"Não deixe minha alma dormir Ela tem estado tão acordada nas noites que passo ao seu lado Mesmo distante, ela chora se sente ausencia de espirito Machucados param de doer com o tempo, eles se tornam cicatrizes Que ficam marcadas, mas, não alteram o emocional.. Não doem.. Não trazem dor e nem felicidade.. Somente indiferença.. Minha alma tem estado tão acordada E tem acreditado em tudo que a sua boca propoe à minha cabeça Mas é dificil acreditar naquilo que você não vê E não tens me mostrado muita coisa Portanto eu luto pra não deixar minha alma dormir Enquanto vejo sua alma sonhando Lembro de quando ela corria de um lado pro outro com a minha Acelerando o batimento e esquentando a pulsação Eram melhores amigas, assim como nós Mas hoje já não posso mais enchergar isso Por traz de mentiras e segredos.. Ameaças Enganos.. Talvez tenha sido isso.. Acordei minha alma pra brincar com a alma errada E hoje ela ta cansando de brincar sozinha, quer voltar a dormir Eu, juro, não queria que isso acontecesse, pois gostava muito da sensação que as duas juntas me proporcionava Mas, não sinto mais a confiança que eu sentia.. E não tem sido facil conviver com humilhações, indignações, raiva, brigas, desprezo, falta de compreenção, egoismo total entre outras pequenas coisas, que eram totalmente invisiveis ao meu coração que só pensava em sentir.. Mas hoje meus olhos abrem pras imperfeições que rodeiam nossos corpos, assim como você diz, apontou, e eu vi, eu tenho muitos defeitos Nós temos.. Eu te amo"

Confúcio


Confúcio, filósofo chinês (551 a.C. - 479 a.C.)

Comentários