Sobre o Autor

Paulo Coelho

Paulo Coelho (24 de agosto de 1947 - ), escritor brasileiro.

É preciso permitir que alguém nos ajude, nos apóie, nos dê forças para continuar. Se aceitamos este amor com pureza e humildade,vamos entender que o Amor não é dar ou receber, é participar.

When we least expect it, life sets us a challenge to test our courage and willingness to change; at such a moment, there is no point in pretending that nothing has happened or in saying that we are not ready. The challenge will not wait. Life does not look back. A week is more than enough time for us to decide whether or not to accept our destiny.”

“Não enlouqueça buscando a perfeição. Alguns defeitos são importantes.”

“Why do we have to listen to our hearts? Because, wherever your heart is, that is where youll find your treasure.”

Love can consign us to hell or to paradise, but it always takes us somewhere.”

“Tell your heart that the fear of suffering is worse than the suffering itself. And no heart has ever suffered when it goes in search of its dream.”

You have to take risks. We will only understand the miracle of life fully when we allow the unexpected to happen.”

Se todo mundo ama você, alguma coisa está errada.

Feche algumas portas. Não por orgulho ou arrogância, mas porque já não levam a lugar nenhum.

Olha a terra a tua volta, deita-te no chão e sente o coração do planeta a bater.

Quem ama precisa saber perder-se e precisa saber encontrar-se...

Se ouvirmos a criança que temos na alma, os nossos olhos tornarão a brilhar. Se não perdermos o contacto com essa criança, não perdermos o contacto com a vida.

Se não nascermos de novo, se não torneramos a olhar a vida com innocencia e o entusiasmo da infencia, então viver não tera mais sentido.

Une femme sait caresser le corps d´une autre femme comme aucun homme ne le sait, puisqu´elle en connait tous les secrets.

La véritée se trouve toujours ou existe la foi...

Même Dieu a son Enfer, c´est son amour pour les hommes...

Quem nunca está só já não conhece mais a si mesmo. E quem não conhece a si mesmo passa a temer o vazio.

Beije devagar, ria sem reservas, viva verdadeiramente e perdoe de imediato.

O bem e o mal tem a mesma face, o mesmo rosto, tudo depende da epoca, do momento, do instante em que cruzam o caminho de cada ser humano.

No fundo, a culpa de tudo o que acontece em nossa vida é exclusivamente nossa. Muitas pessoas passaram pelas mesmas dificuldades que passamos, e reagiram de maneira diferente. Nós procuramos o mais fácil: uma realidade separada.

Conheci a pintora Myie Tamaki durante um seminário sobre Energia Feminina, em Kawaguciko, Japão. Perguntei qual a sua religião. “Não tenho mais religião”, ela respondeu. Notando, a minha surpresa, explicou: “Fui educada para ser budista. Os monges me ensinaram que o caminho espiritual é uma constante renúncia. Temos que superar nossa inveja, nosso ódio, nossas angústias de fé, nossos desejos. Consegui me livrar de tudo isto, até que um dia meu coração ficou vazio. Os pecados tinham ido embora, e minha natureza humana também. No início fiquei contente, mas percebi que já não compartilhava das alegrias e paixões das pessoas à minha volta. Foi então que larguei a religião. Hoje tenho meus conflitos, meus momentos de raiva e de desespero, mas sei que estou de novo perto dos homens, e, consequentemente, perto de Deus”.

Gilberto de Nucci tem uma excelente imagem sobre o nosso comportamento. Segundo ele, os homens andar a face da Terra em fila indiana, cada um carregando uma sacola na frente e outra atrás. Na frente saco, nós colocamos as nossas qualidades. No saco de trás, mantenha todos os nossas imperfeições. Assim, durante a jornada pela vida, mantemos os olhos fixos nas virtudes que temos, em apertada nosso peito. Ao mesmo tempo, reparar impiedosamente nas bolsas do nosso colega que está. Mais tarde, todas as falhas que ele tem. E julgamos melhor do que ele, sem saber que a pessoa atrás de nós está pensando mesmo por nós.

E o ser humano pode tolerar uma semana de sede, duas semanas de fome, muitos anos sem teto, mas não pode tolerar a solidão. É a pior de todas as torturas, de todos os sofrimentos. Cada um de nós é responsável por aquilo que sente, e não podemos culpar o outro por isso.

- Jamais tenha vergonha - continuou ele. - Aceite o que a vida lhe oferece, e procure beber das taças que estão na sua frente. Todos os vinhos devem ser bebidos - alguns, apenas um gole; outros, a garrafa inteira. - Como posso distinguir isso? - Pelo gosto. Só conhece o vinho bom, quem provou o vinho amargo

Quando alguma coisa está para acontecer ou chegar até sua vida, pequenas manifestações do cotidiano enviarão sinais indicando o caminho certo. Pode ser a palavra de um amigo, um texto lido, uma observação qualquer.

“Durante toda a minha vida, entendi o amor como uma espécie de escravidão consentida. É mentira! A liberdade só existe quando ele esta presente. Quem se entrega totalmente, quem se sente livre, ama o máximo.”

- Por que temos que escutar o coração? - perguntou o rapaz quando acamparam aquele dia. - Porque, onde ele estiver, é onde estará o seu tesouro.[….] - Meu coração tem medo de sofrer - disse o rapaz para o Alquimista, uma noite em que olhava o céu sem lua. - Diga para ele que o medo de sofrer é pior do que o próprio sofrimento. E que nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca de seus sonhos, porque cada momento de busca é um momento de encontro com Deus e com a eternidade.

O medo de sofrer é pior do que o próprio sofrimento. É preciso correr riscos, seguir certos caminhos e abandonar outros.

O amor é a matéria prima de qualquer sonho.

A solidão vicia tanto quanto as drogas mais perigosas.