“Deus”, “imortalidade da alma”, “redenção”, “além”, todos esses são conceitos que nunca levei em conta; nunca com eles sacrifiquei meu tempo, nem mesmo em criança; talvez nunca fosse bastante ingênuo para fazê-lo? Para mim o ateísmo não é nem uma conseqüência, nem mesmo um fato novo: existe comigo por instinto. Sou bastante curioso, suficientemente incrédulo, demasiado insolente para contentarme com uma resposta tão grosseira. Deus é uma resposta rude, uma indelicadeza contra nós, pensadores; antes, dizendo-se a verdade, não é senão um tosco empecilho contra nós mesmos: não deveis cogitar dele!

Sobre o Autor

Friedrich Nietzsche

Filósofo alemão do século XIX, nascido em Röcken, Alemanha.

Mais frases de Friedrich Nietzsche

A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez.

A vida vai ficando cada vez mais dura perto do topo.

As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras

É mais fácil lidar com uma má consciência do que com uma má reputação.

Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas.

O que não provoca minha morte faz com que eu fique mais forte.

Para a maioria, quão pequena é a porção de prazer que basta para fazer a vida agradável!

Os grandes intelectuais são céticos.

A objeção, o desvio, a desconfiança alegre, a vontade de troçar são sinais de saúde: tudo o que é absoluto pertence à patologia.

O homem é definido como um ser que evolui, como o animal é imaturo por excelência.

O ser refutável não é o menor dos encantos de uma teoria.

Certos pavões escondem de todos os olhos a sua cauda - chamando a isso o seu orgulho.

A vontade é impotente perante o que está para trás dela. Não poder destruir o tempo, nem a avidez transbordante do tempo, é a angústia mais solitária da vontade.

Logo que, numa inovação, nos mostram alguma coisa de antigo, ficamos sossegados.

Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal.

A vontade se superar um afecto não é, em última análise, senão vontade de um outro ou de vários outros afectos.

Temos a arte para não morrer da verdade.

Torna-te aquilo que és.

A moralidade é a melhor de todas as regras para orientar a humanidade.

Os homens graves e melancólicos ficam mais leves graças ao que torna os outros pesados, o ódio e o amor, e assim surgem de vez em quando à sua superfície.

No matrimónio existem apenas obrigações e alguns direitos.

Tudo é precioso para aquele que foi, por muito tempo, privado de tudo.

Quem, em prol da sua boa reputação, não se sacrificou já uma vez - a si próprio?

É pelas próprias virtudes que se é mais bem castigado.

Culpamos as pessoas das quais não gostamos pelas gentilezas que nos demonstram.

Nós fazemos acordados o que fazemos nos sonhos: primeiro inventamos e imaginamos o homem com quem convivemos - para nos esquecermos dele em seguida.

A vida mais doce é não pensar em nada.

O que é o macaco para o homem? Uma risada ou uma dolorosa vergonha.

O sábio como astrónomo. - Enquanto sentires as estrelas como algo que está «por cima de ti» não possuis ainda o olhar do homem que sabe.

As vivências terríveis fazem-nos pensar se o seu protagonista não é, ele próprio, algo de terrível.

Todos vós, que amais o trabalho desenfreado (...), o vosso labor é maldição e desejo de esquecerdes quem sois.

Encontra-se sempre, aqui e ali, algum semi-deus que consegue viver em condições terríveis, e viver vencedor! Quereis ouvir os seus cantos solitários? Escutai a música de Beethoven.

Logo que comunicamos os nossos conhecimentos, deixamos de gostar deles suficientemente.

Quem luta com monstros deve velar por que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti.

O atractivo do conhecimento seria pequeno se no caminho que a ele conduz não houvesse que vencer tanto pudor.

Os poetas são impudicos para com as suas vivências: exploram-nas.

Se se tem caráter, tem-se também uma experiência típica própria, que sempre retorna.

O macaco é um animal demasiado simpático para que o homem descenda dele.

Há uma exuberância na bondade que parece ser maldade.

Uma vez tomada a decisão de não dar ouvidos mesmo aos melhores contra-argumentos: sinal do caráter forte. Também uma ocasional vontade de se ser estúpido.

O homem é uma corda esticada entre o animal e o super-homem, uma corda por cima do abismo.

Quem for fundamentalmente um mestre, apenas toma a sério tudo o que se relaciona com os seus discípulos, - incluindo a si próprio.

Levar insidiosamente o próximo a uma boa opinião de nós e, depois, acreditar piamente nessa boa opinião: quem consegue imitar nesta habilidade as mulheres?

Na vingança e no amor a mulher é mais bárbara do que o homem.

Ter-se vergonha da sua imoralidade: é um degrau na escada em cujo extremo se tem também vergonha da nossa moralidade.

O que o pai calou aparece na boca do filho, e muitas vezes descobri que o filho era o segredo revelado do pai.

Fiquei magoado, não por me teres mentido, mas por não poder voltar a acreditar-te.

É mais difícil ferir a nossa vaidade justamente quando foi ferido o nosso orgulho.

No convívio com sábios e artistas facilmente nos enganamos no sentido oposto: não é raro encontrarmos por detrás dum sábio notável um homem medíocre, e muitas vezes por detrás de um artista medíocre - um homem muito notável.

