_ Os homens de teu planeta cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim... e não encontram o que procuram...

Sobre o Autor

Antoine de Saint-Exupéry

Antoine-Jean-Baptiste-Marie-Roger Foscolombe de Saint-Exupéry filho do conde e condessa de Foscolombe (29 de junho de 1900, Lyon - 31 de julho de 1944) foi escritor, ilustrador e piloto da Segunda Guerra Mundial.

Mais frases de Antoine de Saint-Exupéry

O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem.

Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.

Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

Mulher: a mais nua das carnes vivas e aquela cujo brilho é o mais suave.

A terra ensina-nos mais acerca de nós próprios do que todos os livros. Porque ela nos resiste.

Cada um é responsável por todos. Cada um é o único responsável. Cada um é o único responsável por todos.

Se a vida não tem preço, nós comportamo-nos sempre como se alguma coisa ultrapassasse, em valor, a vida humana... Mas o quê?

O verdadeiro homem mede a sua força, quando se defronta com o obstáculo.

A ordem não cria a vida.

Os homens compram tudo pronto nas lojas... Mas como não há lojas de amigos, os homens não têm amigos.

O progresso do homem não é mais do que uma descoberta gradual de que as suas perguntas não têm significado.

Fica responsável por tudo aquilo que domesticaste.

Não há uma fatalidade exterior. Mas existe uma fatalidade interior: há sempre um minuto em que nos descobrimos vulneráveis; então, os erros atraem-nos como uma vertigem.

A grandeza da oração reside principalmente no fato de não ter resposta, do que resulta que essa troca não inclui qualquer espécie de comércio.

Sacrifício não significa nem amputação nem penitência. (...) Ele é uma oferta de nós próprios ao Ser a que recorremos.

Os ritos são no tempo o mesmo que o domicílio é no espaço.

Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção.

Amem quem vos comanda. Mas sem lhes dizer.

Conhecer não é demonstrar nem explicar, é aceder à visão.

O escravo constrói o seu orgulho em função do ardor do patrão.

A grandeza de uma profissão é talvez, antes de tudo, unir os homens: não há senão um verdadeiro luxo e esse é o das relações humanas.

Ao reencontrar os amigos, todos nós já provamos o encanto das más lembranças.

Tenho o direito de exigir obediência, porque as minhas ordens são sensatas.

É o espírito que conduz o mundo e não a inteligência.

O Homem distingui-se dos homens. Nada se diz de essencial acerca da catedral se apenas falarmos das pedras. Nada se diz de essencial a respeito do Homem se procurarmos defini-lo pelas qualidades humanas.

A verdade não é, de modo algum, aquilo que se demonstra, mas aquilo que se simplifica.

Também somos ricos das nossas misérias.

O que conduz o mundo é o espírito e não a inteligência.

O que nos salva é dar um passo e outro ainda.

Apenas se vê bem com o coração, pois nas horas graves os olhos ficam cegos.

Há vitórias que exaltam, outras que corrompem; derrotas que matam, outras que despertam.

As pessoas crescidas têm sempre necessidade de explicações... Nunca compreendem nada sozinhas e é fatigante para as crianças estarem sempre a dar explicações.

Os regulamentos assemelham-se aos ritos de uma religião, que parecem absurdos, mas moldam os homens.

Ser homem é ser responsável. É sentir que colabora na construção do mundo.

Amai aqueles em quem mandais. Mas sem lhes dizer nada.

Num mundo que se faz deserto, temos sede de encontrar um amigo.

Na vida, não existem soluções. Existem forças em marcha: é preciso criá-las e, então, a elas seguem-se as soluções.

É o mesmo sol que derrete a cera e seca a argila.

Os olhos são cegos. É preciso ver com o coração...

Se tu vens às quatro da tarde, desde às três eu começarei a ser feliz.

Aqueles que passam por nós não vão sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.

Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão importante

Se tu choras por ter perdido o sol, as lágrimas te impedirão de ver as estrelas.

