As razões da honra não têm coerência. Mas os povos não podem prescindir da honra, pagaremos caro termos acreditado em nós em vez de nela.

Sobre o Autor

Georges Bernanos

Georges Bernanos (20 de fevereiro de 1888 – 5 de julho de 1948) foi um escritor francês.

Mais frases de Georges Bernanos

É um grande engano pensar que o homem mediano só tem paixões medianas.

Mais vale ter um mau caráter que não ter caráter nenhum.

O acaso assemelha-se a nós.

A vida ensinou-me que ninguém é consolado, sem que tenha primeiro consolado outros; que nada recebemos, sem que primeiro tenhamos dado.

As faltas que cometo não me ajudam, perturbam-me demasiado.

O perigo não está na multiplicação das máquinas e sim no número cada vez maior de pessoas habituadas, desde a infância, a só desejar o que as máquinas podem dar.

De quem nos ama, esperamos sobretudo de um pouco de tempo.

Se queres assumir em pleno o teu trabalho, não te esqueças de que toda a vocação só se consegue concretizar com muita dedicação.

Quem busca a verdade do homem deve apropriar-se da sua dor.

Morro em cada noite para ressuscitar em cada manhã. (...) Cada noite em que se entra é aquela da Santíssima Agonia....

As razões da honra não têm coerência. Mas os povos não podem prescindir da honra, pagaremos caro termos acreditado em nós em vez de nela.

A verdadeira esperança é uma qualidade, uma determinação heróica da alma. E a mais elevada forma de esperança é o desespero superado.

A partir de certa idade, a glória chama-se desforra.

Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade.

Que Deus nos proteja dos santos!

Tão frequentemente o intelectual é um imbecil que o deveríamos sempre tomar como tal, até que nos tenha provado o contrário.

De todos os inconvenientes da idade, a experiência não é o menos importante.

Para encontrar a esperança é necessário ir além do desespero. Quando chegamos ao fim da noite, encontramos a aurora.

Ser humilde não significa de modo algum procurar humilhações.

O mundo será julgado pelas crianças. O espírito da infância julgará o mundo.

Boas palavras custam pouco e valem muito.

As pequenas coisas parecem insignificantes, mas dão-nos a paz.

O pobre prefere um copo de vinho a um pão, porque o estômago da miséria necessita mais de ilusões que de alimento.

A esperança é a maior e a mais difícil vitória que um homem pode ter sobre a alma.

Os verdadeiros inimigos da sociedade não são os que ela explora ou tiraniza, são os que ela humilha. É por esta razão que os partidos revolucionários contam entre si um grande número de licenciados sem emprego.

Nunca chegamos ao fundo da nossa solidão.

O homem mais miserável, mesmo que julgue não mais amar, conserva ainda o poder de amar.

O espetáculo da injustiça acabrunha-me, mas isso deve-se provavelmente ao fato de ela despertar em mim a consciência dos atos de injustiça de que sou capaz.

Não existem meias-verdades.

O inferno é já não amarmos.

Quem busca a verdade do homem tem de se apoderar da sua dor.

Nossos cálculos mais perigosos são aqueles que chamamos de ilusões.

Esperança A esperança adquire-se. Chega-se à esperança através da verdade, pagando o preço de repetidos esforços e de uma longa paciência. Para encontrar a esperança é necessário ir além do desespero. Quando chegamos ao fim da noite, encontramos a aurora.

A esperança se adquire. Chega-se à esperança através da verdade, pagando o preço de repetidos esforços e de uma longa paciência. Para encontrar a esperança é necessário ir além do desespero. Quando chegamos ao fim da noite, encontramos a aurora.