Alice Ruiz é uma poeta e compositora brasileira, nascida em Curitiba. Já publicou 15 livros e escreveu mais de 50 músicas.

Alice Ruiz é uma poeta e compositora brasileira, nascida em Curitiba. Já publicou 15 livros e escreveu mais de 50 músicas.

Frases e Pensamentos

80 frases no total. Página 3/3, de 61-80

    "lesma no vidro
    procura uma sombra
    que seja ela mesma"

        Alice Ruiz

    "Correndo risco
    a linha do corpo
    ganha seu rosto"

        Alice Ruiz

    "fim do dia
    porta aberta
    o sapo espia"

        Alice Ruiz

    "silêncio de folhas
    bananeira secando
    à beira da estrada"

        Alice Ruiz

    "minha casa
    o sapo já sabe
    entrar e sair"

        Alice Ruiz

    "o menino me ensina
    como um velho sábio
    o quanto sou menina"

        Alice Ruiz

    "lua quase cheia
    por trás das nuvens
    nos olhos do cão"

        Alice Ruiz

    "varal vazio
    um só fio
    lua ao meio"

        Alice Ruiz

    "sombra da luz
    na lua e na rua
    alvo do lago"

        Alice Ruiz

    "fim de tarde
    depois do trovão
    o silêncio é maior"

        Alice Ruiz

    "primeiro vagalume
    assim começa
    o fim do ano"

        Alice Ruiz

    "nuvem de mosquitos
    o ar se move
    vento nenhum"

        Alice Ruiz

    "Que viagem
    assim que você chega
    a abóbora vira carruagem"

        Alice Ruiz

    "mosquito morto
    sobre poemas
    asas e penas"

        Alice Ruiz

    "Chuva no lago
    cada gota
    um lago novo"

        Alice Ruiz

    "quem ri quando goza
    é poesia
    até quando é prosa"

        Alice Ruiz

    "amigo grilo
    sua vida foi curta
    minha noite vai ser longa"

        Alice Ruiz

    "janela que se abre
    o gato não sabe
    se vai ou voa"

        Alice Ruiz

    "Era rio
    agora na avenida
    rio da vida"

        Alice Ruiz

    "Ribeirão Preto
    onde se ouve
    cheiro de vagalumes"

        Alice Ruiz

Biografia


Alice Ruiz nasceu em Curitiba(PR), em 1946. O contato com a literatura aconteceu logo cedo: aos 9 anos Alice já escrevia contos e, aos 16, versos. Dez anos depois publicou alguns poemas em jornais e revistas culturais e, aos 34, publicou seu primeiro livro.

Conheceu o poeta Paulo Leminski, com quem se casou, em 1968. Foi Leminski que mostrou que Alice escrevia haikais, abrindo-lhe espaço para pesquisar sobre a forma poética japonesa, que a autora estudou e, inclusive, traduziu livros de autores japoneses.

Do casamento também surgiu uma outra parceria. Alice e Leminski integraram o grupo musical “A chave”. Foi nesse período que Alice escreveu sua primeira letra de música, em parceria com o marido.

Hoje em dia, Alice tem mais de 50 músicas gravadas por parceiros e intérpretes, tendo lançado seu primeiro CD, “Paralelas”, em 2005. Além disso, a autora já publicou 15 livros, entre poesia, traduções e até história infantil.

Com Leminski, Alice teve três filhos: Miguel Ângelo Leminski, Áurea Alice Leminski e Estrela Ruiz Leminski. Estrela segue os passos dos pais e já publicou um livro, “Cupido: Cuspido e Escarrado”.

Os escritos de Alice lhe renderam vários prêmios, como o Jabuti de Poesia, de 1989, pelo livro “Vice Versos”.

Sempre produzindo, a autora participou dos projetos: Arte Postal, pela Arte Pau Brasil; Poesia em Out-Door, Arte na Rua II; Poesia em Out-Door, 100 anos da Av. Paulista; XVII Bienal, arte em Vídeo Texto.

Ainda envolvida com haikai, integrou o júri de 8 encontros nacionais de haikai, em São Paulo.

"As coisas muito claras me noturnam."

    Manoel de Barros

"Onde não puderes amar, não te demores..."

    Augusto Branco

"Eu não desisti...apenas não insisto mais."

    Cazuza

"Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho."

    Carlos Drummond de Andrade

"Soltar os demônios pode ser muito educativo em certas ocasiões."

    Deepak Chopra

"Os mentirosos estão sempre prontos a jurar."

    Vittorio Alfieri

"O sexo é o alívio da tensão. O amor é a causa"

    Woody Allen

"Todo o homem é culpado do bem que não fez."

    Voltaire

"Vento

Pastor das nuvens."

    Mario Quintana

"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."

    Fiódor Dostoiévski