Só conheço uma liberdade, e essa é a liberdade do pensamento.

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar... ambos precisaremos, um do outro

Não confundas o amor com o delírio da posse, que acarreta os piores sofrimentos. Porque, contrariamente à opinião comum, o amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, esse é que faz sofrer. (...) Eu sei assim reconhecer aquele que ama verdadeiramente: é que ele não pode ser prejudicado. O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca.

A RAPOSA E O PRÍNCIPE E foi então que apareceu a raposa: __Bom dia,disse a raposa. __Bom dia,respondeu polidamente o principezinho,que se voltou,mas não viu nada. Eu estou aqui,disse a voz,debaixo da macieira... __Quem és tu?perguntou o principezinho.Tu és bem bonita... __Sou uma raposa,disse a raposa. __Vem brincar comigo,propôs o principezinho.Estou tão triste... __Eu não posso brincar contigo,disse a raposa.Não me cativaram ainda. __Ah!desculpa,disse o principezinho.Após uma reflexão,acrescentou: __Que quer dizer cativar? __Tu não és daqui,disse a raposa.Que procuras? __Procuro os homens,disse o principezinho.Que quer dizer cativar? __Os homens,disse a raposa,têm fuzis e caçam.É bemincômodo!Criam galinhas também. É a única coisa interessante que eles fazem.Tu procuras galinhas? __Não,disse o principezinho.Eu procuro amigos.Que quer dizer cativar? __É uma coisa muito esquecida,disse a raposa.Significa criar laços.... __Criar laços? __Exatamente,disse a raposa.Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos.E eu não tenho necessidade de ti.E tu não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas se tu me cativas,nós teremos necessidade um do outro.Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo... __Começo a compreender,disse o principezinho...Existe uma flor...eu creio que ela me cativou... __É possível,disse a raposa.Vê-se tanta coisa na Terra... __Oh!não foi na Terra,disse o principezinho. A raposa pareceu intrigada: __Num outro planeta? __Sim. __Há caçadores nesse planeta? __Não. __Que bom.E galinhas? __Também não. __Nada é perfeito,suspirou a raposa. Mas a raposa voltou à sua idéia: __Minha vida é monótona.Eu caço galinhas e os homens me caçam.Todas as galinhas se parecem e todos os homens se parecem também.E por isso me aborreço um pouco.Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol.Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra.O teu me chamará para fora da toca,como se fosse música. E depois,olha!Vês lá longe,os campos de trigo?Eu não como pão.O trigo para mim é inútil.Os campos de trigo não me lembram coisa alguma.E isso é triste!Mas tu tens cabelos cor de ouro.Então será maravilhoso quando me tiveres cativado.O trigo,que é dourado,fará lembrar-me de ti.E eu amarei o barulho do vento no trigo... A raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe: __Por favor...cativa-me!disse ela. __Bem quisera,disse o principezinho,mas eu não tenho muito tempo.Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer. __A gente só conhece bem as coisas que cativou,disse a raposa.Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma.Compram tudo prontinho nas lojas.Mas como não existem lojas de amigos,os homens não têm mais amigos.Se tu queres um amigo,cativa-me! __Que é preciso fazer?perguntou o principezinho. __É preciso ser paciente,respondeu a raposa.Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim,assim,na relva.Eu te olharei para o canto do olho e tu não dirás nada.A linguagem é uma fonte de mal-entendidos.Mas,cada dia,te sentarás mais perto... No dia seguinte o principezinho voltou. __Teria sido melhor voltares à mesma hora,disse a raposa.Se tu vens,por exemplo,às quatro da tarde,desde às três eu começarei a ser feliz.Quanto mais a hora for chegando,mais eu me sentirei feliz.Às quatro horas então,estarei inquieta e agitada:descobrirei o preço da felicidade!