O homem procura um princípio em nome do qual possa desprezar o homem. Inventa outro mundo para poder caluniar e sujar este; de fato só capta o nada e faz desse nada um Deus, uma verdade, chamados a julgar e condenar esta existência.

O verdadeiro homem quer duas coisas: perigo e jogo. Por isso quer a mulher: o jogo mais perigoso.

Os métodos são as verdadeiras riquezas.

A mulher foi o segundo erro de Deus.

Não posso acreditar num Deus que quer ser louvado o tempo todo.

Uma pessoa continua a trabalhar porque o trabalho é uma forma de diversão. Mas temos de ter cuidado para não deixarmos a diversão tornar-se demasiado penosa.

Onde não intervém o amor ou o ódio, a mulher sai-se mediocremente.

Um homem de génio é insuportável se, além disso, não possuir pelo menos duas outras qualidades: gratidão e asseio.

Começamos a desconfiar das pessoas muito inteligentes quando ficam embaraçadas.

Tudo na mulher é adivinha e tudo nela tem uma única solução e essa é a gravidez.

O amor revela as qualidades sublimes e ocultas do que ama, - o que nele há de raro, de excepcional: nesse aspecto facilmente engana quanto ao que nele há de habitual.

A nossa vaidade gostaria que o que fazemos melhor fosse considerado como aquilo que mais nos custa. Para explicar a origem de certas morais.

Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura.

Se um homem tiver realmente muita fé, pode dar-se ao luxo de ser cético.

Não é a força mas a constância dos bons resultados que conduz os homens à felicidade.

O castigo foi feito para melhorar aquele que o aplica.

O criminoso não está, muitas vezes, á altura do seu ato: amesquinha-o e difama-o.

O medo é o pai da moralidade.

É necessário ter o caos cá dentro para gerar uma estrela.

É difícil viver com as pessoas porque calar é muito difícil.

Saber é compreendermos as coisas que mais nos convém.

Observou-se mal a vida se não se tiver visto também a mão que, de uma maneira especialmente cuidadosa - mata.

O amor é o estado no qual os homens têm mais probabilidades de ver as coisas tal como elas não são.

Não basta ter-se talento: é preciso ter-se o vosso assentimento para o possuir, - não é verdade, meus amigos?

Não há outro critério da verdade senão o crescimento do sentimento de poder.

O aforismo, a sentença, nos quais pela primeira vez sou mestre entre os alemães, são formas de «eternidade»: a minha ambição é dizer em dez frases o que outro qualquer diz num livro -, o que outro qualquer «não» diz nem num livro inteiro....

Só se pode alcançar um grande êxito quando nos mantemos fiéis a nós mesmos.

Um povo é o rodeio da natureza para chegar a seis ou sete grandes homens. - Sim: e para depois se desviar deles.

Sou demasiado orgulhoso para acreditar que um homem me ame: seria supor que ele sabe quem sou eu. Também não acredito que possa amar alguém: pressuporia que eu achasse um homem da minha condição.

É só dos sentidos que procede toda a autenticidade, toda a boa consciência, toda a evidência da verdade.

Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.

Muitos são os obstinados que se empenham no caminho que escolheram, poucos os que se empenham no objetivo.

Se temos que mudar de opinião a respeito de alguém levamos-lhe muito a mal o incómodo que assim nos causa.

Não se odeia quando pouco se preza, odeia-se só o que está à nossa altura ou é superior a nós.

Em última análise, amam-se os nossos desejos, e não o objecto desses desejos.

Na minha vida ainda preciso de discípulos, e se os meus livros não serviram de anzol, falharam a sua intenção. O melhor e essencial só se pode comunicar de homem para homem.

Querer a verdade é confessar-se incapaz de a criar.

A mulher aprende a odiar na medida em que desaprende - de encantar.

Aquele que sabe mandar encontra sempre quem deva obedecer.

As mulheres podem tornar-se facilmente amigas de um homem; mas, para manter essa amizade, torna-se indispensável o concurso de uma pequena antipatia física.

Não é a intensidade dos sentimentos elevados que faz os homens superiores, mas a sua duração.

Uma alma que se sabe amada, mas que por sua vez não ama, denuncia o seu fundo: - vem á superfície o que nela há de mais baixo.

Quando adestramos a nossa consciência, ela beija-nos ao mesmo tempo que nos morde.

Há uma inocência na mentira que é o sinal da boa fé numa causa.

Se os esposos não vivessem juntos, haveria mais matrimónios felizes.

Em tempo de paz o homem belicoso ataca-se a si próprio.

Não é só a razão, mas também a nossa consciência, que se submetem ao nosso instinto mais forte, ao tirano que habita em nós.

Perdido seja para nós aquele dia em que não se dançou nem uma vez! E falsa seja para nós toda a verdade que não tenha sido acompanhada por uma gargalhada!

Aquele que vive de combater um inimigo tem interesse em o deixar com vida.

Deus está morto: mas, considerando o estado em que se encontra a espécie humana, talvez ainda por um milénio existirão grutas em que se mostrará a sua sombra.

Com os princípios quer-se tiranizar os hábitos, ou justificá-los ou honrá-los ou injuriá-los ou escondê-los: - dois homens com princípios iguais querem, verosimilmente, atingir com eles algo de fundamentalmente diferente.

Comparando no seu conjunto homem e mulher pode dizer-se: a mulher não teria engenho para se enfeitar se não tivesse o instinto do papel «secundário» que desempenha.

