Machado de Assis foi um escritor e poeta brasileiro. Foi o fundador da Academia Brasileira de Letras e é famoso por muitos de seus livros, como Memórias Póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro, Quincas Borba e O Alienista.

Machado de Assis foi um escritor e poeta brasileiro. Foi o fundador da Academia Brasileira de Letras e é famoso por muitos de seus livros, como Memórias Póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro, Quincas Borba e O Alienista.

Frases e Pensamentos

193 frases no total. Página 4/7, de 91-120

    "As pessoas valem o que vale a afeição da gente."

        Machado de Assis

    "Ninguem faz mal a um homem no mesmo instante em que vai pedir-lhe um favor."

        Machado de Assis

    "Que importa o tempo? Há amigos de oito dias e indiferentes de oito anos."

        Machado de Assis

    "Ruínas

    (...)
    Risos não tem, e em seu magoado gesto
    Transluz não sei que dor oculta aos olhos;
    — Dor que à face não vem, — medrosa e casta,
    Íntima e funda; — e dos cerrados cílios
    Se uma discreta muda
    Lágrima cai, não murcha a flor do rosto;
    Melancolia tácita e serena,
    Que os ecos não acorda em seus queixumes,
    Respira aquele rosto. A mão lhe estende
    O abatido poeta.
    Ei-los percorrem
    Com tardo passo os relembrados sítios,
    Ermos depois que a mão da fria morte
    Tantas almas colhera.
    Desmaiavam, nos serros do poente,
    As rosas do crepúsculo.
    “Quem és? pergunta o vate; o sol que foge
    No teu lânguido olhar um raio deixa;
    — Raio quebrado e frio; — o vento agita
    Tímido e frouxo as tuas longas tranças.
    Conhecem-te estas pedras; das ruínas
    Alma errante pareces condenada
    A contemplar teus insepultos ossos.
    Conhecem-te estas árvores. E eu mesmo
    Sinto não sei que vaga e amortecida
    Lembrança de teu rosto.”

    Desceu de todo a noite,
    Pelo espaço arrastando o manto escuro
    Que a loura Vésper nos seus ombros castos,
    Como um diamante, prende. Longas horas
    Silenciosas correram. No outro dia,
    Quando as vermelhas rosas do oriente
    Ao já próximo sol a estrada ornavam
    Das ruínas saíam lentamente
    Duas pálidas sombras:
    O poeta e a saudade."

        Machado de Assis

    "Há amigos de oito dias e indiferentes de oito anos."

        Machado de Assis

    "Crê em ti;mas nem sempre duvídes dos outros."

        Machado de Assis

    "A borboleta ,depois de esvoaçar muito em torno de mim,pousou-me na testa."

        Machado de Assis

    "Grande coisa é haver recebido do céu uma particula da sabedoria,o dom de achar as relações das coisas,a faculdade de as comparar e o talento de concluir!"

        Machado de Assis

    "Escrevia-a com a pena da galhofa e atinta da melancolia,e não é dificíl antever o que poderá sair desse conúnbio.

    Memórias Póstumas de Brás Cubas"

        Machado de Assis

    "Um homem consola-se mais ou menos das pessoas que perde."

        Machado de Assis

    "A vida é boa."

        Machado de Assis

    "Umas coisas nascem de outras, enroscam-se, desatam-se, confundem-se, perdem-se, e o tempo vai andando sem se perder de si..."

        Machado de Assis

    "Não há amor possível sem a oportunidade dos sujeitos."

        Machado de Assis

    "As pessoas valem o que vale a afeição da gente.
    E, é daí que mestre povo tirou aquele adágio que, quem o feio ama bonito lhe parece."

        Machado de Assis

    "Depois, querida, ganharemos o mundo!"

        Machado de Assis

    "A fortuna troca, ás vezes, os cálculos da natureza."

        Machado de Assis

    "Suporta-se com muita paciência a dor no fígado alheio."

        Machado de Assis

    "Não há alegria pública que valha uma boa alegria particular."

        Machado de Assis

    "A vaidade é um princípio de corrupção."

        Machado de Assis

    "O destino, como os dramaturgos, não anuncia as peripécias nem o desfecho."

        Machado de Assis

    "De todas as coisas humanas, a única que tem o fim em si mesma é a arte."

        Machado de Assis

    "Amor repelido é amor multiplicado."

        Machado de Assis

    "O tempo é um rato roedor das coisas, que as diminui ou altera no sentido de lhes dar outro aspecto."

        Machado de Assis

    "Dormir é um modo interino de morrer."