Vida... Cada um que passa em nossa vida passa sozinho... Poque cada pessoa é única para nós, e nenhuma substitui a outra... Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só... Levam um pouco de nós mesmos e deixam um pouco de si mesmos. Há os que levam muito, mas não há os que não levam nada. Há os que deixam muito, mas não há os que não deixam nada. Esta é a mais bela realidade da vida... A prova tremenda de que cada um é importante e que ninguém se aproxima do outro por acaso!

As pessoas têm estrelas que não são as mesmas. Para uns, que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam d pequenas luzes. Para outros, os sábios, são problemas. Para o meu negociante, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu porém, terás estrelas como ninguém... Quero dizer: quando olhares o céu de noite, (porque habitarei uma delas e estarei rindo), então será como se todas as estrelas te rissem! E tu terás estrelas que sabem sorrir! Assim, tu te sentirás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo (basta olhar para o céu e estarei lá). Terás vontade de rir comigo. E abrirá, às vezes, a janela à toa, por gosto... e teus amigos ficarão espantados de ouvir-te rir olhando o céu. Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!

Sois belas, mas vazias. Não se pode morrer por vós. Minha rosa, sem dúvida um transeunte qualquer pensaria que se parece convosco. Ela sozinha é porém mais importante que vós todas, pois foi a ela que eu reguei. Foi a ela que pus a redoma. Foi a ela que abriguei com o para-vento. Foi dela que eu matei as larvas. Foi a ela que eu escutei queixar-se ou gabar-se, ou mesmo calar-se algumas vezes. É a minha rosa.

Felicidade! É inútil buscá-la em qualquer outro lugar que não seja no calor das relações humanas... Só um bom amigo pode levar-nos pela mão e nos libertar. (Terra dos Homens - 1939)

Foi o tempo que investiste em tua rosa que fez tua rosa tão importante

Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim e não encontram o que procuram. E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa.

Não chore por ter perdido o pôr do sol, pois as lágrimas te impedirão de contemplar as estrelas.

Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim e não encontram o que procuram. E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa.

Foi o tempo que dedicastes à tua rosa que fez tua rosa tão importante

O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca.

Se acolho um amigo à minha mesa, peço que se assente e, se é coxo, não peço que comece a dançar.

Se tu amas uma flor que se acha uma estrela,é bom,de noite,olhar o céu.Todas as estrelas estarão floridas

Tornas-te eternamente responsável por aquilo que cativas.

A autoridade repousa sobre a razão.

Nas horas graves, os olhos ficam cegos; é preciso, então, enxergar com o coração.

Preparar o futuro significa fundamentar o presente.

A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar...

Eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E serei para ti única no mundo.

Minha vida é monótona. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente de outros...

Quando a gente está triste demais, gosta do pôr do sol...

On ne voit bien quavec le coeur. Lessentiel est invisible pour les yeux.

Um monte de pedras deixa de ser um monte de pedras no momento em que um único homem o contempla, nascendo dentro dele a imagem de uma catedral.

Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, pois cada pessoa é única, e nenhuma substitui outra. Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só, nem nos deixa sós. Leva um pouco de nós mesmos, deixa um pouco de si mesmo. Há os que levam muito; mas não há os que não levam nada. Há os que deixam muito; mas não há os que não deixam nada. Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente que nada é ao acaso.

Aos Que Passam Em Nossas Vidas Cada um que passa em nossa vida passa sozinho... Porque cada pessoa é única para nós, e nenhuma substitui a outra. Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só... Levam um pouco de nós mesmos e nos deixam um pouco de si mesmos. Há os que levam muito, mas não há os que não levam nada. Há os que deixam muito, mas não há os que não deixam nada. Esta é a mais bela realidade da vida... A prova tremenda de que cada um é importante e que ninguém se aproxima do outro por acaso...