Para a mulher, o homem é um meio: o objetivo é sempre o filho.

Há uma inocência na admiração: é a daquele a quem ainda não passou pela cabeça que também ele poderia um dia ser admirado.

Como? Um grande homem? Eu apenas vejo o actor representando o seu próprio ideal.

O homem que vê mal vê sempre menos do que aquilo que há para ver; o homem que ouve mal ouve sempre algo mais do que aquilo que há para ouvir.

O esforço dos filósofos tende a compreender o que os contemporâneos se contentam em viver.

Não há fenómenos morais, mas apenas uma interpretação moral de fenómenos....

As convicções são inimigos da verdade bem mais perigosos que as mentiras.

Quando se amarra bem o próprio coração e se faz dele um prisioneiro, pode-se permitir ao próprio espírito muitas liberdades.

Até Deus tem um inferno: é o seu amor pelos homens.

Os erros de grandes homens... são mais fecundos que as verdades de pequenos.

Um procura um parteiro para os seus pensamentos, outro alguém a quem possa ajudar: é assim que nasce uma boa conversa.

Quanto mais abstracta for a verdade que queres ensinar, mais tens que seduzir os sentimentos a seu favor.

A maturidade do homem consiste em haver reencontrado a seriedade que tinha no jogo quando era criança.

A música oferece às paixões o meio de obter prazer delas.

Quem não sabe encontrar o caminho para o «seu» ideal vive de um modo mais leviano e insolente que o homem sem ideal.

Perante nós mesmo todos fingimos ser mais ingénuos do que somos: é deste modo que descansamos dos nossos semelhantes.

Quem se despreza a si próprio não deixa mesmo assim de se respeitar como desprezador.

As paisagens insignificantes existem para os grandes paisagistas; as paisagens raras e notáveis são para os pequenos.

No elogio há mais impertinência do que na censura.

É verdade que se mente com a boca; mas a careta que se faz ao mesmo tempo diz, apesar de tudo, a verdade.

Fazer grandes coisas é difícil; mas comandar grandes coisas é ainda mais difícil.

O filósofo, como o entendo, é um explosivo terrível na presença do qual tudo está em perigo.

Quem só tem o espírito da história não compreendeu a lição da vida e tem sempre de retomá-la. É em ti mesmo que se coloca o enigma da existência: ninguém o pode resolver senão tu!

A vaidade dos outros só vai contra o nosso gosto quando vai contra a nossa vaidade.

É terrível morrer de sede no mar. Porque haveis então de salgar a vossa verdade de modo a que não - mate já a sede?

Nos indivíduos, a loucura é algo raro - mas nos grupos, nos partidos, nos povos, nas épocas, é regra.

«O nosso próximo não é o nosso vizinho, mas o vizinho deste» - assim pensam todos os povos.

As próprias mulheres, no fundo de toda a sua vaidade pessoal, têm sempre um desprezo impessoal - pela mulher.

O homem precisa daquilo que em si há de pior se pretende alcançar o que nele existe de melhor.

Se não se tem um bom pai, é preciso arranjar um.

O amor por um só é uma barbaridade: porque se exerce à custa de todos os outros. O mesmo quanto ao amor por Deus.

Somos muito injustos com Deus. Nem sequer Lhe permitimos pecar.

A grandeza do homem consiste em que ele é uma ponte e não um fim; o que nos pode agradar no homem é ele ser transição e queda.

A ideia do suicídio é uma grande consolação: ajuda a suportar muitas noites más.

Quem atinge o seu ideal, ultrapassa-o precisamente por isso.

Sem a música, a vida seria um erro.

O homem é uma corda estendida entre o animal e o Super-homem, uma corda por cima de um abismo.

Em certas pessoas, o alegrar-se com um elogio é apenas uma delicadeza do coração - e precisamente o contrário de uma vaidade do espírito.

A sensualidade ultrapassa muitas vezes o crescimento do amor, de forma que a raiz permanece fraca e arranca-se facilmente.

Os advogados de um criminoso só raras vezes são suficientemente artistas para aproveitar em favor do réu a terrível beleza do seu ato.

Onde amor e ódio não concorrem ao jogo, o jogo da mulher torna-se medíocre.

Apenas devia ser possuidor quem tem espírito: não sendo assim, a fortuna é um perigo público.

O sentido do trágico aumenta e diminui com a sensualidade.

O sucesso tem sido sempre um grande mentiroso.

Em homens duros a intimidade é questão de pudor - e algo de precioso.

A esperança é o derradeiro mal; é o pior dos males, porquanto prolonga o tormento.

A recompensa final dos mortos é não morrer nunca mais.

Torna-te quem tu és.

Aquele que luta com monstros deve acautelar-se para não tornar-se também um monstro. Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você.

E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti.

Existo, logo penso.

Os leitores extraem dos livros,consoante o seu carácter,a exemplo da abelha ou da aranha que,do suco das flores retiram,uma o mel,a outra o seu veneno.

Toda a arte e toda a filosofia podem ser consideradas como remédios da vida, ajudantes do seu crescimento ou bálsamo dos combates: postulam sempre sofrimento e sofredores.

O gosto de minha morte na boca deu-me perspectiva e coragem. O importante é a coragem de ser eu mesmo.

Você vive hoje uma vida que gostaria de viver por toda a eternidade?

