Sobre o Autor

Augusto Cury

Augusto Jorge Cury (1958), psiquiatra e escritor brasileiro.

Dar a outra face é um símbolo de maturidade e força interior. Não se refere à face física, mas à psíquica. Dar a outra face é procurar fazer o bem para quem nos decepciona, é ter elegância para elogiar quem nos difama, altruísmo para ser gentil com quem nos aborrece. É sair silenciosamente e sem estardalhaço da linha de fogo dos que nos agridem. Dar a outra face previne homicídios, traumas, cicatrizes impagáveis. Os fracos se vingam, os fortes se protegem. Livro O vendedor de sonhos

Os milionários quiseram comprar a felicidade com seu dinheiro, os políticos quiseram conquistá-la com seu poder, as celebridades quiseram seduzi-la com sua fama. Mas ela não se deixou achar. Balbuciando aos ouvidos de todos, disse: Eu me escondo nas coisas mais simples e anônimas...

Quem dera que as pessoas, independentemente de suas religiões e crenças, fossem seres humanos sem fronteiras, sempre expondo, e não impondo, as suas idéias. A imposição das idéias, sejam elas religiosas, políticas ou científicas, sempre foi um câncer que corrói nossa espécie e destrói a liberdade. Jesus divulgava seus pensamentos claramente, mas convidando: QUEM TEM SEDE VENHA A MIM E BEBA. Era um ato voluntário. - Os segredos do Pai Nosso.

Cada ser humano possui uma beleza física e psíquica original e particular. Aprenda diariamente a ter um caso de amor com a pessoa bela que você é, desenvolva um romance com a sua própria história. Não se compare a ninguém, pois cada um de nós é um personagem único no teatro da vida.

A mente humana é um grande teatro. Seu lugar não é na platéia, mas no palco, brilhando na sua inteligência, alegrando-se com suas vitórias, aprendendo com as suas derrotas e treinando para ser a cada dia, autor da sua história, líder se si mesmo!

...Os sonhos não determinam o lugar onde vocês vão chegar, mas produzem a força necessária para tirá-los do lugar em que vocês estão. Sonhem com as estrelas para que vocês possam pisar pelo menos na Lua. Sonhem com a Lua para que vocês possam pisar pelo menos nos altos montes. Sonhem com os altos montes para que vocês possam ter dignidade quando atravessarem os vales das perdas e das frustrações. Bons alunos aprendem a matemática numérica, alunos fascinantes vão além, aprendem a matemática da emoção, que não tem conta exata e que rompe a regra da lógica. Nessa matemática você só aprende a multiplicar quando aprende a dividir, só consegue ganhar quando aprende a perder, só consegue receber, quando aprende a se doar...

A vida é um grande e completo texto, que precisa de muitas vírgulas para ser escrito, ainda que essas vírgulas assumam em alguns momentos formatos de lágrimas.

Sou um eterno aprendiz que no traçado da história tenta entender quem sou. Sou apenas um caminhante a procura de mim mesmo.

A vida é uma grande pergunta em busca de grandes respostas.

Uma pessoa imatura pensa que todas as suas escolhas geram ganhos. Uma pessoa madura sabe que todas as escolhas tem perdas.

Não há céu sem tempestades, nem caminhos sem acidentes. Não tenha medo da vida, tenha medo de não vivê-la intensamente.

Ninguém é digno do oásis se não aprender a atravessar seus desertos.

Os sonhos não determinam o lugar em que você vai estar, mas produzem a força necessária para tirá-lo do lugar em que está.

Os fortes usam as ideias, enquanto que os fracos, as armas.

Somos tímidos espectadores onde deveríamos ser ágeis atores.

Sem sonhos, a vida é uma manhã sem orvalhos, um céu sem estrelas, um oceano sem ondas, uma vida sem aventura, uma existência sem sentido.

Os aventureiros realizam suas conquistas e as demais pessoas os aplaudem. Saia sempre do lugar-comum.

Há muitos anos me pergunto quem eu sou. Quanto mais me pergunto, menos sei quem sou. O que penso que sou não é o que sou.

Começou a perceber que o ser humano se adapta a tudo, inclusive ao caos.

A liberdade é uma utopia. A espontaneidade morreu.

Quem vende sua liberdade nunca foi digno dela

Perder a mãe na infancia é perder o solo onde caminhar.É o último estágio da dor de uma criança.

Um excelente educador não é um ser humano perfeito, mas alguém que tem a serenidade para se esvaziar e sensibilidade para aprender

Educar é viajar no mundo do outro, sem nunca penetrar nele. É usar o que passamos para transformar no que somos.(Maria, a maior educadora da História)

Sempre lhes disse que os fracos agridem,mas os fortes são tolerantes. Os fracos excluem, mas os fortes são pacientes.Agora lhes peço que não sejam tolerantes com seus fantasmas.Lutem com todas as forças contra tudo o que lhes pertuba a mente.Não há dois dominadores. Ou vocês dominam suas preocupações ou elas o dominarão. Ou domesticam seus sentimentos de culpa ou eles os tornarão seus servos. Gritem, tenham acessos de raiva contra o humor triste, os pensamentos, fixos, a alienação, a compulsão.Nâo há gigantes. Repartam suas batalhas com seus amigos. E se não as vencerem, procurem um especialista.A existencia é preciosa demais pra se confinar a um cárcere.

Falo de uma guerra travada por grandes e pequenos,por ricos e miseráveis.Uma guerra que tira o brilho das celebridades, o sono dos religiosos, a serenidade dos intelectuais e trasnforma corajosos em covardes.Falo de uma guerra que importamos do seio social ou construímos no seio intelectual.

Se o mundo estiver em guerra com você, a batalha poderá ser tolerável, mas, se você estiver em guerra consigo mesmo, será insurpotável.Sem debater com seus inimigos internos, è quase impossível não construir guerras psíquicas ou sobreviver a elas.

Rousseau disse que o homem nasce bom, e a sociedade o corrompe. Mas essa ideia precisa de reparos:para mim,o homem nasce neutro e o sistema social educa ou realça seus institos,liberta seu psiquismo ou aprisiona.E normalmente o aprisiona.

Um homem sem amigos é uma terra sem umidade,uma manhã sem orvalho,um céu sem nuvens. Os amigos não são os que nos bajulam,masos que desmistificam nosso heroísmo e revelam nossa fragilidade.Um intelectual sem amigos é um livro sem conteúdo.

Empreendedor Ser um empreendedor É executar os sonhos, mesmo que haja riscos. É enfrentar os problemas, mesmo nÃo tendo forÇas. É caminhar por lugares desconhecidos, mesmo sem bÚssola. É tomar atitudes que ninguÉm tomou. É ter a consciÊncia de que quem vence sem obstÁculos triunfa sem glÓria. É nÃo esperar uma heranÇa, mas construir uma histÓria.