Chico Buarque de Hollanda (19 de junho de 1944, Rio de Janeiro), músico brasileiro. É considerado um dos maiores nomes da MPB - Música Popular Brasileira.

Chico Buarque de Hollanda (19 de junho de 1944, Rio de Janeiro), músico brasileiro. É considerado um dos maiores nomes da MPB - Música Popular Brasileira.

Frases e Pensamentos

189 frases no total. Página 5/7, de 121-150

    "Não brilharia a estrela ó bela
    Sem noite por detrás"

        Chico Buarque

    "Seu homem foi-se embora
    Prometendo voltar já
    Mas as ondas não tem hora, morena
    De partir ou de voltar"

        Chico Buarque

    "O homem mais forte do planeta
    Tórax de Superman
    Tórax de Superman
    E coração de poeta"

        Chico Buarque

    "Um coração saliente bate
    E bate muito mais que sente"

        Chico Buarque

    "Arrisquei muita braçada; Na esperança de outro mar; Hoje sou carta marcada; Hoje sou jogo de azar"

        Chico Buarque

    "Como é dificil acordar calado. Se na calada da noite eu me dano. Quero lançar um grito desumano."

        Chico Buarque

    "Futuros amantes, quica, se amarao sem saber, com o amor que eu um dia deixei para voce"

        Chico Buarque

    "Por trás de um homem triste há sempre uma mulher feliz
    E atrás dessa mulher mil homens sempre tão gentis..."

        Chico Buarque

    "No meu descaminho
    Diz que estou sozinho
    E sem saber de mim"

        Chico Buarque

    "Não se afobe não que nada é pra já!"

        Chico Buarque

    "(...)Vê como é que anda aquela vida atoa, e se puder me manda uma notícia boa!


    (Samba de Orly)"

        Chico Buarque

    "Hoje lembrando-me dela; Me vendo nos olhos dela; Sei que o que tinha de ser se deu; Porque era ela; Porque era eu"

        Chico Buarque

    "Eu vejo as pernas de louça da moça que passa
    e eu não posso pegar...
    Tô me guardando pra quando o carnaval chegar"

        Chico Buarque

    "Eu faço samba e amor até mais tarde
    E tenho muito mais o que fazer
    Escuto a correria da cidade, que alarde
    Será que é tão difícil amanhecer?


    [in Samba e Amor]"

        Chico Buarque

    "Eu faço samba e amor até mais tarde
    E tenho muito sono de manhã



    [In Samba e Amor]"

        Chico Buarque

    "Eu cultivo rosas e rimas, achando que é muito bom..."

        Chico Buarque

    "Chego a mudar de calçada
    Quando aparece uma flor
    E dou risada do grande amor..."

        Chico Buarque

    "Menino quando morre vira anjo; Mulher vira uma flor no céu; Malandro quando morre vira samba."

        Chico Buarque

    "Vem, me dê a mão; A gente agora já não tinha medo; No tempo da maldade acho que a gente nem tinha nascido."

        Chico Buarque

    "Essa moça tá diferente,
    já não me conhece mais.
    Está pra lá de pra frente,
    está me passando pra trás.
    Essa moça tá decidida
    a se supermodernizar.
    Ela só samba escondida
    que é pra ninguém reparar.
    Eu cultivo rosas e rimas
    achando que é muito bom.
    Ela me olha de cima
    e vai desiventar o som.
    Faço-lhe um concerto de flauta
    e não lhe desperto emoção.
    Ela quer ver o astronauta
    descer na televisão.
    Mas o tempo vai,
    mas o tempo vem.
    Ela me desfaz.
    Mas o que é que tem?
    Que ela só me guarda despeito,
    que ela só me guarda desdém.
    Mas o tempo vai.
    Mas o tempo vem.
    Ela me desfaz.
    Mas o que é que tem?
    Se do lado esquerdo do peito,
    no fundo, ela ainda me quer bem.

    Essa moça é a tal da janela
    que eu me cansei de cantar.
    E agora está só na dela,
    botando só pra quebrar."

