Filósofo alemão do século XIX, nascido em Röcken, Alemanha.

Filósofo alemão do século XIX, nascido em Röcken, Alemanha.

Frases e Pensamentos

329 frases no total. Página 5/11, de 121-150

    "As mesmaspaixões no homem e na mulher são diferentes em seu andamento e é por isso que o homem e a mulher jamais deixam de se desentender"

        Friedrich Nietzsche

    "Tudo o que não nos destrói, torna-nos mais fortes"

        Friedrich Nietzsche

    "“Como? É o homem apenas um erro de Deus? Ou é Deus unicamente um erro do homem?”Quem “criou” quem? ou seria como se “criou”?"

        Friedrich Nietzsche

    "Uma vez tomada a decisão
    de não dar ouvidos mesmo aos
    contra-argumentos:sinal do caráter forte.
    Também umaocasional vontade de se ser estúpido."

        Friedrich Nietzsche

    "Sim, sei de onde venho! Insatisfeito com a labareda ardo para me consumir! Aquilo em que toco torna-se luz. Carvão aquilo que abandono. Sou certamente labareda!"

        Friedrich Nietzsche

    "Uma visita ao hospício mostra que a fé não prova nada."

        Friedrich Nietzsche

    "Nada neste mundo consome mais rapidamente um homem que a paixão do ressentimento."

        Friedrich Nietzsche

    "Eu não sei o que quero ser, mas sei muito bem o que não quero me tornar"

        Friedrich Nietzsche

    "Ter fé é dançar na beira do abismo"

        Friedrich Nietzsche

    "Oração ao DEUS desconhecido.
    Antes de prosseguir em meu caminho e lançar o meu olhar para a frente, uma vez mais elevo, só, minhas mãos a Ti de quem eu fujo. A Ti das profundezas de meu coração, tenho dedicado altares festivos para que, em cada momento, Tua voz me pudesse chamar. Sobre esses altares estão gravadas em fogo palavra s: Ao Deus desconhecido. Teu, sou eu, embora até o presente tenho me associado aos sagrilégios. Teu, sou eu, não obstante os laços que me puxam para o abismo. Mesmo querendo fugir, sintos-me forçado a servir-Te.eu quero Te conhecer, desconhecido. Tu, que me penetras a alma e, qual turbilhão, invades a minha vida. Tu, o incompreensível, mas meu semelhante, quero te conhecer, quero servir só a Ti."

        Friedrich Nietzsche

    "ASSIM FALOU ZARATUSTRA
    DO NOVO ÍDOLO
    Estado, chamo eu, o lugar onde todos, bons ou malvados, são bebedores de veneno; Estado, o lugar onde todos, bons ou malvados, se perdem a si mesmos; Estado, o lugar onde o lento suicídio de todos chama-se – “vida”!
    Olhai esses supérfluos! Roubam para si as obras dos inventores e os tesouros dos sábios; “culturas” chamam a seus furtos – e tudo se torna, neles, em doença e adversidade!
    Olhai esses supérfluos! Estão sempre enfermos, vomitam fel e lhe chamam “jornal”. Devoram-se uns aos outros e não podem, sequer digerir-se.
    Olhai esses supérfluos! Adquirem riquezas e, com elas, tornam-se mais pobres. Querem o poder e, para começar, a alavanca do poder, muito dinheiro – esses indigentes!
    Olhai como sobem trepando, esses ágeis macacos! Sobem trepando uns por cima dos outros e atirando-se mutuamente, assim no lodo e no abismo.
    Ao trono, querem todos, subir: é essa a sua loucura. Como se no trono estivesse sentada a felicidade! Muitas vezes, é o lodo que está no trono e, muitas vezes, também o trono no lodo.
    Dementes, são todos eles, para mim, e macacos sobre excitados. Mau cheiro exala o seu ídolo, o monstro frio; mau cheiro exalam todos eles, esses servidores de ídolos!
    Porventura, meus irmãos, quereis sufocar nas exalações de seus focinhos e de suas cobiças? Quebrai, de preferência, os vidros das janelas e pulai para o ar livre!
    Fugi do mau cheiro! Fugi da idolatria dos supérfluos!
    Fugi do mau cheiro! Fugi da fumaça desses sacrifícios humanos!
    Também agora, ainda a terra está livre para as grandes almas. Vazios estão ainda para a solidão a um ou a dois, muitos sítios, em torno dos quais bafeja o cheiro de mares calmos.
    Ainda está livre, para as grandes almas, uma vida livre. Na verdade, quem pouco possui, tanto menos pode tornar-se possuído. Louvado seja a pequena pobreza!
    Onde cessa o Estado, somente ali começa o homem que não é supérfluo – ali começa o canto do necessário, essa melodia única e insubstituível.
    Onde o Estado cessa – olhai para ali, meus irmãos! Não vedes o arco-íris e as pontes do super-homem?"

        Friedrich Nietzsche

    "a verdade e a mentira são construções que decorrem da vida no rebanho e da linguagem que lhe corresponde. O homem do rebanho chama de verdade aquilo que o conserva no rebanho e chama de mentira aquilo que o ameaça ou exclui do rebanho. (...)Portanto, em primeiro lugar, a verdade é a verdade do rebanho."