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade.

A fé é ignorar tudo aquilo que é verdade.

Há homens que já nascem póstumos.

Aquilo que não me destrói fortalece-me

Se minhas loucuras tivessem explicações, não seriam loucuras.

Um político divide os seres humanos em duas classes: instrumentos e inimigos.

E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música.

Não há nada que deprima mais o ser humano (mais depressa) do que a paixão do ressentimento.

Aquilo que não me mata, só me fortalece

Faltam as circunstâncias. - Muitas pessoas esperam a vida inteira pela oportunidade de serem boas à sua maneira

Falta de amigos - A falta de amigos faz pensar em inveja ou presunção. Há pessoas que devem seus amigos à feliz circunstância de não ter motivo para a inveja

Para ver muita coisa é preciso despregar os olhos de si mesmo

Abençoados sejam os esquecidos, pois tiram maior proveito dos equívocos.

E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a musica.

“Eu jamais iria para a fogueira por uma opinião minha, afinal, não tenho certeza alguma. Porém, eu iria pelo direito de ter e mudar de opinião, quantas vezes eu quisesse.”

A exigência de ser amado é a maior das pretensões.

Um outro sinal distintivo dos teólogos é a sua incapacidade filológica. Entendo aqui por filologia (...) a arte de bem ler – de saber distinguir os factos, sem estar a falseá-los por interpretações, sem perder, no desejo de compreender, a precaução, a paciência e a finesse.(O Anticristo).

Sei a minha sina. Um dia meu nome será lembrança de algo terrível. De uma crise como jamais houve sobre a Terra. Da mais profunda colisão de consciências. De uma decisão conjurada contra tudo que até então foi acreditado, santificado, requerido. Não sou um ser humano, sou uma dinamite, na transvaloração de todos os valores. Eis a minha fórmula para um ato de suprema octognose da humanidade que em mim se fez gene e carne...

Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar, para atravessar o rio da vida. - ninguém, exceto tu, só tu. Existem, por certo, atalhos sem números, e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio; mas isso te custaria a tua própria pessoa; tu te hipotecarias e te perderias. Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes passar. Onde leva? Não perguntes, segue-o!

A melhor cura para o amor é ainda aquele remédio eterno: amor retribuído.

Perto do Sol há incontáveis corpos escuros a serem deduzidos_tais que nunca chegaremos a ver.

E o homem, em seu orgulho, criou Deus, a sua imagem e semelhança.

O tique-taque de seu coração marca o tempo que se esvai.

A fórmula da minha felicidade: um sim, um não, uma linha reta, um objetivo.

Nunca odiamos aos que desprezamos. Odiamos aos que nos parecem iguais ou superiores a nós.

A Minha Felicidade Depois de estar cansado de procurar Aprendi a encontrar. Depois de um vento me ter feito frente Navego com todos os ventos.

Que posso eu fazer se o poder gosta de andar com pernas tortas?!

As convicções são cárceres. Mais inimigas da verdade do que as próprias mentiras.

Minha solidão não tem nada a ver com a presença ou ausência de pessoas… Detesto quem me rouba a solidão, sem em troca me oferecer verdadeiramente companhia….”

Inventámos a felicidade, dirão os derradeiros homens, a piscarem o olho uns aos outros

Amamos a vida não porque estamos acostumados à vida, mas a amar. Há sempre alguma loucura no amor, mas há sempre também alguma razão na loucura.

...Algo que não se pode buscar, nem achar, e talvez tampouco perder. A alma nobre tem reverência por si mesma...

Nossa dor vem da distância entre aquilo que somos e o q idealizamos ser.

Se se quer ser alguém, deve venerar-se a própria sombra.

Quem tem por que viver aguenta quase todo como

Não é a força do sentimento elevado, é a sua duração que faz os homens superiores.

A arte deve antes de tudo e em primeiro lugar embelezar a vida, portanto fazer com que nós próprios nos tornemos suportáveis e, se possível, agradáveis uns aos outros.

A vítima esta sempre alheia ao mal

O fanatismo é a única forma de vontade que pode ser incutida nos fracos e nos tímidos.

A todos com quem realmente me importo, desejo sofrimento, desolação, doença, maus-tratos, indignidades, o profundo desprezo por sí, a tortura da falta de alto-confiança, e a desgraça dos derrotados.

Máscaras. - Há mulheres que, por mais que as pesquisemos, não têm interior, são puras máscaras. É digno de pena o homem que se envolve com estes seres quase espectrais, inevitavelmente insatisfatórios, mas precisamente eles são capazes de despertar da maneira mais intensa o desejo do homem: ele procura a sua alma - e continua procurando para sempre.

a verdade e a mentira são construções que decorrem da vida no rebanho e da linguagem que lhe corresponde. O homem do rebanho chama de verdade aquilo que o conserva no rebanho e chama de mentira aquilo que o ameaça ou exclui do rebanho. (...)Portanto, em primeiro lugar, a verdade é a verdade do rebanho.