        Chico Buarque

    "Ouça um bom conselho
    Que eu lhe dou de graça
    Inútil dormir que a dor não passa
    Espere sentado
    Ou você se cansa
    Está provado, quem espera nunca alcança

    Venha, meu amigo
    Deixe esse regaço
    Brinque com meu fogo
    Venha se queimar
    Faça como eu digo
    Faça como eu faço
    Aja duas vezes antes de pensar

    Corro atrás do tempo
    Vim de não sei onde
    Devagar é que não se vai longe
    Eu semeio o vento
    Na minha cidade
    Vou pra rua e bebo a tempestade"

        Chico Buarque

    "Todo o Sentimento

    Preciso não dormir
    Até se consumar
    O tempo da gente.
    Preciso conduzir
    Um tempo de te amar,
    Te amando devagar e urgentemente.

    Pretendo descobrir
    No último momento
    Um tempo que refaz o que desfez,
    Que recolhe todo sentimento
    E bota no corpo uma outra vez.

    Prometo te querer
    Até o amor cair
    Doente, doente...
    Prefiro, então, partir
    A tempo de poder
    A gente se desvencilhar da gente.

    Depois de te perder,
    Te encontro, com certeza,
    Talvez num tempo da delicadeza,
    Onde não diremos nada;
    Nada aconteceu.
    Apenas seguirei
    Como encantado ao lado teu."

        Chico Buarque

    "Quando ela chora
    Não sei se é dos olhos pra fora
    Não sei do que ri (...) (...) Ela faz cinema
    Ela faz cinema
    Ela é demais
    Talvez nem me queria bem
    Porém faz um bem que ninguém
    Me faz (...) Ela faz cinema
    Ela faz cinema
    Ela é assim
    Nunca será de ninguém
    Porém eu não sei viver sem
    E fim"

        Chico Buarque

    "APROVEITANDO O ENSEJO...


    Sonhar
    Mais um sonho impossível
    Lutar
    Quando é fácil ceder
    Vencer o inimigo invencível
    Negar quando a regra é vender
    Sofrer a tortura implacável
    Romper a incabível prisão
    Voar num limite improvável
    Tocar o inacessível chão
    É minha lei, é minha questão
    Virar esse mundo
    Cravar esse chão
    Não me importa saber
    Se é terrível demais
    Quantas guerras terei que vencer
    Por um pouco de paz
    E amanhã, se esse chão que eu beijei
    For meu leito e perdão
    Vou saber que valeu delirar
    E morrer de paixão
    E assim, seja lá como for
    Vai ter fim a infinita aflição
    E o mundo vai ver uma flor
    Brotar do impossível chão"

        Chico Buarque

    "O Caderno

    SOU EU QUE VOU SEGUIR VOCÊ DO PRIMEIRO RABISCO ATÉ O BE-A-BÁ
    EM TODOS OS DESENHOS COLORIDOS VOU ESTAR
    A CASA, A MONTANHA, DUAS NUVENS NO CÉU
    E UM SOL A SORRIR NO PAPEL
    SOU EU QUE VOU SER SEU COLEGA SEUS PROBLEMAS AJUDAR A RESOLVER
    SOFRER TAMBEM NAS PROVAS BIMESTRAIS JUNTO A VOCE
    SEREI SEMPRE SEU CONFIDENTE FIEL
    SE SEU PRANTO MOLHAR MEU PAPEL
    SOU EU QUE VOU SER SEU AMIGO VOU LHE DAR ABRIGO SE VOCÊ QUISER
    QUANDO SURGIREM SEUS PRIMEIROS RAIOS DE MULHER
    A VIDA SE ABRIRÁ NUM FEROZ CARROSSEL
    E VOCÊ VAI RASGAR MEU PAPEL
    O QUE ESTÁ ESCRITO EM MIM COMIGO FICARA GUARDADO SE LHE DA PRAZER
    A VIDA SEGUE SEMPRE EM FRENTE O QUE SE HÁ DE FAZER
    SÓ PEÇO A VOCÊ UM FAVOR SE PUDER
    NÃO ME ESQUEÇA NUM CANTO QUALQUER
    SÓ PEÇO A VOCÊ UM FAVOR SE PUDER
    NÃO ME ESQUEÇA NUM CANTO QUALQUER"