        Friedrich Nietzsche

    "Máscaras. - Há mulheres que, por mais que as pesquisemos, não têm interior, são puras máscaras. É digno de pena o homem que se envolve com estes seres quase espectrais, inevitavelmente insatisfatórios, mas precisamente eles são capazes de despertar da maneira mais intensa o desejo do homem: ele procura a sua alma - e continua procurando para sempre."

        Friedrich Nietzsche

    " A todos com quem realmente me importo, desejo sofrimento, desolação, doença, maus-tratos, indignidades, o profundo desprezo por sí, a tortura da falta de alto-confiança, e a desgraça dos derrotados."

        Friedrich Nietzsche

    "O fanatismo é a única forma de vontade que pode ser incutida nos fracos e nos tímidos."

        Friedrich Nietzsche

    "A vítima esta sempre alheia ao mal"

        Friedrich Nietzsche

    "A arte deve antes de tudo e em primeiro lugar embelezar a vida, portanto fazer com que nós próprios nos tornemos suportáveis e, se possível, agradáveis uns aos outros."

        Friedrich Nietzsche

    "Não é a força do sentimento elevado, é a sua duração que faz os homens superiores."

        Friedrich Nietzsche

    "Quem tem por que viver aguenta quase todo como"

        Friedrich Nietzsche

    "Se se quer ser alguém, deve venerar-se a própria sombra."

        Friedrich Nietzsche

    "Nossa dor vem da distância entre aquilo que somos e o q idealizamos ser."

        Friedrich Nietzsche

    "...Algo que não se pode buscar, nem achar, e talvez tampouco perder. A alma nobre tem reverência por si mesma..."

        Friedrich Nietzsche

    "Amamos a vida não porque estamos acostumados à vida, mas a amar. Há sempre alguma loucura no amor, mas há sempre também alguma razão na loucura."

        Friedrich Nietzsche

    "Inventámos a felicidade, dirão os derradeiros homens, a piscarem o olho uns aos outros"

        Friedrich Nietzsche

    "Minha solidão não tem nada a ver com a presença ou ausência de pessoas… Detesto quem me rouba a solidão, sem em troca me oferecer verdadeiramente companhia….”"

        Friedrich Nietzsche

    "As convicções são cárceres. Mais inimigas da verdade do que as próprias mentiras."

        Friedrich Nietzsche

    "Que posso eu fazer se o poder gosta de andar com pernas tortas?!"

        Friedrich Nietzsche

    "A Minha Felicidade

    Depois de estar cansado de procurar
    Aprendi a encontrar.
    Depois de um vento me ter feito frente
    Navego com todos os ventos."

        Friedrich Nietzsche

    "Nunca odiamos aos que desprezamos. Odiamos aos que nos parecem iguais ou superiores a nós."

        Friedrich Nietzsche

    "A fórmula da minha felicidade: um sim, um não, uma linha reta, um objetivo."

        Friedrich Nietzsche

Biografia


Friedrich Nietzsche nasceu em 1844 na Alemanha numa cidade conhecida por Röcken. A sua família era luterana e o seu destino era ser pastor como seu pai. Nietzsche perde a fé durante a adolescência, e os estudos de filologia combatem com o que aprendeu sobre teológia: Durante os seus estudos na universidade de Leipzig, a sua vocação filosófica cresce. Foi um aluno brilhante, dotado de sólida formação clássica, e aos 25 anos é nomeado professor de Filologia na universidade de Basiléia.

Durante dez anos desenvolveu a sua filosófia em contacto com pensamento grego antigo. Em 1879 seu estado de saúde obriga-o a deixar de ser professor. Sua voz ficou inaudível. Começou uma vida errante em busca de um clima favorável tanto para sua saúde como para seu pensamento (Veneza, Gênova, Turim, Nice, Sils-Maria...) :

Em 1882, começa a escrever o Assim Falou Zaratustra. Nietzsche não cessa de escrever com um ritmo crescente. Este período termina brutalmente em 3 de Janeiro de 1889 com uma "crise de loucura" que, durou até à sua morte, coloca-o sob a tutela da sua mãe e sua irmã.

Estudos recentes atribuem a sua morte um cancro do cérebro, que eventualmente pode ter origem sifilítica. Sua irmã falseou seus escritos após a sua morte para apoiar uma causa anti-semita. Falácia, tendo em vista a repulsa de Nietzsche ao anti-semitismo em seus escritos.

O sucesso de Nietzsche, entretanto, sobreveio quando um professor dinamarquês leu a sua obra Assim Falou Zaratustra e, por conseguinte, tratou de difundi-la, em 1888. Muitos estudiosos da época tentaram localizar os momentos que Nietzsche escrevia sob crises nervosas ou sob efeito de drogas (Nietzsche estudou biologia e tentava descobrir sua própria maneira de minimizar os efeitos da sua doença).

"Onde não puderes amar, não te demores..."

    Augusto Branco

"Eu não desisti...apenas não insisto mais."

    Cazuza

"As coisas muito claras me noturnam."

    Manoel de Barros

"Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho."

    Carlos Drummond de Andrade

"O sexo é o alívio da tensão. O amor é a causa"

    Woody Allen

"Os mentirosos estão sempre prontos a jurar."

    Vittorio Alfieri

"Soltar os demônios pode ser muito educativo em certas ocasiões."

    Deepak Chopra

"Todo o homem é culpado do bem que não fez."

    Voltaire

"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."

    Fiódor Dostoiévski

"Vento

Pastor das nuvens."

    Mario Quintana