.

Viver é experimentar, e não ficar pensando no sentido da vida.

Um guerreiro da Luz sabe distinguir o que é passegeiro, e o que é definitivo.

Um Guerreiro da Luz parece louco, mas isto √© apenas um disfarce. Ousou buscar junto a seu anjo as informa√ß√Ķes que precisava, conseguiu receb√™-las.

Quando você defende publicamente suas ideias, terá que se esforçar para viver de acordo com elas

Um Guerreiro da Luz sabe que ninguém ganha sempre, mas os corajosos sempre ganham no final.

Existem derrotas. Mas ninguém escapa delas. Por isso, é melhor perder alguns combates na luta por seus sonhos, que ser derrotado sem sequer saber por que você está lutando.

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos, não importa o nome que damos. O que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

No presente é que está o segredo; se você prestar atenção no presente, poderá melhorá-lo. E se você melhorar o presente, o que acontecerá depois também será melhor.

Mas tome cuidado com uma coisa: jamais deixe que as d√ļvidas paralisem suas a√ß√Ķes. Tome sempre todas as decis√Ķes que precisar tomar, mesmo sem ter seguran√ßa ou certeza de que est√° decidindo corretamente.

Amar √© como uma droga. No come√ßo vem a sensa√ß√£o de euforia, de total entrega. Depois, no dia seguinte, voc√™ quer mais. Ainda n√£o se viciou, mas gostou da sensa√ß√£o, e acha que pode mant√™-la sob controle. Pensa na pessoa amada durante dois minutos e esquece por tr√™s horas. Mas aos poucos, voc√™ se acostuma com aquela pessoa, e passa a depender completamente dela. Ent√£o pensa por tr√™s horas, e esquece por dois minutos. Se ela n√£o est√° perto, voc√™ experimenta as mesmas sensa√ß√Ķes que os viciados t√™m quando n√£o conseguem a droga. Neste momento, assim como os viciados roubam e se humilham para conseguir o que precisam, voc√™ est√° disposto a fazer qualquer coisa pelo amor.

Por isso é tão importante deixar certas coisas irem embora. Soltar. Desprender-se. As pessoas precisam entender que ninguém está jogando com cartas marcadas, às vezes ganhamos e às vezes perdemos. Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade ou soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.

¬ďBendito aquele que consegue dar aos seus filhos asas e ra√≠zes¬Ē, diz um prov√©rbio. Precisamos das ra√≠zes: existe um lugar no mundo onde nascemos, aprendemos uma l√≠ngua, descobrimos como nossos antepassados superavam seus problemas. Em um dado momento, passamos a ser respons√°veis por este lugar. Precisamos das asas. Elas nos mostram os horizontes sem fim da imagina√ß√£o, nos levam at√© nossos sonhos, nos conduzem a lugares distantes. S√£o as asas que nos permitem conhecer as ra√≠zes de nossos semelhantes, e aprender com eles. Bendito quem tem asas e ra√≠zes; e pobre de quem tem apenas um dos dois.

¬ďSe a dor tiver que vir, que venha r√°pido. Porque tenho uma vida pela frente, e preciso us√°-la da melhor maneira poss√≠vel. Se ele tem que fazer alguma escolha, que fa√ßa logo. Ent√£o eu o espero. Ou o esque√ßo. Esperar d√≥i. Esquecer d√≥i. Mas n√£o saber que decis√£o tomar √© o pior dos sofrimentos. Durante anos eu lutara contra meu cora√ß√£o, porque tinha medo da tristeza, do sofrimento, do abandono. Sempre soubera que o verdadeiro amor estava acima de tudo isto, e que era melhor morrer do que deixar de amar. Mas achava que apenas os outros tinham coragem. E agora, neste momento, descobria que eu tamb√©m era capaz. Mesmo que significasse partida, solid√£o, tristeza, o amor valia cada centavo do seu pre√ßo.¬Ē

Um Guerreiro da Luz não pode recusar a luta; mas sabe também que não deve arriscar sentimentos importantes, em troca de recompensas que não estão a altura do seu amor. Por isso o Guerreiro só arrisca seu coração por algo que vale a pena.

