Cecília Meireles foi uma poetisa e jornalista, e é considerada umas das maiores escritoras brasileiras.

Cecília Meireles foi uma poetisa e jornalista, e é considerada umas das maiores escritoras brasileiras.

Frases e Pensamentos

210 frases no total. Página 2/7, de 31-60

    "Felicidade, és coisa estranha e dolorosa: Fizeste para sempre a vida ficar triste: Porque um dia se vê que as horas todas passam,e um tempo despovoado e profundo, persiste."

        Cecília Meireles

    "De tanto olhar para longe,
    não vejo o que passa perto,
    meu peito é puro deserto.
    Subo monte, desço monte.

    Eu ando sozinha
    ao longo da noite.
    Mas a estrela é minha."

        Cecília Meireles

    "No mistério do sem-fim
    Equilibra-se um planeta
    E, no jardim, um canteiro
    No canteiro, uma violeta
    E, sobre ela, o dia inteiro
    A asa de uma borboleta"

        Cecília Meireles

    "O que está perdido na vida
    Vive atráves da essência do seu ser
    Que é sustentado pelo poeta
    Na memória e no verso"

        Cecília Meireles

    "Não faças de ti um sonho a realizar.Vai. Sem caminho marcado. Tu és o de todos os caminhos."

        Cecília Meireles

    "TIMIDEZ

    Basta-me um pequeno gesto,
    feito de longe e de leve,
    para que venhas comigo
    e eu para sempre te leve...

    - mas só esse eu não farei.

    Uma palavra caída
    das montanhas dos instantes
    desmancha todos os mares
    e une as terras mais distantes...

    - palavra que não direi.

    Para que tu me adivinhes,
    entre os ventos taciturnos,
    apago meus pensamentos,
    ponho vestidos noturnos,

    - que amargamente inventei.

    E, enquanto não me descobres,
    os mundos vão navegando
    nos ares certos do tempo,
    até não se sabe quando...

    e um dia me acabarei."

        Cecília Meireles

    "O pensamento é triste; o amor insuficiente;
    e eu quero sempre mais do quem nos milagres.
    Deixo que a terra me sustente:
    guardo o resto para mais tarde.

    Deus não fala comigo- e eu sei que me conhece.
    A antigos ventos dei as lágrimas que tinha.
    A estrela sobe, a estrela desce...
    - espero a minha própria vinda.

    (navego pela memória
    sem margens.

    alguém conta a minha história
    e alguém mata os personagens.)"

        Cecília Meireles

    "Eu não tinha este rosto de hoje,
    assim calmo, assim triste, assim magro,
    nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.
    Eu não tinha estas mãos sem força,
    tão paradas e frias e mortas;
    eu não tinha este coração que nem se mostra.
    Eu não dei por esta mudança,
    tão simples, tão certa, tão fácil:
    Em que espelho ficou perdida a minha face?"

        Cecília Meireles

    "No último andar é mais bonito:
    do último andar se vê o mar.
    É lá que eu quero morar.

    O último andar é muito longe:
    custa-se muito a chegar.
    Mas é lá que eu quero morar.

    Todo o céu fica a noite inteira
    sobre o último andar
    É lá que eu quero morar.

    Quando faz lua no terraço
    fica todo o luar.
    É lá que eu quero morar.

    Os passarinhos lá se escondem
    para ninguém os maltratar:
    no último andar.

    De lá se avista o mundo inteiro:
    tudo parece perto, no ar.
    É lá que eu quero morar:

    no último andar."

        Cecília Meireles

    "Provação. Agora eu entendo o que é provação. Provação: significa que a vida está me provando. Mas provação: significa também que estou provando. E provar pode se transformar numa sede cada vez mais insaciável."

        Cecília Meireles

    "Essas e outras mortes ocorridas na família me deram, desde pequenina, uma tal intimidade com a morte que docemente aprendi essas relações entre o Efêmero e o Eterno. Em toda vida, nunca me esforcei por ganhar nem me espantei por perder. A noção ou sentimento da transitoriedade de tudo é o fundamento da minha personalidade."