ASSIM FALOU ZARATUSTRA DO NOVO ÍDOLO Estado, chamo eu, o lugar onde todos, bons ou malvados, são bebedores de veneno; Estado, o lugar onde todos, bons ou malvados, se perdem a si mesmos; Estado, o lugar onde o lento suicídio de todos chama-se – “vida”! Olhai esses supérfluos! Roubam para si as obras dos inventores e os tesouros dos sábios; “culturas” chamam a seus furtos – e tudo se torna, neles, em doença e adversidade! Olhai esses supérfluos! Estão sempre enfermos, vomitam fel e lhe chamam “jornal”. Devoram-se uns aos outros e não podem, sequer digerir-se. Olhai esses supérfluos! Adquirem riquezas e, com elas, tornam-se mais pobres. Querem o poder e, para começar, a alavanca do poder, muito dinheiro – esses indigentes! Olhai como sobem trepando, esses ágeis macacos! Sobem trepando uns por cima dos outros e atirando-se mutuamente, assim no lodo e no abismo. Ao trono, querem todos, subir: é essa a sua loucura. Como se no trono estivesse sentada a felicidade! Muitas vezes, é o lodo que está no trono e, muitas vezes, também o trono no lodo. Dementes, são todos eles, para mim, e macacos sobre excitados. Mau cheiro exala o seu ídolo, o monstro frio; mau cheiro exalam todos eles, esses servidores de ídolos! Porventura, meus irmãos, quereis sufocar nas exalações de seus focinhos e de suas cobiças? Quebrai, de preferência, os vidros das janelas e pulai para o ar livre! Fugi do mau cheiro! Fugi da idolatria dos supérfluos! Fugi do mau cheiro! Fugi da fumaça desses sacrifícios humanos! Também agora, ainda a terra está livre para as grandes almas. Vazios estão ainda para a solidão a um ou a dois, muitos sítios, em torno dos quais bafeja o cheiro de mares calmos. Ainda está livre, para as grandes almas, uma vida livre. Na verdade, quem pouco possui, tanto menos pode tornar-se possuído. Louvado seja a pequena pobreza! Onde cessa o Estado, somente ali começa o homem que não é supérfluo – ali começa o canto do necessário, essa melodia única e insubstituível. Onde o Estado cessa – olhai para ali, meus irmãos! Não vedes o arco-íris e as pontes do super-homem?

Oração ao DEUS desconhecido. Antes de prosseguir em meu caminho e lançar o meu olhar para a frente, uma vez mais elevo, só, minhas mãos a Ti de quem eu fujo. A Ti das profundezas de meu coração, tenho dedicado altares festivos para que, em cada momento, Tua voz me pudesse chamar. Sobre esses altares estão gravadas em fogo palavra s: Ao Deus desconhecido. Teu, sou eu, embora até o presente tenho me associado aos sagrilégios. Teu, sou eu, não obstante os laços que me puxam para o abismo. Mesmo querendo fugir, sintos-me forçado a servir-Te.eu quero Te conhecer, desconhecido. Tu, que me penetras a alma e, qual turbilhão, invades a minha vida. Tu, o incompreensível, mas meu semelhante, quero te conhecer, quero servir só a Ti.

Ter fé é dançar na beira do abismo

Eu não sei o que quero ser, mas sei muito bem o que não quero me tornar

Nada neste mundo consome mais rapidamente um homem que a paixão do ressentimento.

Uma visita ao hospício mostra que a fé não prova nada.

Sim, sei de onde venho! Insatisfeito com a labareda ardo para me consumir! Aquilo em que toco torna-se luz. Carvão aquilo que abandono. Sou certamente labareda!

Uma vez tomada a decisão de não dar ouvidos mesmo aos contra-argumentos:sinal do caráter forte. Também umaocasional vontade de se ser estúpido.

“Como? É o homem apenas um erro de Deus? Ou é Deus unicamente um erro do homem?”Quem “criou” quem? ou seria como se “criou”?

Tudo o que não nos destrói, torna-nos mais fortes

As mesmaspaixões no homem e na mulher são diferentes em seu andamento e é por isso que o homem e a mulher jamais deixam de se desentender

Com freqüência a sensualidade precipita o crescimento do amor, de modo que a raiz permanece fraca e é facilmente arrancada. In: Além do Bem e do Mal

O homem chega à sua maturidade quando encara a vida com a mesma seriedade que uma criança encara uma brincadeira.

E os que foram vistos dançando foram julgados insanos pelos que não conseguiam ouvir a música.

Mesmo o mais forte tem seu momento de fatiga.

O fanatismo é a única forma de força de vontade acessível aos fracos

Erro (- a crença no ideal -) não é cegueira, erro é covardia...

Eu não refuto os ideais, apenas ponho luvas diante deles...

The happiness of man is: I will. The happiness of woman is: he wills.

Em uma grande vitória, o que existe de melhor, é que ela tira do vencedor o receio de uma derrota.

Falar muito de sí mesmo, pode ser um jeito de esconder aquilo que realmente é

Homens convictos são prisioneiros.

Ser mau é tão insensato e auto-destrutivo quanto ser bom.

Nossos filhos não são nossos. Eles são filhos da vida ansiando pela vida.

A fé não move montanhas. Na verdade, coloca montanhas onde não há nenhuma.

Eu não sou um homem, sou um campo de batalha.

Não há nada de exausto, nada de caduco, nada de perigoso para a vida, nada que calunie o mundo no reino do espírito, que não tenha encontrado secretamente abrigo em sua arte; ele dissimula o mais negro obscurantismo nos orbes luminosos do ideal. Ele acaricia todo o instinto niilista (budista) e embeleza-o com a música; acaricia toda a forma de cristianismo e toda expressão religiosa de decadência.

Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás para atravessar o rio da vida – ninguém, exceto tu, só tu.

Não é a força, mas a constância dos bons sentimentos que conduz as pessoas à felicidade

Talvez eu e meu corpo formemos uma conspiração pelas costas de minha própria mente.

You have your way. I have my way. As for the right way, the correct way, and the only way, it does not exist.

There are no facts, only interpretations.

In heaven, all the interesting people are missing.

O “puro espírito” é uma pura estupidez: retire o sistema nervoso e os sentidos, o chamado “envoltório mortal”, e o resto é um erro de cálculo — isso é tudo!…

Depois que cansei de procurar aprendi a encontrar. Depois que um vento me opôs resistência, velejo com todos os ventos.

Aquele que tem um porque para viver, pode enfrentar quase todos os COMOS

O cristianismo é uma metafísica do carrasco.

O fantasioso nega a verdade para si mesmo; o mentiroso apenas para os outros.

Faz parte da humanidade de um mestre advertir seus alunos contra ele mesmo.

Quando você olha demais dentro de um abismo, o abismo olha dentro de você.

“O Homem não é um fim em si”

“O Homem é uma ponte suspensa no abismo que liga a besta ao Super-Homem”

Olhai-os, os crentes de todas as fés! A quem odeiam mais que todos? Àquele que parte suas tábuas de valores, o destruidor, o criminoso; mas esse é o criador. (Assim falou Zaratustra. p. 39)

Meu irmão, se tens uma virtude e ela é a tua virtude, então não a tens em comum com ninguém.

Quero ter duendes a meu redor, porque sou corajoso. A coragem que afugenta os fantasmas cria seus próprios duendes: a coragem quer rir.

A vida é dura de suportar; mas, por favor, não vos façais de tão delicados! Não passamos,todos juntos, de umas lindas bestas de carga.

Falsos valores e palavras ilusórias: são estes os piores monstros para os mortais; longamente e à espera, dorme neles a fatalidade.

Jamais alguém fez algo totalmente para os outros. Todo amor é amor próprio. Pense naqueles que você ama: cave profundamente e verá que não ama à eles; ama as sensações agradáveis que esse amor produz em você! Você ama o desejo, não o desejado.

Os homens mais espirituais, supondo que sejam os mais corajosos, também vivem, de longe, as tragédias mais dolorosas: mas justamente por isso eles honram a vida, por lhes oferecer a sua maior oposição.

Éramos amigos e agora somos estranhos um ao outro. Mas não importa que assim o seja: não procuremos escondê-lo ou calá-lo como se isso nos desse razão para nos envergonhar. Somos dois navios cada um dos quais com o seu objetivo e a sua rota particular

Os pais fazem dos filhos, involuntariamente, algo emelhante a eles, a isso denominam educação, nenhuma mãe duvida, no fundo do coração, que ao ter seu filho, pariu uma propriedade; nenhum pai discute o direito de submeter o filho aos seus conceitos e valorações.

Quem de vós pode, ao mesmo tempo, rir e sentir-se elevado? Aquele que sobe ao monte mais alto, esse ri-se de todas as tragédias, falsas ou verdadeiras. Corajosos, despreocupados, escarninhos, violentos #8213; assim nos quer a sabedoria: ela é mulher e ama somente quem é guerreiro.

Ai de mim, é este o meu desgosto: introduziram, mentindo, prémio e castigo no fundo das coisas - e, agora, também no fundo de vossas almas, ó virtuosos.

Insanidade em indivíduos é algo raro - mas em grupos, festas, nações e épocas, ela é uma regra.

Falar muito de si pode ser um meio de se ocultar

Hope is the worst of evils, for it prolongs the torments of man.

He who fights with monsters might take care lest he thereby become a monster. And if you gaze for long into an abyss, the abyss gazes also into you.

In truth, there was only one Christian, and he died on the cross.

Quando você olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você. When you look long into an abyss, the abyss looks into you.

Não existem fatos, apenas interpretações.

A principal mentira é a que contamos a nós mesmos.

“Aquele que combate monstros deve tomar cuidado para que ele mesmo não se torne um. E, se olhar muito tempo para o abismo, o abismo te encara de volta.”

Para ver muita coisa é preciso despregar os olhos de si mesmo.

É preciso saber perder-se quando queremos aprender algo das coisas que nós próprios não somos.

Nenhum vencedor acredita no acaso.

Quando se coloca o centro de gravidade da vida não na vida mas no além - no nada - tira-se da vida o seu centro de gravidade.

Eu sou uma banheira transbordando sentimentos. E não tem ninguém pra fechar a torneira.

Aquele que quer aprender a voar um dia precisa primeiro aprender a ficar de pé, caminhar, correr, escalar e dançar; ninguém consegue voar só aprendendo vôo.

Toda a arte e toda a filosofia podem ser consideradas como remédios da vida...

É preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela cintilante.

Só como fenômeno estético a existência e o mundo aparecem eternamente justificados.

Eu tenho o meu caminho. Você tem o seu caminho. Portanto, quanto ao caminho direito, o caminho correto, e o único caminho, isso não existe.

O que nós fazemos nunca é compreendido, mas somente louvado ou condenado.

E ainda não és livre, ainda procuras a liberdade. As tuas buscas fizeram-te insone e inquieto de maneira excessiva.

