Servir é a divisa de quantos gostam de mandar.

Sobre o Autor

Jean Giraudoux

Hyppolyte Jean Giraudoux (29 de outubro de 1882, em Bellac, Haute-Vienne, Limousin, França - 31 de janeiro de 1944, em Paris, França) foi um escritor francês.

Mais frases de Jean Giraudoux

O amor tem momentos realmente exaltantes: são as rupturas.

O cavalo, como toda a gente sabe, é a parte mais importante do cavaleiro.

Que o teu corpo não seja a primeira cova do teu esqueleto.

Os homens inventaram a guerra para lá estarem sem nós e apenas entre homens.

É com as mentiras da manhã que as mulheres constroém as verdades da noite.

O Homem em tempo de guerra chama-se herói. Pode não ser mais corajoso e fugir a toda a pressa. Mas, ao menos, é um herói que bate em retirada.

Bravos face ao inimigo, fracos perante a guerra, eis a divisa dos verdadeiros generais.

Tenho um amigo obeso que não suportaria viajar em terceira classe de Paris a Ruão, e que vai, naquele corpo de quarta classe, do nascimento à morte.

O desporto é o único meio de conservar no homem as qualidades do homem primitivo.

A felicidade é tão exigente como a esposa legítima.

As nações, como os homens, morrem de imperceptíveis descortesias.

Os heróis são aqueles que tornam magnífica uma vida que já não podem suportar.

Em que consiste a pior das covardias? Parecer-se covarde perante os outros e manter a paz? Ou ser-se covarde perante nós próprios e provocar a guerra?

Servir é a divisa de quantos gostam de mandar.

Deus não previu a felicidade para as suas criaturas, previu apenas compensações.

O destino é simplesmente a forma acelerada do tempo.

Uma vez declarada a guerra, é impossível deter os poetas. A rima ainda é o melhor tambor.

Só se mata bem o que se ama.

Só se reconhece o erro quando todo mundo o compartilha