As pessoas têm estrelas que não são as mesmas. Para uns, que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Para outros, os sábios, são problemas. Para o meu negociante, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu porém, terás estrelas como ninguém... Quero dizer: quando olhares o céu de noite, (porque habitarei uma delas e estarei rindo), então será como se todas as estrelas te rissem! E tu terás estrelas que sabem sorrir! Assim, tu te sentirás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo (basta olhar para o céu e estarei lá). Terás vontade de rir comigo. E abrirá, às vezes, a janela à toa, por gosto... e teus amigos ficarão espantados de ouvir-te rir olhando o céu. Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. Agente só conhece bem as coisas que cativou. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

O futuro não é um lugar onde estamos indo, mas um lugar que estamos criando. O caminho para ele não é encontrado, mas construído e o ato de fazê-lo muda tanto o realizador quando o destino.

O Pequeno Príncipe Menino pequeno, perdido no mundo sozinho e cercado de imagem e ilusão, vagando, vagando sem número e data, descobre a verdade no meio do chão. Descobre na terra, de olhos pro ceu, pequeno menino perdido e sozinho, reinados de estrelas, de sóis e de flores, poemas ficados na cruz de um caminho. Menino pequeno, sozinho encontrou prazer escondido de olhar e sonhar viver e cantar, beijar e reinar, deitar e chorar, num berço de ar Menino tão só, perdido e pequeno que veio do ceu, que acaba no mar, com um sopro retira, do chão, essa gente e ensina que é fácil ter asa e voar Menino sozinho, no mundo perdido Menino perdido, pequeno e querido.

Se procuro em minhas recordações os que me deixaram um sabor duradouro, se faço balanço das horas que valeram, sempre me encontro com aquelas que não valeram a pena.

Viva o hoje, pois o ontem já se foi e o amanhã talvez não venha.

Em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos.

Disse a flor para o pequeno príncipe: é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas.

Todas as grandes personagens começaram por serem crianças, mas poucas se recordam disso.

Determinada flor é, em primeiro lugar, uma renúncia a todas as outras flores. E, no entanto, só com esta condição é bela.

[...] Nós sem separarmos suficientemente do amor pela amizade o amor só, que vai mais depressa .

Ele faz bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos.

Si vous venez à quatre dans laprès-midi, puisque les trois, je commence à être heureux.

O Amor é a única coisa que cresce à medida que se reparte.

Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões de estrelas, isso basta para que seja feliz quando a contempla.

Se tu amas uma flor que se acha numa estrela, é doce, de noite, olhar o céu. Todas as estrelas estão floridas.

_ Os homens de teu planeta cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim... e não encontram o que procuram...

O mundo inteiro se afasta quando se depara com alguém que sabe para onde está indo.

O essencial é invisível aos olhos. Quem ama vê além da aparência física e é isto que ama: a essência.

ACASO Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, pois cada pessoa é única e nenhuma substitui outra. Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, mas não vai só nem nos deixa sós. Leva um pouco de nós mesmos, deixa um pouco de si mesmo. Há os que levam muito, mas há os que não levam nada. Essa é a maior responsabilidade de nossa vida, e a prova de que duas almas não se encontram ao acaso.

Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, pois cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra. Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só, nem nos deixa sós. Leva um pouco de nós mesmos, deixa um pouco de si mesmo. Há os que levam muito, mas não há os que não levam nada. Há os que deixam muito, mas não há os que deixam nada. Essa é a maior responsabilidade de nossas vida. É a prova evidente de que duas almas não se encontram por acaso.

Havia, em algum lugar, um parque cheio de pinheiros e tílias, e uma velha casa que eu amava. Pouco importava que ela estivesse distante ou próxima, que não pudesse cercar de calor o meu corpo, nem me abrigar; reduzida apenas a um sonho, bastava que ela existisse para que a minha noite fosse cheia de sua presença. Eu não era mais um corpo de homem perdido no areal. Eu me orientava. Era o menino daquela casa, cheio da lembrança de seus perfumes, cheio da fragrância dos seus vestíbulos, cheio das vozes que a haviam animado.

Vês, lá longe, o campo de trigo? Eu não como pão. O trigo pra mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelo cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiverdes cativado. O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo...

- Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo... Mas a raposa voltou a sua idéia: - Minha vida é monótona. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei o barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora como música. E depois, olha! Vês, lá longe, o campo de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelo cor de ouro. E então serás maravilhoso quando me tiverdes cativado. O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento do trigo... A raposa então calou-se e considerou muito tempo o príncipe: - Por favor, cativa-me! disse ela.

Faço cada noite o balanço do meu dia: se ele foi estéril como educação pessoal, sou impiedoso com os que me fizeram perdê-lo... A vida corriqueira tem tão pouca importancia, e se parece tanto; a vida interior é difícil de dizer, há uma espécie de pudor, é tão pretencioso falar a respeito. Você não pode imaginar como é a única coisa que importa para mim, o que modifica todos os valores, até meus julgamentos sobre os outros... Antes de tudo, sou duro comigo mesmo, e tenho todo o direito de renegar nos outros o que renego ou corrijo em mim.

No fundo, existe apenas um único problema neste mundo: como fazer com que o homem encontre de novo o sentido espiritual da vida, como provocar a nós mesmos para que retomemos o caminho que nos faz olhar nossas próprias almas.

As pessoas podem ser dividas em três grupos: Os que fazem as coisas acontecerem; Os que olham as coisas acontecendo; e os que ficam se perguntando o que foi que aconteceu. Nosso caráter é aquilo que fazemos quando achamos que ninguém está olhando. Nunca deixe de ter dúvidas, quando elas param de existir é porque você parou em sua caminhada.

- Tu falas como as pessoas grandes! Senti um pouco de vergonha. Mas ele Acrescentou, implacável: - Tu confundes todas as coisas... Mistura tudo! Ele estava realmente irritado. Sacudiu ao vento seus cabelos dourados. - Eu conheço um planeta onde há um sujeito vermelho, quase roxo. Nunca cheirou uma flor. Nunca olhou uma estrela. Nunca amou ninguém. Nunca fez outra coisa senão contas. E o dia todo repete como tu: Eu sou um homem sério! E isso o faz inchar-se de orgulho. Mas ele não é um homem; é um cogumelo!

Nada, jamais, substituirá um companheiro perdido. Ninguém pode recriar velhos companheiros. Nada vale o tesouro de tantas recordações comuns, de tantas horas más vividas juntos, de tantas desavenças, de tantas reconciliações, de tantos impulsos afetivos. Não se reconstroem essas amizades. Seria inútil plantar um carvalho, na esperança de ter, em breve, o abrigo de suas folhas. Assim vai a vida. A princípio enriquecemos. Plantamos durante anos, mas os anos chegam em que o tempo destrói esse trabalho, arranca essas árvores. Um a um, os companheiros nos tiram suas sombras. E aos nossos lutos mistura-se então A mágoa secreta de envelhecer...

Quando você dá de si mesmo, você recebe mais do que dá.

True love begins when nothing is looked for in return.

São tão contraditórias as flores! Mas eu era jovem demais para saber amar.

Que planeta engraçado! É todo seco, pontudo e salgado. E os homens não têm imaginação. Repetem o que a gente diz... [O Pequeno Principe - cáp. XIX]

O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem. - Por isso nunca se canse de amar , algum dia você verá os grandes frutos do seu amor qe foi sempre cultivado ;)

A vida nos ensinou que o amor não consiste em olha um para o outro, mas sim olhar juntos na mesma direção.

Em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos.

Todo homem traz dentro de si o menino que foi.

É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros. Se consegues fazer um bom julgamento de ti, és um verdadeiro sábio.

A linguagem é uma fonte de mal-entendidos.

Todo o Universo fica diferente, se em algum lugar, que não sabemos onde, um carneiro, que não conhecemos, comeu ou não uma rosa.

Não é a distância que mede o afastamento

Quando a gente anda sempre em frente, não pode ir muito longe...

E quando estiveres consolado ( a gente sempre se consola), tu ficarás contente por me teres conhecido.

Foi o tempo que perdi com a minha rosa que a fez tão importante.