Aquilo que se faz por amor, parece ir sempre além dos limites do bem e do mal.

A igreja cristã é uma enciclopédia de cultos pré-históricos

Wer mit Ungeheuern kämpft, mag zusehn, daß er nicht dabei zum Ungeheuer wird. Und wenn du lange in einen Abgrund blickst, blickt der Abgrund auch in dich hinein. Quem combate monstruosidades deve cuidar para que não se torne um monstro. E se você olhar longamente para um abismo, o abismo também olha para dentro de você.

Amo os valentes; mas não basta ser espadachim - deve-se saber, também, contra quem sacar a espada!

Se queres ser feliz nesse mundo, Estrangula sua consciencia!

O Homem perde o poder, quando é contaminado pelo sentimento de piedade.

Odeio quem me rouba a solidão sem verdadeiramente me oferecer companhia.

Nossos pensamentos são as sombras de nossos sentimentos, sempre mais obscuros, mais vazios, mais simples que estes.

Minha existência começava a me espantar seriamente. Não seria eu uma simples aparência?

Quem quiser permanecer limpo entre os homens, deve aprender a banhar-se em água suja

A melhor arma contra um inimigo é outro inimigo.

Devemos ter uma boa memória para sermos capazes de cumprir as promessas que fazemos.

Será o Homem um erro de Deus, ou Deus um erro dos Homens?

Fé” significa não querer saber o que é a verdade.

Fé: fechar os olhos de uma vez por todas para si mesmo, a fim de não sofrer com o aspecto de sua incurável falsidade.

A felicidade do homem está em eu quero; a felicidade da mulher, em ele quer.

As mulheres podem tornar-se facilmente amigas de um homem; mas, para manter essa amizade, torna-se indispensável o concurso de uma pequena antipatia física.

A visão do homem agora cansa - o que é hoje o niilismo, se não isto?... Estamos cansados do homem...

Não poderia haver felicidade, jovialidade, esperança, orgulho, presente, sem o esquecimento.

A desigualdade dos direitos é a primeira condição para que haja direitos.

Há sempre o seu quê de loucura no amor; mas também há sempre o seu quê de razão na loucura.

O casamento transforma muitas loucuras curtas em uma longa estupidez.

A mulher, quanto mais mulher é, tanto mais se defende com as mãos e com os pés contra tudo o que for direito: o estado de natureza, a eterna guerra entre os sexos, lhe dá há muito o primeiro lugar.

O sofrimento, entretanto, é necessário para a formação do homem; todo homem de boa compleição deve trilhar esse caminho: Essas dores podem ser bastante penosas: mas sem dores não é possível tornar-se guia e educador da humanidade; e coitado daquele que quisesse sê-lo e não tivesse essa pura consciência! Por fim, o gênio que sobrevive ao sofrimento que lhe cria e lhe acompanha acaba superando as noções de bom e mau, e a moral existirá apenas como um vestígio de uma cultura inferior: Enfim, quando a tábua de sua alma estiver totalmente coberta de esperiências, ele não desprezará nem odiará a existência e tampouco e amará mas estará acima dela ora com o olhar da alegria, ora com o da tristeza, e tal como a natureza terá uma disposição ora estival, ora outonal. Quando o seu olhar tiver se tornado forte o bastante para ver o fundo, na escura fonte de seu ser e de seus conhecimentos, talvez também se tornem visíveis para você, no espelho dele, as distantes constelações das culturas vindouras.

Porque, note-se bem: foi precisamente nos anos da minha mais dèbil vitalidade que eu cessei de ser pessimista: a necessidade instintiva de restabelecer-me, afastou-me da filosofia da miséria e do desânimo...

- Cá estais vós, amigos! - Ah, todavia não sou eu, Quem queríeis vós? Hesitais, pasmai - ai, melhor seria se sentísseis rancor! Eu - não sou mais eu? Estão diferentes a mão, o andar, o Eis rosto? E o que eu sou, não sou mais - para vós amigos? Vós ireis? - Ó coração, tu suportaste bem, Forte ficou a tua esperança: Mantém tuas portas abertas a novos amigos! Deixa os velhos! Deixa a recordação! Se já foste jovem, agora - és jovem de um modo melhor! Ó saudade da juventude que não compreendeu a si mesma! Aqueles por quem eu aguardava, Que eu julgava transformados tal como eu, O fato de terem envelhecido afastou-os: Só o que se transforma continua meu amigo. Ó meio-dia da vida! Segunda juventude! Ó jardim de verão! Inquieta ventura no estar perscrutando e esperando! Espero os amigos, noite e dia disposto, Os novos amigos! Vinde! É tempo! É tempo!

O cristianismo tomou o partido de tudo o que é fraco, baixo, incapaz, e transformou em um ideal a oposição aos instintos de conservação da vida saudável; e até corrompeu a faculdade daquelas naturezas intelectualmente poderosas, ensinando que os valores superiores do intelecto não passam de pecados, desvios, tentações. O mais lamentável exemplo: a concepção de Pascal, que julgava estar a sua razão corrompida pelo pecado original; estava corrompida sim, mas apenas pelo seu cristianismo!.

