Não há nada mais desesperador para o homem do que, vendo-se livre, encontrar a quem sujeitar-se.

Sobre o Autor

Fiódor Dostoiévski

Fiódor Mikhailovich Dostoiévski (1821 - 1881), foi um dos maiores escritores da literatura russa.

Mais frases de Fiódor Dostoiévski

Conhecemos um homem pelo seu riso; se na primeira vez que o encontramos ele ri de maneira agradável, o íntimo é excelente.

Quanto mais gosto da humanidade em geral, menos aprecio as pessoas em particular, como indivíduos.

Tenho de proclamar a minha incredulidade. Para mim não há nada de mais elevado que a ideia da inexistência de Deus. O Homem inventou Deus para poder viver sem se matar.

Nem homem nem nação podem existir sem uma ideia sublime.

Às vezes o homem prefere o sofrimento à paixão.

A purificação pelo sofrimento é menos dolorosa que a situação que se cria a um culpado por uma absolvição impensada.

Podem ter a certeza de que não foi quando descobriu a América, mas sim quando estava a descobri-la, que Colombo se sentiu feliz.

A tragédia e a sátira são irmãs e estão sempre de acordo; consideradas ao mesmo tempo recebem o nome de verdade.

Nada serviu tanto o despotismo como as ciências e os talentos.

Não há ideia nem fato que não possam ser vulgarizados e apresentados a uma luz ridícula.

Decididamente não compreendo por que é mais glorioso bombardear de projécteis uma cidade do que assassinar alguém a machadadas.

A beleza salvará o mundo.

A falta de liberdade não consiste jamais em estar segregado, e sim em estar em promiscuidade, pois o suplício inenarrável é não se poder estar sozinho.

A vida é um paraíso, mas os homens não o sabem e não se preocupam em sabê-lo.

A fé e as demonstrações matemáticas são duas coisas inconciliáveis.

Não será preferível corrigir, recuperar, e educar um ser humano que cortar-lhe a cabeça?

Todos somos responsáveis de tudo, perante todos.

Todas as mulheres sabem que os ciumentos são os primeiros a perdoar.

A verdadeira verdade é sempre inverosímil.

Não há assunto tão velho que não possa ser dito algo de novo sobre ele.

Aos olhos do artista, o público é um mal necessário; é preciso vencê-lo, nada mais.

A melhor definição que posso dar de um homem é a de um ser que se habitua a tudo.

O criminoso, no momento em que pratica o seu crime, é sempre um doente.

Compara-se muitas vezes a crueldade do homem à das feras, mas isso é injuriar estas últimas.

A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz.

Um ato de confiança dá paz e serenidade.

Sofrer e chorar significa viver

Para se conhecer qualquer pessoa, é preciso ir-se chegando a ela devagar e com cautela, para evitar equívoco e preconceito, coisas bem difíceis de corrigir e reparar depois.

O que está feito, feito está.

Existe no homem um vazio do tamanho de Deus.

Não há nada mais desesperador para o homem do que, vendo-se livre, encontrar a quem sujeitar-se.

Amigos, peçam alegria a Deus. Sejam alegres como as crianças e como os pássaros no céu.

Partindo de uma liberdade ilimitada chega-se a um despotismo sem limites.

Não procures um prêmio, pois tens uma grande recompensa sobre a terra: a alegria espiritual que só o justo possui.

Há homens que nunca mataram e que, no entanto, são piores que os que mataram seis pessoas.

A tirania é um hábito com a propriedade de se desenvolver e dilatar a ponto de tornar-se doença.

Depois do insucesso, os planos mais bem pensados parecem-nos tolos.

Nós somos cidadãos da eternidade.

Ninguém se salva sozinho.

Para a mulher, toda reforma, toda salvação de qualquer tipo de ruína e toda renovação moral está no amor.

O segredo da existência não consiste somente em viver, mas em saber para que se vive.

O homem gosta de contabilizar os problemas, mas não conta as alegrias.

O homem está sempre pronto para distorcer aquilo que dizem seus sentidos, simplesmente para justificar a sua lógica.

Ai, se soubesse quantas vezes me apaixonei, só em imaginação!

Mas diga-me: não está arrependida de não me ter repelido quando eu me aproximei? Foram apenas dois minutos mas tornou-me feliz para sempre.

Um sonhador - para explicar-lhe mais concretamente - não é um homem, fique sabendo, mas uma criatura de sexo neutro.

Sou realista no sentido mais alto da palavra, sou realista da alma humana.

Sou mestre na arte de falar em silêncio. Toda a minha vida falei calando-me e vivi em mim mesmo tragédias inteiras sem pronunciar uma palavra... Sou mestre na arte de falar em silêncio. Toda a minha vida falei calando-me e vivi em mim mesma tragédias inteiras sem pronunciar uma palavra...

É claro e evidente que o mal se insinua no homem mais profundamente do que supõem os médicos socialistas. Em nenhuma ordem social é possível escapar ao mal e mudar a alma humana: ela própria é a origem da aberração e do pecado.

Ora veja… é o que sempre acontece às pessoas românticas: enfeitam uma criatura, até o último momento, com penas de pavão, e não querem ver, nela, senão o que é bom, muito embora sentindo tudo ao contrário. Jamais querem, antecipadamente, dar às coisas o seu devido nome. Essa simples idéia lhes parece insuportável. A verdade, repelem-na com todas as forças até o momento em que aquela pessoa, engalamada por elas próprias, lhes mete um murro na cara

Com amor consegue-se viver mesmo sem felicidade.

Meu Deus! Um momento de felicidade! Sim! Não será isso o bastante para preencher uma vida?

Se o mundo fosse um trem; se a vida fosse uma passagem, se Deus existisse e eu me encontrasse com Ele, eu devolveria o bilhete.

“Se alguém quiser reduzir o homem a nada,basta dar ao seu trabalho o caráter de inutilidade.”

A pureza custa dinheiro.

Pensei em tudo o que poderia dizer e o repeti mil vezes a mim mesmo quando estava deitado na escuridão. Que lutas íntimas travei! Se soubesses como estava farto daquela vã tagarelice! Eu queria esquecer tudo e recomeçar a vida ponto termo, especialmente, aqueles solilóquios.

Quando estou sentado ao seu lado e falo consigo, tenho medo de pensar no futuro, pois no futuro está novamente a solidão, novamente esta vida inútil cheirando a mofo; e com o quê vou sonhar se, desperto, fui tão feliz a seu lado?