Os amigos do Guerreiro da Luz perguntam de onde vem sua energia, e ele diz: Do inimigo oculto. Os amigos perguntam Quem √©?. O Guerreiro responde: Algu√©m que n√£o podemos ferir! Pode ser um menino que o derrotou numa briga na inf√Ęncia, a namorada que o deixou aos onze anos, o professor que o chamava de burro. O inimigo oculto passa a ser um est√≠mulo. Quando est√° cansado, o Guerreiro lembra-se que ele ainda n√£o viu sua coragem. N√£o pensa em vingan√ßa, porque o inimigo oculto n√£o faz mais parte da sua hist√≥ria. Pensa apenas em melhorar sua habilidade, para que seus feitos corram o mundo e cheguem aos ouvidos de quem o machucou no passado. A dor de ontem tranformou-se na for√ßa de hoje.

Porque não vivo nem no meu passado, nem no meu futuro. Tenho apenas o presente, e ele é o que me interessa. Se você puder permanecer sempre no presente, então será um homem feliz. Vai perceber que no deserto existe vida, que o céu tem estrelas, e que os guerreiros lutam porque isto faz parte da raça humana. A vida será uma festa, um grande festival, porque ela é sempre e apenas o momento que estamos vivendo.

Porque o futuro pertence a Deus, e ele s√≥ o revela em circunst√Ęncias extraordin√°rias.

Existem pessoas que acostumam-se com seus próprios erros, e em pouco tempo confundem seus defeitos com virtudes.

√Č assim o mundo: falam como se conhecessem tudo, e se voc√™ ousa perguntar, n√£o sabem nada.

O pecado original não foi a maça que Eva comeu, foi achar que Adão precisava compatilhar exatamente o que ela havia experimetado.

Todos n√≥s, em algum momento, j√° dissemos entre l√°grimas: ¬ďestou sofrendo por um amor que n√£o vale a pena¬Ē. Sofremos porque achamos que damos mais do que recebemos.

Porque, na vida real, o amor precisa ser possível. Mesmo que não haja uma retribuição imediata, o amor só consegue sobreviver quando existe a esperança.

Quem é capaz de domar seu coração, é capaz de conquistar o mundo.

Porque, no momento em que partirmos em busca do amor, ele também parte ao nosso encontro

Se a dor tiver que vir, que venha r√°pido¬Ē, eu disse. ¬ďPorque tenho uma vida pela frente, e preciso us√°-la da melhor maneira poss√≠vel.

Quando se viaja em direção a um objetivo, é muito omportante prestar atenção no caminho. O caminho é que sempre nos ensina a melhor maneira de chegar, e nos enriquece...

Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em constante processo de mudança.

Como diz o velho prov√©rbio hippie: ¬ďhoje √© o primeiro dia do resto da minha vida¬Ē.

Senhor, abençoe nossa semana. Compreendemos que a alegria não é um pecado, sacrifício não é uma virtude.

If its stiil in your mind , its worth taking the risk .

A solid√£o vicia tanto quanto as drogas mais perigosas.

O amor é a matéria prima de qualquer sonho.

O medo de sofrer √© pior do que o pr√≥prio sofrimento. √Č preciso correr riscos, seguir certos caminhos e abandonar outros.

- Por que temos que escutar o coração? - perguntou o rapaz quando acamparam aquele dia. - Porque, onde ele estiver, é onde estará o seu tesouro.[….] - Meu coração tem medo de sofrer - disse o rapaz para o Alquimista, uma noite em que olhava o céu sem lua. - Diga para ele que o medo de sofrer é pior do que o próprio sofrimento. E que nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca de seus sonhos, porque cada momento de busca é um momento de encontro com Deus e com a eternidade.

¬ďDurante toda a minha vida, entendi o amor como uma esp√©cie de escravid√£o consentida. √Č mentira! A liberdade s√≥ existe quando ele esta presente. Quem se entrega totalmente, quem se sente livre, ama o m√°ximo.¬Ē

Quando alguma coisa est√° para acontecer ou chegar at√© sua vida, pequenas manifesta√ß√Ķes do cotidiano enviar√£o sinais indicando o caminho certo. Pode ser a palavra de um amigo, um texto lido, uma observa√ß√£o qualquer.

- Jamais tenha vergonha - continuou ele. - Aceite o que a vida lhe oferece, e procure beber das taças que estão na sua frente. Todos os vinhos devem ser bebidos - alguns, apenas um gole; outros, a garrafa inteira. - Como posso distinguir isso? - Pelo gosto. Só conhece o vinho bom, quem provou o vinho amargo

E o ser humano pode tolerar uma semana de sede, duas semanas de fome, muitos anos sem teto, mas n√£o pode tolerar a solid√£o. √Č a pior de todas as torturas, de todos os sofrimentos. Cada um de n√≥s √© respons√°vel por aquilo que sente, e n√£o podemos culpar o outro por isso.

