"Passageiro Clandestino No porta-mala do meu automovel Levo um anjo escondido... Quando chegamos a um descampado, Ele sai lá de dentro, distente as asas, bela como a vitoria E ai, então, nos seus ombros, dou uma longa volta pelos céus da cidade..."

Mario Quintana


Mario de Miranda Quintana foi um poeta, tradutor e jornalista brasileiro. Nasceu em Alegrete na noite de 30 de julho de 1906 e faleceu em Porto Alegre, em 5 de maio de 1994.

Comentários