O significado das coisas não está nas coisas em si, mas sim em nossa atitude com relação a elas.

Vislumbrei um clarão no mistério da sua presença... ...Quando o mistério é muito impressionante, a gente não ousa desobedecer...

Não lhe direi as razões que tens para me amar, pois elas não existem. A razão do amor é o amor.

Se vens, por exemplo, às quatro da tarde, começarei a ser feliz desde as três.

Quando acende o lampião, é como se fizesse nascer mais uma estrela, mais uma flor. Quando o apaga, porém, é estrela ou flor que adormecem. É uma ocupação bonita. E é útil, porque é bonita.

Porque não é pela via da linguagem que eu hei de transmitir o que em mim existe. O que existe em mim não há palavra que o diga.

Em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos. As pessoas têm estrelas que não são as mesmas. Para uns, que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Para outros, os sábios, são problemas. Para o meu negociante, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu porém, terás estrelas como ninguém... Quero dizer: quando olhares o céu de noite, (porque habitarei uma delas e estarei rindo), então será como se todas as estrelas te rissem! E tu terás estrelas que sabem sorrir! Assim, tu te sentirás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo (basta olhar para o céu e estarei lá). Terás vontade de rir comigo. E abrirá, às vezes, a janela à toa, por gosto... e teus amigos ficarão espantados de ouvir-te rir olhando o céu. Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir! Não confundas o amor com o delírio da posse, que acarreta os piores sofrimentos. Porque, contrariamente à opinião comum, o amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor esse é que faz sofrer. Por eu amar a Deus, meto-me a pé pela estrada fora, coxeando penosamente para o levar aos outros homens. E não reduzo o meu Deus à escravatura. E sou alimentado com o que ele dá a outros. Eu sei assim reconhecer aquele que ama verdadeiramente: é que ele não pode ser prejudicado. O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca. O Amor é a única coisa que cresce à medida que se reparte. O amor não consiste em olhar um para o outro, mas sim em olhar juntos para a mesma direção. Para enxergar claro, bastar mudar a direção do olhar. Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas

As pessoas têm estrelas que não são as mesmas. Para uns, que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Para outros, os sábios, são problemas. Para o meu negociante, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu porém, terás estrelas como ninguém... Quero dizer: quando olhares o céu de noite, (porque habitarei uma delas e estarei rindo), então será como se todas as estrelas te rissem! E tu terás estrelas que sabem sorrir! Assim, tu te sentirás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo (basta olhar para o céu e estarei lá). Terás vontade de rir comigo. E abrirá, às vezes, a janela à toa, por gosto... e teus amigos ficarão espantados de ouvir-te rir olhando o céu. Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!

Eis o meu segredo: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieto e agitado: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração... Livro - O pequeno príncipe

Você se torna eternamente responsável por aquilo que cativa. (do livro O Pequeno Príncipe

Você se torna eternamente responsável por aquilo que cativa. (do livro O Pequeno Príncipe)

A perfeição não é alcançada quando já não há mais nada para adicionar, mas quando já não há mais nada que se possa retirar.

Quando a gente anda sempre para frente, não pode mesmo ir longe… (O Pequeno Príncipe)

O principezinho, que me fazia milhares de perguntas, não parecia sequer escutar as minhas. Palavras pronunciadas ao acaso e que foram, pouco a pouco, revelando tudo. [O Pequeno Principe cáp. III]

Mas nós, nós que compreendemos a vida, nós não ligamos aos números ! Gostaria de ter começado esta história à moda dos contos de fada. [O Pequeno Principe cáp. IV]

Só podemos medir a nossa força, quando nos deparamos com um obstáculo

E eu compreendi que não podia suportar a ideia de nunca mais escutar esse riso. Ele era para mim como uma fonte no deserto...

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.

Do primeiro amor gosta-se mais, dos outros gosta-se melhor.