        Cecília Meireles

    "Há um arco-íris ligando o que sonha e o que entende – e por essa frágil ponte circula um mundo maravilhoso e terrível, que os não iniciados apenas de longe percebem, mas de cuja grandeza se vêem separados por muralhas estranhas, que tanto afastam como atraem."

        Cecília Meireles

    "Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam, mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre."

        Cecília Meireles

    "Hoje desaprendo o que tinha aprendido até ontem e que amanhã recomeçarei a aprender"

        Cecília Meireles

    "Não vou deixar a porta entre aberta.
    Vou escancara-la ou fecha-la de vez.
    Porque pelos vãos, brechas e fendas...passam semiventos, meias verdades e muita insensatez."

        Cecília Meireles

    "Se você errou, peça desculpas...
    É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?"

        Cecília Meireles

    "Meu coração tombou na vida, tal qual uma estrela ferida pela flecha de um caçador."

        Cecília Meireles

    "Navego pela memória sem margens."

        Cecília Meireles

    "Somos um ou dois?
    As vezes nenhum. E em seguida tantos!"

        Cecília Meireles

    "Minha primeira lágrima caiu de dentro dos meus olhos.
    Tive medo de a enxugar : para não saberes que havia caído."

        Cecília Meireles

    "Chorei pelas gentes perdidas de loucura e orgulho. Depois por minhas visões, por meus gestos.
    E, finalmente, por nós dois."

        Cecília Meireles

    "Eu quero a memória acesa depois da angústia apagada."

        Cecília Meireles

    "Não queiras ter pátria, não dividas a terra,não arranques pedaços ao mar. Nasce bem alto, que todas as coisas serão tuas..."

        Cecília Meireles

    "Sonhar um sonho a dois, e nunca desistir da busca de ser feliz... é para pouco!"

        Cecília Meireles

    "Permite que eu volte o meu rosto
    para um céu maior que este mundo,
    e aprenda a ser dócil no sonho
    como as estrelas no seu rumo."

        Cecília Meireles

    "Se não chegas nem pelo sonho, por que insisto em te imaginar?"

        Cecília Meireles

    "Penso que sendo o céu redondo,
    um dia nos encontraremos..."

        Cecília Meireles

    "SONHOS DE MENINA

    A flor com que a menina sonha
    esta no sonho?
    ou na fronha?
    A lua com que a menina sonha
    é o lindo do sonho
    ou a lua da fronha?"

        Cecília Meireles

    "Não sou alegre nem sou triste:
    sou poeta."

        Cecília Meireles

    "...Liberdade, essa palavra
    que o sonho humano alimenta
    que não há ninguém que explique
    e ninguém que não entenda..."

        Cecília Meireles

Biografia


Cecília Meireles foi uma poetisa e jornalista, e é considerada umas das maiores escritoras brasileiras, com mais de 50 obras publicas, além disso foi professora de línguas, literatura, música, folclore e teoria educacional.

Com dezoito anos, Cecília Meireles publicou seu primeiro livro de poesias, chamado Espectro. Seus livros eram influenciado pelo Modernismo, Romantismo e outros.

Na profissão de jornalista, publicava matérias sobre os
problemas na educação, e por esse seu interesse, foi fundadora da primeira biblioteca infantil do Brasil, no ano de 1934. Seu interesse pela educação e pelas crianças fez com que tivesse também um grande reconhecimento na poesia infantil, com textos como "O Cavalinho Branco", "Colar de Carolina", "O mosquito escreve" e muitos outros.

No ano de 1939, Cecília publicou "Viagem", livro que acabou ganhando o Prêmio de Poesia da Academia Brasileira de Letras.

"As coisas muito claras me noturnam."

    Manoel de Barros

"Onde não puderes amar, não te demores..."

    Augusto Branco

"Eu não desisti...apenas não insisto mais."

    Cazuza

"Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho."

    Carlos Drummond de Andrade

"Todo o homem é culpado do bem que não fez."

    Voltaire

"Soltar os demônios pode ser muito educativo em certas ocasiões."

    Deepak Chopra

"Os mentirosos estão sempre prontos a jurar."

    Vittorio Alfieri

"O sexo é o alívio da tensão. O amor é a causa"

    Woody Allen

"Vento

Pastor das nuvens."

    Mario Quintana

"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."

    Fiódor Dostoiévski