Paul Charles Joseph Bourget (2 de setembro de 1852 – 25 de dezembro de 1935), foi um escritor novelista e crítico francês.

Paul Charles Joseph Bourget (2 de setembro de 1852 – 25 de dezembro de 1935), foi um escritor novelista e crítico francês.

Frases e Pensamentos

5 frases no total. Página 1/1, de 1-5

    "Todas as grandes esperanças são seguidas de tristeza."

        P. Bourget

    "A curiosidade é a última paixão das pessoas velhas."

        P. Bourget

    "A força do número é a mais brutal das forças, não carecendo, sequer, da audácia e do talento."

        P. Bourget

    "O sufrágio universal, a mais monstruosa e a mais iníqua das tiranias, pois a força do número é a mais brutal das forças, não tendo ao seu lado nem a audácia, nem o talento."

        P. Bourget

    "Uma nobre amizade é uma obra mestra a dois em que não é possível discernir o que pertence a um ou a outro dos colaboradores."

        P. Bourget

"As coisas muito claras me noturnam."

    Manoel de Barros

"Onde não puderes amar, não te demores..."

    Augusto Branco

"Eu não desisti...apenas não insisto mais."

    Cazuza

"Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho."

    Carlos Drummond de Andrade

"Todo o homem é culpado do bem que não fez."

    Voltaire

"Os mentirosos estão sempre prontos a jurar."

    Vittorio Alfieri

"Soltar os demônios pode ser muito educativo em certas ocasiões."

    Deepak Chopra

"O sexo é o alívio da tensão. O amor é a causa"

    Woody Allen

"Vento

Pastor das nuvens."

    Mario Quintana

"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."

    Fiódor Dostoiévski