Johann Wolfgang von Goethe (28 de Agosto de 1749 em Frankfurt am Main – 22 de Março de 1832 em Weimar). Escritor, cientista e filósofo alemão.

Johann Wolfgang von Goethe (28 de Agosto de 1749 em Frankfurt am Main – 22 de Março de 1832 em Weimar). Escritor, cientista e filósofo alemão.

Frases e Pensamentos

200 frases no total. Página 4/7, de 91-120

    "Só sabemos com exactidão quando sabemos pouco; à medida que vamos adquirindo conhecimentos, instala-se a dúvida."

        Johann Goethe

    "O comportamento é um espelho em que cada um vê a sua própria imagem."

        Johann Goethe

    "Feliz aquele que reconhece a tempo que os seus desejos não estão de acordo com as suas faculdades."

        Johann Goethe

    "O mais belo estado da vida é a dependência livre e voluntária: e como seria ela possível sem amor?"

        Johann Goethe

    "Como é fecunda a mais pequena propriedade, quando se sabe cultivá-la bem."

        Johann Goethe

    "Quem não beija é como um morto."

        Johann Goethe

    "O tempo rende muito quando é bem aproveitado."

        Johann Goethe

    "A claridade é uma justa repartição de sombras e de luz."

        Johann Goethe

    "As pessoas felizes não acreditam em milagres."

        Johann Goethe

    "Quem faz com alegria e se alegra com o efectuado é feliz."

        Johann Goethe

    "Só a arte permite a realização de tudo o que na realidade a vida recusa ao homem."

        Johann Goethe

    "Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és. Saiba eu com que te ocupas e saberei também no que te poderás tornar."

        Johann Goethe

    "A multidão não pode ficar sem homens valentes, e os valentes são sempre um peso para ela."

        Johann Goethe

    "Se estamos no alto, Deus é tudo. Se estamos em baixo, Deus é uma compensação para a nossa miséria."

        Johann Goethe

    "Somente aquele que foi o mais sensível pode tornar-se o mais frio e o mais duro, para se defender do mais pequeno golpe - e esta própria couraça lhe pesa muitas vezes."

        Johann Goethe

    "Todos os pensamentos inteligentes já foram pensados; é preciso apenas tentar repensá-los."

        Johann Goethe

    "Não basta saber, é preciso também aplicar; não basta querer, é preciso também fazer."

        Johann Goethe

    "Prefiro uma injustiça a uma desordem."

        Johann Goethe

    "A ingratidão é sempre uma forma de fraqueza. Nunca vi homens hábeis serem ingratos."

        Johann Goethe

    "O homem não é só o inato mas também o adquirido."

        Johann Goethe

    "Tudo no mundo pode durar sempre, excepto o sucesso contínuo."

        Johann Goethe

    "O homem que sabe reconhecer os limites da sua própria inteligência está mais perto da perfeição."

        Johann Goethe

    "Quem supera, vence."

        Johann Goethe

    "São precisamente os erros dos homens que os tornam amáveis."

        Johann Goethe

    "Para mim, o maior dos suplícios seria estar sozinho no Paraíso."

        Johann Goethe

    "Dê-me o benefício das suas convicções, se as tiver, mas guarde para si as dúvidas. Bastam-me as que tenho."

        Johann Goethe

    "No mundo há muitas palavras mas poucos ecos."

        Johann Goethe

    "A alegria não está nas coisas, está em nós."

        Johann Goethe

    "Sou velho de mais para censurar, mas suficientemente jovem para agir."

        Johann Goethe

    "Legisladores ou revolucionários que prometem simultaneamente a igualdade e a liberdade são sonhadores ou charlatães."

        Johann Goethe

Biografia


Johann Wolfgang von Goethe, nasceu no dia 28 de Agosto de 1749, em Frankfurt.

Herdou do seu pai, o gosto pelas pesquisas e pelas coleções. Aos 16 anos inicia seus estudos, estudou Belas Artes, Latim, Grego, Francês, Italiano; além destes fez outros cursos, nomeadamente, medicina, botânica e geologia.

Quando completou 19 anos, regressou à Frankfurt, esgotado pela vida agitada que levava. Aproveitou o descanso obrigatório para ler Shakespeare, estudar Alquimia, Cabala e as obras de Paracelso. Não foi necessário muito tempo para a sua recuperação. Viajou para Estrasburgo para aí, formar-se em advocacia.

Em 1775 o Príncipe Carlos Augusté, chama Weimar para este ocupar altos cargos públicos, onde ficou até 1783 e depois regressa a Frankfurt. Aí, escreve um romance, publica um drama, faz grande sucesso, tornando-se um dos precursores do romantismo nascente. Compôs inúmeros poemas de inspiração maçônica.

Em Setembro de 1786 vai para a Itália ficando lá até 1788, onde resolveu abandonar as Artes Plásticas, para dedicar parte substancial do seu tempo à poesia. Na Itália teve a revelação do mundo clássico, lá, cultivou as Ciências Físicas e Naturais.

Ao regressar a sua terra natal, abandonou os cargos oficiais, conhece a sua amante Cristiane Vulpius, uma jovem de 23 anos, que em 1789 lhe dá o único filho: Augusto. O casamento de ambos só acontece em 19 de Outubro de 1806.

No 1808, dedica-se ao estudo das cores, da morfologia das plantas, da mineralogia. Novas notícias acerca dele só em 1816, quando ficou viúvo. O filho falece em Outubro de 1830, com cerca de 41 anos de idade.

Algumas das suas obras declaravam a sua fé na Astrologia e nas suas obras vemos várias dúvidas filosóficas da época. Deu inicio a um novo método de aproximar o homem com a natureza, numa concepção do mundo expressa na fusão da intuição com o pensamento. Toda a sua obra evidencia uma busca incessante da sabedoria, em busca do conhecimento da suprema verdade. Seus trabalhos sobre: Física, Biologia e Fisiologia possuem grande importância científica.

JOHANN WOLFANG VON GOETHE escreveu Poesia, Drama, Novela, Filosofia e Ciências. Eis alguns dos mais importantes escritos:

- Samtliche Werke In Chronologischer Folge, 45 Vols.;
- Metamorfose das Plantas (1790);
- Contribuição para a Ótica (1791);
- Da teoria das Cores (1810);
- Metamorfose dos Animais (1820).

"As coisas muito claras me noturnam."

    Manoel de Barros

"Onde não puderes amar, não te demores..."

    Augusto Branco

"Eu não desisti...apenas não insisto mais."

    Cazuza

"Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho."

    Carlos Drummond de Andrade

"Os mentirosos estão sempre prontos a jurar."

    Vittorio Alfieri

"Vento

Pastor das nuvens."

    Mario Quintana

"O sexo é o alívio da tensão. O amor é a causa"

    Woody Allen

"Todo o homem é culpado do bem que não fez."

    Voltaire

"Soltar os demônios pode ser muito educativo em certas ocasiões."

    Deepak Chopra

"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."

    Fiódor Dostoiévski