Se você quer construir um navio, não chame as pessoas para juntar madeira ou atribua-lhes tarefas e trabalho, mas sim ensine-os a desejar a infinita imensidão do oceano.

Tu não compras nem a alegria,nem a saude, nem o amor verdadeiro.

A verdadeira felicidade vem da alegria de atos bem feitos, do sabor de criar coisas renovadas

A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixa cativar.

Serás para mim único no mundo e eu serei para ti única no mundo.

Foi o tempo que voce dedicou a sua rosa, que a fez tao importante ( O Pequeno Príncipe)

Eu conheço um planeta onde há um homem vermelho, quase roxo. Nunca cheirou uma flor. Nunca olhou uma estrela. Nunca amou ninguém. Nunca fez outra coisa senão somas. E o dia todo repete como tu: Eu sou um homem sério! Eu sou um homem sério! e isso o faz inchar-se de orgulho. Mas ele não é um homem; é um cogumelo!

Você compreende, sem alimento, depois de três dias de marcha, meu coração não devia estar batendo com muita força... Pois em certo momento, quando eu progredia ao longo de uma encosta vertical, cavando buracos para enfiar as mãos, o coração me caiu em pane... Hesitou, deu mais uma batida... Uma batida estranha... Senti que se ele hesitasse um segundo mais seria o fim. Fiquei imóvel, escutando...nunca - está ouvindo? - nunca, num avião, me senti tão preso ao ruído do motor como, naquele momento, às batidas do meu próprio coração. E eu lhe dizia: Vamos, força! Veja se bate mais... Hesitava mas depois recomeçava, sempre... Se você soubesse como tive orgulho do meu coração! (Terra dos Homens)

!As pessoas tem estrelas que não são as mesmas. Para uns, que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Tu, porém, terás estrelas como ninguém... Tu te sentirás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo. Terás vontade de rir comigo.

As pessoas têm estrelas que não são as mesmas. Para uns, que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Para outros, os sábios, são problemas. Para o meu negociante, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu porém, terás estrelas como ninguém... Quero dizer: quando olhares o céu de noite, (porque habitarei uma delas e estarei rindo), então será como se todas as estrelas te rissem! E tu terás estrelas que sabem sorrir! Assim, tu te sentirás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo (basta olhar para o céu e estarei lá). Terás vontade de rir comigo. E abrirá, às vezes, a janela à toa, por gosto... e teus amigos ficarão espantados de ouvir-te rir olhando o céu. Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!

Claro que te farei mal. Claro que me farás mal. Claro que podemos, mas essa é a condição da existência. Receber a Primavera significa correr os riscos do Inverno. Se desistir agora será correr o risco do desaparecimento. Amo-te.

Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a agente acorda E diz: era só um conto de fadas... E a gente sorri de si mesma. Mas,no fundo,não estamos sorrindo. sabemos muito bem que os contos de fadas São a única verdade da vida.

Você é o piloto e a voz da história. Você é aquele que cria e conta as histórias para aqueles que não puderam estar presentes. Você é incapaz de ser confortado mas deseja confortar os outros. Há algo faltando em sua vida. Não esqueça que você é muito amado. Deixe seu sofrimento ser confortado.

“Então você está confusa com seus sentimentos. Ele apareceu tão de repente na sua vida, com aquele brilho manso no olhar, com aquela meiguice na voz, sem pedir coisa alguma, meio como um Pequeno Príncipe caído de um asteróide. A princípio você nada percebeu de diferente. O susto veio quando você se lembrou das palavras da raposa, explicando ao Pequeno Príncipe o que era ficar cativo: É assim. A princípio você senta lá e eu aqui. Depois a gente vai ficando cada vez mais perto. Os passos de todos os homens me fazem entrar dentro da minha toca. Mas os seus passos me fazem sair…”

E quando estiveres consolado (a gente sempre se consola), tu ficarás contente por teres me conhecido. Tu serás sempre meu amigo. Terás vontade de rir comigo. E às vezes abrirás tua janela apenas pelo simples prazer... E teus amigos ficarão espantados de ver-te rir olhando o céu. Tu explicarás então: “Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós

– O que quer dizer cativar ? – É uma coisa muito esquecida … Significa criar laços .

