"O homem perfeito é lindo Tem um pouco de mistério É belo quando está rindo E belo quando está sério O homem perfeito é bom Tem um jeito carinhoso Quando fala em meigo tom Causa arrepio gostoso O homem perfeito é fino É solicito, é fiel Tem a graça de um menino E é mais doce que o mel O homem perfeito adora dar flores Botões de rosa A uma velha senhora Ou uma jovem formosa O homem perfeito tem a energia Não se cansa, lava a louça Cozinha, gosta muito de criança O homem perfeito é sensível A grande arte, gosta de dança e balé Nunca há de magoar-te Pra encerrar a preceito Esses versos que alinhei Se existe um homem perfeito Ele só pode ser gay."

Jô Soares


Jô Soares (José Eugênio Soares) nasceu em 1938, no Rio de Janeiro. Comediante, humorista e dramaturgo.

Comentários