Gilberto de Nucci tem uma excelente imagem sobre o nosso comportamento. Segundo ele, os homens andar a face da Terra em fila indiana, cada um carregando uma sacola na frente e outra atr√°s. Na frente saco, n√≥s colocamos as nossas qualidades. No saco de tr√°s, mantenha todos os nossas imperfei√ß√Ķes. Assim, durante a jornada pela vida, mantemos os olhos fixos nas virtudes que temos, em apertada nosso peito. Ao mesmo tempo, reparar impiedosamente nas bolsas do nosso colega que est√°. Mais tarde, todas as falhas que ele tem. E julgamos melhor do que ele, sem saber que a pessoa atr√°s de n√≥s est√° pensando mesmo por n√≥s.

Conheci a pintora Myie Tamaki durante um semin√°rio sobre Energia Feminina, em Kawaguciko, Jap√£o. Perguntei qual a sua religi√£o. ¬ďN√£o tenho mais religi√£o¬Ē, ela respondeu. Notando, a minha surpresa, explicou: ¬ďFui educada para ser budista. Os monges me ensinaram que o caminho espiritual √© uma constante ren√ļncia. Temos que superar nossa inveja, nosso √≥dio, nossas ang√ļstias de f√©, nossos desejos. Consegui me livrar de tudo isto, at√© que um dia meu cora√ß√£o ficou vazio. Os pecados tinham ido embora, e minha natureza humana tamb√©m. No in√≠cio fiquei contente, mas percebi que j√° n√£o compartilhava das alegrias e paix√Ķes das pessoas √† minha volta. Foi ent√£o que larguei a religi√£o. Hoje tenho meus conflitos, meus momentos de raiva e de desespero, mas sei que estou de novo perto dos homens, e, consequentemente, perto de Deus¬Ē.

No fundo, a culpa de tudo o que acontece em nossa vida é exclusivamente nossa. Muitas pessoas passaram pelas mesmas dificuldades que passamos, e reagiram de maneira diferente. Nós procuramos o mais fácil: uma realidade separada.

O bem e o mal tem a mesma face, o mesmo rosto, tudo depende da epoca, do momento, do instante em que cruzam o caminho de cada ser humano.

Beije devagar, ria sem reservas, viva verdadeiramente e perdoe de imediato.

Quem nunca está só já não conhece mais a si mesmo. E quem não conhece a si mesmo passa a temer o vazio.

M√™me Dieu a son Enfer, c¬īest son amour pour les hommes...

La véritée se trouve toujours ou existe la foi...

Une femme sait caresser le corps d¬īune autre femme comme aucun homme ne le sait, puisqu¬īelle en connait tous les secrets.

Se n√£o nascermos de novo, se n√£o torneramos a olhar a vida com innocencia e o entusiasmo da infencia, ent√£o viver n√£o tera mais sentido.

Se ouvirmos a criança que temos na alma, os nossos olhos tornarão a brilhar. Se não perdermos o contacto com essa criança, não perdermos o contacto com a vida.

Quem ama precisa saber perder-se e precisa saber encontrar-se...

Olha a terra a tua volta, deita-te no chão e sente o coração do planeta a bater.

Feche algumas portas. N√£o por orgulho ou arrog√Ęncia, mas porque j√° n√£o levam a lugar nenhum.

Se todo mundo ama você, alguma coisa está errada.

You have to take risks. We will only understand the miracle of life fully when we allow the unexpected to happen.¬Ē

¬ďTell your heart that the fear of suffering is worse than the suffering itself. And no heart has ever suffered when it goes in search of its dream.¬Ē

Love can consign us to hell or to paradise, but it always takes us somewhere.¬Ē

¬ďWhy do we have to listen to our hearts? Because, wherever your heart is, that is where youll find your treasure.¬Ē

¬ďN√£o enlouque√ßa buscando a perfei√ß√£o. Alguns defeitos s√£o importantes.¬Ē

When we least expect it, life sets us a challenge to test our courage and willingness to change; at such a moment, there is no point in pretending that nothing has happened or in saying that we are not ready. The challenge will not wait. Life does not look back. A week is more than enough time for us to decide whether or not to accept our destiny.¬Ē

√Č preciso permitir que algu√©m nos ajude, nos ap√≥ie, nos d√™ for√ßas para continuar. Se aceitamos este amor com pureza e humildade,vamos entender que o Amor n√£o √© dar ou receber, √© participar.