Sobre o Autor

Johann Goethe

Johann Wolfgang von Goethe (28 de Agosto de 1749 em Frankfurt am Main – 22 de Março de 1832 em Weimar). Escritor, cientista e filósofo alemão.

A vista do Homem é imperfeita, e ele sempre luta em meio a uma neblina de semi-escuridão. Luta e peca durante toda a existência. No entanto, caminha instintivamente para a Luz.

A alma humana é como a água: ela vem do Céu e volta para o Céu, e depois retorna à Terra, num eterno ir e vir.

Quem, de três milênios, não é capaz de se dar conta, vive na ignorância, na sombra, à mercê dos dias, do tempo.

Se cada um de nós varresse a frente do nosso lugar, o mundo todo seria limpo.

É muito mais fácil reconhecer o erro do que encontrar a verdade; aquele está na superfície e por isso é fácil erradicá-lo; esta repousa no fundo, e não é qualquer um que a pode investigar.

Almejas voar mas temes ficar tonto?

Se os macacos chegassem a experimentar tédio, poderiam tornar-se gente.

O génio, esse poder que deslumbra os olhos humanos, não é outra coisa senão a perseverança disfarçada.

Amor não deve somente queimar, mas também aquecer.

Quando tiveres cumprido o teu dever, resta-te ainda outro: mostrares-te satisfeito.

Quem não conhece línguas estrangeiras, não sabe nada da própria.

Quem não sente qualquer amor, tem de aprender a lisonjear, senão não se arranja.

Só os homens sagazmente ativos, que conhecem as suas atidões e as usam com medida e sensatez, poderão fazer avançar substancialmente o mundo.

Não há maior consolação para a mediocridade do que o fato de o génio não ser imortal.

Cada um só porque fala, julga também saber falar da linguagem.

O que a mocidade deseja, a velhice o tem em abundância.

É certo, afinal de contas, que neste mundo nada nos torna necessários a não ser o amor.

Ideias genéricas e uma grande presunção estão sempre em via de causar uma terrível desgraça.

A lei é poderosa, porém mais poderosa é a necessidade.

O verdadeiro é semelhante a Deus; não aparece espontaneamente, temos de o adivinhar pelas suas manifestações.

Aprender a dominar é fácil, a reinar difícil.

O ser humano tem muito mais desejos que necessidades.

O génio, esse poder que deslumbra os olhos humanos, não é outra coisa senão a perseverança bem disfarçada.

A vida é a infância da imortalidade.

É fácil pensar, é difícil agir, mas agir segundo o próprio pensamento é o mais difícil.

Autoridade: sem ela o homem não pode existir e, no entanto, ela traz consigo tanto o erro como a verdade.

A felicidade mais elevada é aquela que corrige os nossos defeitos e equilibra as nossas debilidades.

As palavras do poeta volteiam incessantemente em redor das portas do paraíso e batem implorando a imortalidade.

Se é um prazer desfrutar do que é bom, prazer maior é provar o que é melhor; e na arte aquilo que é ótimo é bom o suficiente.

Quem pensa muito, nem sempre escolhe o melhor.