Filósofo e escritor espanhol, Unamuno é classificado dentro da "geração de 98" espanhola. Ficou conhecido por desafiar o governo de Franco.

Filósofo e escritor espanhol, Unamuno é classificado dentro da "geração de 98" espanhola. Ficou conhecido por desafiar o governo de Franco.

Frases e Pensamentos

59 frases no total. Página 2/2, de 31-59

    "Ninguém está sujeito a maior número de faltas e erros do que aqueles que se regem unicamente pela reflexão."

        Miguel Unamuno

    "Não sabes qual dos teus próximos influi mais em ti, mas seguramente não é aquele que tens mais perto e vês e ouves amiúde."

        Miguel Unamuno

    "A erudição é, em muitos casos, uma forma mal disfarçada de preguiça intelectual, ou um ópio para adormecer as inquietações íntimas do espírito."

        Miguel Unamuno

    "Lembra-te de que os teus inimigos hão-de morrer."

        Miguel Unamuno

    "Aquilo a que chamamos espírito parece-me muito mais material do que aquilo a que chamamos matéria; sinto a minha alma mais manifesta e mais sensível do que o meu corpo."

        Miguel Unamuno

    "A liberdade é um bem comum, e se todos não desfrutam dela, não serão livres nem os que se julgam como tal."

        Miguel Unamuno

    "O meio mais eficaz para destruir uma lei é começar por aceitá-la; aceitar algo como mal necessário é o começo da sua eliminação."

        Miguel Unamuno

    "Crer é, em primeira instância, querer crer."

        Miguel Unamuno

    "Compadeça-se quem manda de quem obedece, e de si mesmo se compadeça por ter que mandar."

        Miguel Unamuno

    "Nós só vivemos contradições e para as contradições; a vida é tragédia e luta perpétua sem vitória e sem esperança de vitória; ela é contradição."

        Miguel Unamuno

    "A fé na razão está sujeita a parecer racionalmente tão insustentável como qualquer outra fé."

        Miguel Unamuno

    "Entre as graças que devemos à bondade de Deus, uma das maiores é a música. A música é tal qual como a recebemos: numa alma pura, qualquer música suscita sentimentos de pureza."

        Miguel Unamuno

    "Por cultura entendo a mais intensa vida interior, a de mais batalha, a de mais inquietação, a de mais ânsia."

        Miguel Unamuno

    "Há muitos, muitíssimos leitores que não gostam de que se os obrigue a pensar, e que querem que se lhes diga o que já sabem, o que já têm pensado."

        Miguel Unamuno

    "Tenta viver em contínua vertigem apaixonada; só os apaixonados levam a cabo obras verdadeiramente duradouras e fecundas."

        Miguel Unamuno

    "Terrível clareza / é o nada da certeza."

        Miguel Unamuno

    "É inútil querer discutir e tirar de alguém as suas ideias; as pessoas não querem deixar-se convencer; o melhor é deixá-las."

        Miguel Unamuno

    "O amor pode viver de recordações; o ódio requer realidades presentes."

        Miguel Unamuno

    "A maior parte daqueles que pensam em mudar de ideia nunca teve nenhuma."

        Miguel Unamuno

    "Quem não sente a ânsia de ser mais, não chegará a ser nada."

        Miguel Unamuno

    "A verdadeira ciência ensina sobretudo a duvidar e a ser ignorante."

        Miguel Unamuno

    "Quase todos os homens vivem inconscientemente no tédio. O tédio é o fundo da vida, foi o tédio que inventou os jogos, as distrações, os romances e o amor."

        Miguel Unamuno

    "Para cada alma há uma ideia que lhe corresponde e que é como a sua fórmula; e andam as almas e as ideias procurando-se umas às outras."

        Miguel Unamuno

    "Tem que se sair de casa para melhor querê-la e apreciá-la; os que se encerram em casa é mais para molestar aos seus e por falta de valor para lutar com os de fora."

        Miguel Unamuno

    "Não há futuro; o verdadeiro futuro é hoje; que é de nós hoje, é esta a única questão."

        Miguel Unamuno

    "Mais vale o erro em que se crê do que a realidade em que não se crê; pois não é o erro, e sim a mentira, o que mata a alma."

        Miguel Unamuno

    "Por mais terríveis que sejam as ortodoxias religiosas, as ortodoxias científicas são muito mais terríveis."

        Miguel Unamuno

    "O amor é filho da ilusão e pai da desilusão."

        Miguel Unamuno

    "Uma fé que não duvida, é uma fé morta."

        Miguel Unamuno

Biografia


Miguel de Unamuno nasceu em 1864, em Bilbao, na região basca. Em 1880 partiu para Madrid, a fim de cursar filosofia e letras. Recebeu o título de doutor depois de quatro anos, ao apresentar uma tese sobre a língua basca.

Depois disso, voltou para Bilbao, onde ficou até 1891. Foi nesse ano que Unamuno obteve a cátedra de Grego na Universidade de Salamanca e, em 1901, foi nomeado como reitor da mesma universidade.

Unamuno é classificado como um dos grandes nomes da “geração de 98” da inteligência espanhola, além de ser considerado o precursor do existencialismo em seu país. Suas obras são conhecidas por romperem com os gêneros tradicionais.

Em 1914, Unamuno foi destituído do cargo de reitor por causa de suas posições políticas. Apesar de ter retornado ao cargo, o autor foi afastado diversas outras vezes, pelos mesmos motivos.

Foi um defensor das idéias republicanas. Chegou, inclusive, a escrever um artigo que foi considerado uma afronta ao rei Afonso 13 e, por isso, foi deportado para a ilha de Fuerteventura, em 1924.

Unamuno exilou-se, então, na França, e lá ficou até 1930. No ano seguinte, com a proclamação da República, o autor pode assumir de novo o cargo de reitor na Universidade de Salamanca.

Porém, Unamuno se desencantou com o governo republicano e passou a ser entusiasta dos militares rebeldes, que eram comandados pelo general Francisco Franco. Seu novo posicionamento fez com que fosse novamente destituído, em 1936, que foi justamente quando começou a Guerra Civil Espanhola.

Os franquistas, após dominarem a cidade, levaram Unamuno de volta ao cargo. Mas perdeu-o mais uma vez, ao criticar o governo de Franco. Ficou em prisão domiciliar, onde permaneceu os últimos dias de sua vida.

Unamuno faleceu em 1936, em Salamanca.

Algumas de suas obras:
-"Paz na Guerra" (1895)
-"Névoa" (1914)
-"Poesias" (1907)
-"Andanças e Visões Espanholas" (1922)
-"Vida de Dom Quixote e Sancho" (1905)
-"A Agonia do Cristianismo" (1925).

"Onde não puderes amar, não te demores..."

    Augusto Branco

"Eu não desisti...apenas não insisto mais."

    Cazuza

"As coisas muito claras me noturnam."

    Manoel de Barros

"Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho."

    Carlos Drummond de Andrade

"Os mentirosos estão sempre prontos a jurar."

    Vittorio Alfieri

"Soltar os demônios pode ser muito educativo em certas ocasiões."

    Deepak Chopra

"O sexo é o alívio da tensão. O amor é a causa"

    Woody Allen

"Todo o homem é culpado do bem que não fez."

    Voltaire

"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."

    Fiódor Dostoiévski

"Vento

Pastor das nuvens."

    Mario Quintana