Filósofo e escritor espanhol, Unamuno é classificado dentro da "geração de 98" espanhola. Ficou conhecido por desafiar o governo de Franco.

Filósofo e escritor espanhol, Unamuno é classificado dentro da "geração de 98" espanhola. Ficou conhecido por desafiar o governo de Franco.

Frases e Pensamentos

59 frases no total. Página 1/2, de 1-30

    "Quanto menos se lê, mais dano provoca o que se lê."

        Miguel Unamuno

    "A palavra sábia é aquela que, dita a uma criança, é sempre compreendida sem a necessidade de explicações."

        Miguel Unamuno

    "Se amo alguns livros são aqueles em que sinto que o seu autor, que pode ter morrido séculos antes de eu ter sido engendrado, se dirigia a mim, a mim pessoal e concretamente, a mim em confidência."

        Miguel Unamuno

    "A existência não tem razão de ser, está acima de todas as razões."

        Miguel Unamuno

    "Não seja o teu pesar pelo que fizeste senão o propósito de tua futura melhora; todo outro arrependimento não é senão morte."

        Miguel Unamuno

    "Geralmente, quando detestamos alguma coisa nos outros é porque a sentimos em nós mesmos. Não nos aborrecem os defeitos que não temos."

        Miguel Unamuno

    "Escreve claro quem concebe ou imagina claro; com vigor, quem com vigor pensa, por ser a língua um vestido transparente do pensamento."

        Miguel Unamuno

    "Felizes daqueles cujos dias são todos iguais!"

        Miguel Unamuno

    "Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos, não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos."

        Miguel Unamuno

    "O que é o paradoxo? Uma palavra que os tolos inventaram para a aplicar a tudo o que ouvem pela primeira vez. Para Adão, tudo seria paradoxo, ou melhor, nada o seria."

        Miguel Unamuno

    "Os homens vivem juntos, porém cada um morre sozinho e a morte é a suprema solidão."

        Miguel Unamuno

    "As línguas, como as religiões, vivem de heresias."

        Miguel Unamuno

    "Quase sempre me vi tratado de menino velho, o que me consola, pois creio que é o melhor caminho para chegar a velho menino."

        Miguel Unamuno

    "O horror ao trabalho dá trabalhos sem conta."

        Miguel Unamuno

    "A dor é a substância da vida e a raiz da personalidade, pois somente sofrendo se é uma pessoa."

        Miguel Unamuno

    "Ler muito é um dos caminhos para a originalidade; uma pessoa é tão mais original e peculiar quanto mais conhecer o que disseram os outros."

        Miguel Unamuno

    "Se a mortalidade da alma pode ser terrível, não menos terrível pode ser a sua imortalidade."

        Miguel Unamuno

    "Não dês a ninguém aquilo que te peça, mas aquilo que achas que necessita; e suporta logo a ingratidão."

        Miguel Unamuno

    "É preciso esquecer para viver; a vida é esquecimento; cumpre abrir espaço para o que está por vir."

        Miguel Unamuno

    "Ler, ler, ler, viver a vida que outros sonharam."

        Miguel Unamuno

    "Diz a tua palavra e segue o teu caminho, e deixa que a roam até ao osso."

        Miguel Unamuno

    "Fé que não duvida é fé morta."

        Miguel Unamuno

    "Foram sempre os poetas, homens apaixonados pela glória, a contar a vaidade desta."

        Miguel Unamuno

    "O nome é em certo sentido a própria coisa; dar nome às coisas é conhecê-las e apropriar-se delas; a denominação é o ato da posse espiritual."

        Miguel Unamuno

    "O amor não se confunde com a vida, não é amor verdadeiro; o verdadeiro amor é hábito."

        Miguel Unamuno

    "A mulher veste-se para as demais mulheres, e não para os homens, nem sequer para aquele a quem mais quer."

        Miguel Unamuno

    "Todos têm o seu método tal como todos têm a sua loucura; mas só consideramos sensato aquele cuja loucura coincide com a da maioria."

        Miguel Unamuno

    "Não são as nossas ideias que nos fazem otimistas ou pessimistas, mas o otimismo e o pessimismo de origem fisiológica que fazem as nossas ideias."

        Miguel Unamuno

    "A ciência tira a sabedoria das pessoas e costuma convertê-las em fantasmas carregados de conhecimentos."

        Miguel Unamuno

    "O belo é o supérfluo, o que não tem o seu fim em si, a flor da vida."

        Miguel Unamuno

Biografia


Miguel de Unamuno nasceu em 1864, em Bilbao, na região basca. Em 1880 partiu para Madrid, a fim de cursar filosofia e letras. Recebeu o título de doutor depois de quatro anos, ao apresentar uma tese sobre a língua basca.

Depois disso, voltou para Bilbao, onde ficou até 1891. Foi nesse ano que Unamuno obteve a cátedra de Grego na Universidade de Salamanca e, em 1901, foi nomeado como reitor da mesma universidade.

Unamuno é classificado como um dos grandes nomes da “geração de 98” da inteligência espanhola, além de ser considerado o precursor do existencialismo em seu país. Suas obras são conhecidas por romperem com os gêneros tradicionais.

Em 1914, Unamuno foi destituído do cargo de reitor por causa de suas posições políticas. Apesar de ter retornado ao cargo, o autor foi afastado diversas outras vezes, pelos mesmos motivos.

Foi um defensor das idéias republicanas. Chegou, inclusive, a escrever um artigo que foi considerado uma afronta ao rei Afonso 13 e, por isso, foi deportado para a ilha de Fuerteventura, em 1924.

Unamuno exilou-se, então, na França, e lá ficou até 1930. No ano seguinte, com a proclamação da República, o autor pode assumir de novo o cargo de reitor na Universidade de Salamanca.

Porém, Unamuno se desencantou com o governo republicano e passou a ser entusiasta dos militares rebeldes, que eram comandados pelo general Francisco Franco. Seu novo posicionamento fez com que fosse novamente destituído, em 1936, que foi justamente quando começou a Guerra Civil Espanhola.

Os franquistas, após dominarem a cidade, levaram Unamuno de volta ao cargo. Mas perdeu-o mais uma vez, ao criticar o governo de Franco. Ficou em prisão domiciliar, onde permaneceu os últimos dias de sua vida.

Unamuno faleceu em 1936, em Salamanca.

Algumas de suas obras:
-"Paz na Guerra" (1895)
-"Névoa" (1914)
-"Poesias" (1907)
-"Andanças e Visões Espanholas" (1922)
-"Vida de Dom Quixote e Sancho" (1905)
-"A Agonia do Cristianismo" (1925).

"Onde não puderes amar, não te demores..."

    Augusto Branco

"Eu não desisti...apenas não insisto mais."

    Cazuza

"As coisas muito claras me noturnam."

    Manoel de Barros

"Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho."

    Carlos Drummond de Andrade

"Os mentirosos estão sempre prontos a jurar."

    Vittorio Alfieri

"Soltar os demônios pode ser muito educativo em certas ocasiões."

    Deepak Chopra

"O sexo é o alívio da tensão. O amor é a causa"

    Woody Allen

"Todo o homem é culpado do bem que não fez."

    Voltaire

"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."

    Fiódor Dostoiévski

"Vento

Pastor das nuvens."

    Mario Quintana