“Deus”, “imortalidade da alma”, “redenção”, “além”, todos esses são conceitos que nunca levei em conta; nunca com eles sacrifiquei meu tempo, nem mesmo em criança; talvez nunca fosse bastante ingênuo para fazê-lo? Para mim o ateísmo não é nem uma conseqüência, nem mesmo um fato novo: existe comigo por instinto. Sou bastante curioso, suficientemente incrédulo, demasiado insolente para contentarme com uma resposta tão grosseira. Deus é uma resposta rude, uma indelicadeza contra nós, pensadores; antes, dizendo-se a verdade, não é senão um tosco empecilho contra nós mesmos: não deveis cogitar dele!

O falso amor de si mesmo transforma a solidão em prisão.

Quanto mais inteligente a mulher, tanto mais se afasta o homem.

O filósofo é o homem de amanhã, aquele que recusa o ideal do dia, aquele que cultiva a utopia.

A ideia do suicídio é um potente meio de conforto: com ela superamos muitas noites más.

Aquele que tem uma razão para viver pode suportar quase tudo.

O mundo já foi por tempo demais um hospício.

Os maiores acontecimentos e pensamentos são os que mais tardiamente são compreendidos.

Nada lhe pertence mais que seus sonhos.

A vontade de verdade ainda nos há de arrastar para muitas aventuras ,essa célebre veracidade de que todos os filósofos falaram até os dias de hoje com veneração.

Quem luta com monstros deve velar para que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti.

“A verdade não é um valor teórico, mas apenas uma expressão para designar a utilidade, para designar aquela função do juízo que conserva a vida e serve a vontade do poder”.

Duas almas com um mesmo pensamento. Dois corações que batem como um só.

Aquele que luta com monstros deveria tomar cuidado para não se tornar, através disto, um monstro. E se você encara por muito tempo um abismo, o abismo também encara você.

Rindo se dizem as coisas sérias

Matrimônio: chamo assim à vontade de dois criarem um, que seja mais do que aqueles que o criaram. O matrimônio é o respeito recíproco: respeito recíproco dos que coincidem em tal vontade.

Falar muito de si mesmo pode ser também um modo de se esconder.

I would believe only in a God that knows how to dance.

Se optar pelo prazer do crescimento, prepare-se para sofrer.

Seja impetuoso, um livre-pensador, supere suas limitações.

O homem é algo que deve ser superado.

Quando se toma a resolução de tapar os ouvidos mesmo aos mais válidos argumentos contrários, dá-se indícios de caráter forte. Embora isso também signifique eventualmente a vontade levada até a estupidez.

Enquanto o padre, esse negador, caluniador e envenenador da vida por profissão for aceito como uma variedade de homem superior, não poderá haver resposta à pergunta: Que é a verdade? A verdade já foi posta de cabeça para baixo quando o advogado do nada foi confundido com o representante da verdade.

No cristianismo nem a moral, nem a religião têm qualquer ponto de contado com a realidade. São oferecidas causas puramente imaginárias (‘Deus’, ‘alma’, ‘eu’, ‘espírito’, ‘livre arbítrio’ – ou mesmo o ‘não-livre’) e efeitos puramente imaginários (‘pecado’, ‘salvação’, ‘graça’, ‘punição’, ‘remissão dos pecados’). Um intercurso entre seres imaginários (‘Deus’, ‘espíritos’, ‘almas’); uma história natural imaginária (antropocêntrica; uma negação total do conceito de causas naturais); uma psicologia imaginária (mal-entendidos sobre si, interpretações equivocadas de sentimentos gerais agradáveis ou desagradáveis, por exemplo, os estados do nervus sympathicus com a ajuda da linguagem simbólica da idiossincrasia moral-religiosa – ‘arrependimento’, ‘peso na consciência’, ‘tentação do demônio’, ‘a presença de Deus’); uma teleologia imaginária (o ‘reino de Deus’, ‘o juízo final’, a ‘vida eterna’).

A educação consiste no condicionamento de um indivíduo, através da promessa de várias compensações e vantagens, de modo a que ele adopte um modo de pensar e se comportar que, logo que se tornem um hábito, instinto ou paixão, os dominarão «para o bem geral» mas, em última instância, para sua própria desvantagem. Somos vítimas das nossas virtudes, que nos transformam numa mera função do todo social.

Alguém tinha o mau hábito de se exprimir, de quando em quando, com toda a franqueza acerca dos motivos pelos quais agia, e que eram tão bons ou tão maus como os motivos de todas as pessoas. Primeiro, causou escândalo, depois suspeita, pouco a pouco foi terminantemente proscrito e banido da sociedade, até que, por fim, a justiça se recordou de um ser tão abjecto em ocasiões, em que ela não costumava ter olhos ou os fechava. A falta de mutismo quanto ao segredo geral e a irresponsável propensão para ver o que ninguém quer ver - a si próprio - levaram-no à prisão e a uma morte prematura.

Os nossos atos marcadamente habituais acabam por formar em redor de nós como que um edifício sólido; açambarcam as nossas forças de tal modo que tornam difícil um desvio de intenções

O homem superior distingue-se do homem inferior pela intrepidez e desafio à infelicidade.

Como fenômeno estético, a existência é sempre, para nós, suportável ainda.

Aquele que se sabe profundo esforça-se por ser claro; aquele que gostaria de parecer profundo à multidão esforça-se por ser obscuro. Porque a multidão acredita ser profundo tudo aquilo de que não pode ver o fundo. Tem tanto medo! Gosta tão pouco de se meter na água