        Machado de Assis

    "O medo é um preconceito dos nervos. E um preconceito, desfaz-se - basta a simples reflexão."

        Machado de Assis

    "Também a dor tem suas hipocrisias."

        Machado de Assis

    "Não se perde nada em parecer mau - ganha-se tanto como em sê-lo."

        Machado de Assis

    "O amor é o egoísmo duplicado."

        Machado de Assis

    "Os dois horizontes

    Dois horizontes fecham nossa vida:

    Um horizonte, — a saudade
    Do que não há de voltar;
    Outro horizonte, — a esperança
    Dos tempos que hão de chegar;
    No presente, — sempre escuro, —
    Vive a alma ambiciosa
    Na ilusão voluptuosa
    Do passado e do futuro.

    Os doces brincos da infância
    Sob as asas maternais,
    O vôo das andorinhas,
    A onda viva e os rosais.
    O gozo do amor, sonhado
    Num olhar profundo e ardente,
    Tal é na hora presente
    O horizonte do passado.

    Ou ambição de grandeza
    Que no espírito calou,
    Desejo de amor sincero
    Que o coração não gozou;
    Ou um viver calmo e puro
    À alma convalescente,
    Tal é na hora presente
    O horizonte do futuro.

    No breve correr dos dias
    Sob o azul do céu, — tais são
    Limites no mar da vida:
    Saudade ou aspiração;
    Ao nosso espírito ardente,
    Na avidez do bem sonhado,
    Nunca o presente é passado,
    Nunca o futuro é presente.

    Que cismas, homem? — Perdido
    No mar das recordações,
    Escuto um eco sentido
    Das passadas ilusões.
    Que buscas, homem? — Procuro,
    Através da imensidade,
    Ler a doce realidade
    Das ilusões do futuro.

    Dois horizontes fecham nossa vida."

        Machado de Assis

    "Relíquia íntima

    Ilustríssimo, caro e velho amigo,
    Saberás que, por um motivo urgente,
    Na quinta-feira, nove do corrente,
    Preciso muito de falar contigo.

    E aproveitando o portador te digo,
    Que nessa ocasião terás presente,
    A esperada gravura de patente
    Em que o Dante regressa do Inimigo.

    Manda-me pois dizer pelo bombeiro
    Se às três e meia te acharás postado
    Junto à porta do Garnier livreiro:

    Senão, escolhe outro lugar azado;
    Mas dá logo a resposta ao mensageiro,
    E continua a crer no teu Machado."

        Machado de Assis

Biografia


Joaquim Maria Machado de Assis (1839 - 1908), foi um escritor e poeta brasileiro, e também o pioneiro como cronista. Foi o fundador da Academia Brasileira de Letras e é famoso por muitos de seus livros, como Memórias Póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro, Quincas Borba e O Alienista.

Com 16 anos, Machado de Assis publicou seu primeiro trabalho literário, o poema "Ela", na revista Marmota Fluminense, e apenas um ano depois consegue seu primeiro emprego como aprendiz de tipógrafo na Imprensa Nacional. É lá que conhece quem se tornaria seu protetor, Manuel Antônio de Almeida, autor da obra Memórias de um Sargento de Milícias.

No ano de 1860, a convite de Quintino Bocaiúva, Machado de Assis passou a fazer parte da redação do jornal Diário do Rio de Janeiro, além de escrever para as revistas O Espelho, A Semana Ilustrada e Jornal das Famílias. Um ano depois, publicou seu primeiro livro, chamado "Queda que as mulheres têm para os tolos".

No dia 28 de janeiro de 1897, Machado de Assis e o escritor José Veríssimo fundaram a Academia Brasileira de Letras e Machado de Assis foi eleito presidente da instituição, cargo que ocupou até sua morte.

Machado de Assis escreveu mais de 50 obras, entre romances, coletâneas de poesidas, contos, mas ficará sempre imortalizado por obras como Quincas Borba, Memórias Póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro e O Alienista.

"As coisas muito claras me noturnam."

    Manoel de Barros

"Onde não puderes amar, não te demores..."

    Augusto Branco

"Eu não desisti...apenas não insisto mais."

    Cazuza

"Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho."

    Carlos Drummond de Andrade

"Soltar os demônios pode ser muito educativo em certas ocasiões."

    Deepak Chopra

"O sexo é o alívio da tensão. O amor é a causa"

    Woody Allen

"Os mentirosos estão sempre prontos a jurar."

    Vittorio Alfieri

"Todo o homem é culpado do bem que não fez."

    Voltaire

"Vento

Pastor das nuvens."

    Mario Quintana

"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."

    Fiódor Dostoiévski