Sou um pouco de todos que conheci, um pouco dos lugares que fui, um pouco das saudades que deixei e sou muito das coisas que gostei (…)

Escrevo deitado e as linhas ficam tortas, como se eu tivesse bebido. Só bebi um pouco de tristeza.

É preciso que eu suporte duas ou três lagartas se quiser conhecer as borboletas

Se o escultor despreza a argila, terá de modelar o vento. Se o teu amor despreza os sinais do amor a pretexto de atingir a essência, o teu amor não passa de palavreado

Fiquei a meditar muito tempo na muralha. É em ti que a verdadeira muralha existe.

Cai no ridículo a semente que se queixa de que a terra através dela se torna salada em vez de cedro, se ela é apenas semente de salada.

A autoridade se baseia na razão.

Você não se sente sozinha aqui no deserto? No meio da multidão também nos sentimos sozinhos.

Caminhando só pra frente a gente não vai muito longe

_Tu julgarás a ti mesmo - respondeu-lhe o rei. - É o mais difícil. É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros. Se consegue fazer um bom julgamento de ti, és um verdadeiro sábio. É preciso exigir de cada um o que cada um pode dar.

E foi então que apareceu a raposa: - Bom dia, disse a raposa. - Bom dia, respondeu polidamente o principezinho que se voltou mas não viu nada. - Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira... - Quem és tu? - perguntou o principezinho. Tu és bem bonita. - Sou uma raposa - disse a raposa. - Vem brincar comigo - propôs o príncipe.Estou tão triste... - Eu não posso brincar contigo - disse a raposa. Não me cativaram ainda. - Ah! Desculpa - disse o principezinho. Após uma reflexão, acrescentou: - O que quer dizer cativar ? - Tu não és daqui - disse a raposa. Que procuras? - Procuro amigos - disse. Que quer dizer cativar? - É uma coisa muito esquecida - disse a raposa. Significa criar laços... - Criar laços? - Exatamente - disse a raposa.Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo... Mas a raposa voltou a sua idéia: -Minha vida é monótona. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei o barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora como música. E depois, olha! Vês, lá longe, o campo de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelo cor de ouro. E então serás maravilhoso quando me tiverdes cativado. O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento do trigo... A raposa então calou-se e considerou muito tempo o príncipe: - Por favor, cativa-me! disse ela. - Bem quisera disse o príncipe, mas eu não tenho tempo. Tenho amigos a descobrir e mundos a conhecer. - A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não tem tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres uma amiga, cativa-me! - Os homens esqueceram a verdade, disse a raposa. Mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas...

É loucura odiar TODAS as ROSAS porque UMA te espetou. Entregar TODOS os teus SONHOS porque UM deles não se realizou, perder a FÉ em TODAS as ORAÇÕES porque em UMA não foi atendido, desistir de TODOS os ESFORÇOS porque UM deles fracassou. É loucura condenar TODAS as AMIZADES porque UMA te traiu, descrer de TODO AMOR porque UM deles te foi infiel. É loucura jogar fora TODAS as CHANCES de SER FELIZ porque UMA tentativa não deu certo. Espero que na tua CAMINHADA não cometas estas loucuras. Lembrando que sempre HÁ UMA OUTRA CHANCE, UMA OUTRA AMIZADE, UM OUTRO AMOR, UMA NOVA FORÇA. PARA TODO FIM UM RECOMEÇO

Mostrei minha obra prima às pessoas grandes e perguntei se o meu desenho lhes dava medo. Responderam-me Por que um chapéu daria medo? Meu desenho não representava um chapéu. Representava uma jibóia digerindo um elefante. Desenhei então o interior da jibóia, a fim de que as pessoas grandes pudessem entender melhor. Elas têm sempre necessidade de explicações detalhadas.