"Eu vivo em tempos sombrios. Uma linguagem sem mal√≠cia √© sinal de estupidez, uma testa sem rugas √© sinal de indiferen√ßa. Aquele que ainda ri √© porque ainda n√£o recebeu a terr√≠vel not√≠cia. Que tempos s√£o esses, quando falar sobre flores √© quase um crime. Pois significa silenciar sobre tanta injusti√ßa? Aquele que cruza tranq√ľilamente a rua j√° est√° ent√£o inacess√≠vel aos amigos que se encontram necessitados? √Č verdade: eu ainda ganho o bastante para viver. Mas acreditem: √© por acaso. Nado do que eu fa√ßo D√°-me o direito de comer quando eu tenho fome. Por acaso estou sendo poupado. (Se a minha sorte me deixa estou perdido!) Dizem-me: come e bebe! Fica feliz por teres o que tens! Mas como √© que posso comer e beber, se a comida que eu como, eu tiro de quem tem fome? se o copo de √°gua que eu bebo, faz falta a quem tem sede? Mas apesar disso, eu continuo comendo e bebendo."

Bertolt Brecht


Bertolt Brecht. (10 de Fevereiro de 1898 ¬Ė 14 de Agosto de 1956) foi um influente dramaturgo, poeta e encenador alem√£o do s√©culo XX.

Coment√°rios