        Chico Buarque

    "Ai, que saudades que eu tenho
    Dos meus doze anos
    Que saudade ingrata
    Dar banda por aí
    Fazendo grandes planos
    E chutando lata
    Trocando figurinha
    Matando passarinho
    Colecionando minhoca
    Jogando muito botão
    Rodopiando pião
    Fazendo troca-troca
    Ai, que saudades que eu tenho
    Duma travessura
    Um futebol de rua
    Sair pulando muro
    Olhando fechadura
    E vendo mulher nua
    Comendo fruta no pé
    Chupando picolé
    Pé-de-moleque, paçoca
    E disputando troféu
    Guerra de pipa no céu
    Concurso de pipoca"

        Chico Buarque

    "Olhos nos olhos

    Quando você me deixou, meu bem
    Me disse pra ser feliz e passar bem
    Quis morrer de ciúme, quase enlouqueci
    Mas depois, como era de costume, obedeci

    Quando você me quiser rever
    Já vai me encontrar refeita, pode crer
    Olhos nos olhos, quero ver o que você faz
    Ao sentir que sem você eu passo bem demais

    E que venho até remoçando
    Me pego cantando
    Sem mas nem porque
    E tantas águas rolaram
    Quantos homens me amaram
    Bem mais e melhor que você

    Quando talvez precisar de mim
    Cê sabe que a casa é sempre sua, venha sim
    Olhos nos olhos, quero ver o que você diz
    Quero ver como suporta me ver tão feliz"

        Chico Buarque

    "O que será (À flor da pele)

    O que será que me dá
    Que me bole por dentro, será que me dá
    Que brota à flor da pele, será que me dá
    E que me sobe às faces e me faz corar
    E que me salta aos olhos a me atraiçoar
    E que me aperta o peito e me faz confessar
    O que não tem mais jeito de dissimular
    E que nem é direito ninguém recusar
    E que me faz mendigo, me faz suplicar
    O que não tem medida, nem nunca terá
    O que não tem remédio, nem nunca terá
    O que não tem receita

    O que será que será
    Que dá dentro da gente e que não devia
    Que desacata a gente, que é revelia
    Que é feito uma aguardente que não sacia
    Que é feito estar doente de uma folia
    Que nem dez mandamentos vão conciliar
    Nem todos os ungüentos vão aliviar
    Nem todos os quebrantos, toda alquimia
    Que nem todos os santos, será que será
    O que não tem descanso, nem nunca terá
    O que não tem cansaço, nem nunca terá
    O que não tem limite

    O que será que me dá
    Que me queima por dentro, será que me dá
    Que me perturba o sono, será que me dá
    Que todos os tremores me vêm agitar
    Que todos os ardores me vêm atiçar
    Que todos os suores me vêm encharcar
    Que todos os meus nervos estão a rogar
    Que todos os meus órgãos estão a clamar
    E uma aflição medonha me faz implorar
    O que não tem vergonha, nem nunca terá
    O que não tem governo, nem nunca terá
    O que não tem juízo"

        Chico Buarque

    "“Também acho uma delícia quando você esquece os olhos em cima dos meus.”"

        Chico Buarque

    "Olhos nos olhos
    Quero ver o que você diz
    Quero ver como suporta me ver tão feliz"

        Chico Buarque

"Onde não puderes amar, não te demores..."

    Augusto Branco

"Eu não desisti...apenas não insisto mais."

    Cazuza

"As coisas muito claras me noturnam."

    Manoel de Barros

"Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho."

    Carlos Drummond de Andrade

"O sexo é o alívio da tensão. O amor é a causa"

    Woody Allen

"Os mentirosos estão sempre prontos a jurar."

    Vittorio Alfieri

"Soltar os demônios pode ser muito educativo em certas ocasiões."

    Deepak Chopra

"Todo o homem é culpado do bem que não fez."

    Voltaire

"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."

    Fiódor Dostoiévski

"Vento

Pastor das nuvens."

    Mario Quintana