"Tudo neles era recíproco - e o medo de se ferirem cresceu junto para explodir num silêncio súbito."

    Caio Fernando de Abreu

"É tão mais fácil negar o que não se compreende(...)"

    Honoré de Balzac

"O fardo é proporcional às forças, como a recompensa será proporcional à resignação e à coragem."

    Allan Kardec

"Ficamos abraçados por horas. Meu coração não disparou e nem o dele. E só por isso o abraço durou tanto."

    Tati Bernardi

"De nada serve ao homem queixar-se dos tempos em que vive. A única coisa boa que pode fazer é tentar melhorá-los."

    Thomas Carlyle

"...Pois já forjou o seu sorriso E fez do mesmo profissão..."

    Chico Buarque

"O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente."

    Mahatma Gandhi

"Beleza, quem te compreende? - Quem te sabe amar, e mais ninguém!"

    Johan Kellgren

"A reputação de um médico se faz pelo número de pessoas famosas que morrem sob seus cuidados."

    George Bernard Shaw

"A maior ambição da mulher é despertar o amor."

    Jean Molière

"Meu egoísmo é tão egoísta que o auge do meu egoísmo é querer ajudar"

    Raul Seixas

"Os judeus admiram mais o espírito do que o corpo. A escolher entre os dois, eu também colocaria em primeiro lugar a inteligência."

    Sigmund Freud

"Enquanto todos praguejavam contra o frio, e fiz a cama na varanda!"

    Raul Seixas

"Sonha grandes coisas e isso te permitirá fazer ao menos as mais próximas."

    Jules Renard

"Só é possível corrigir os homens fazendo-os ver-se tais como são."

    Pierre Beaumarchais

"A pressa passa e o que você fez com pressa fica."

    Tati Bernardi

"Sou só e tenho que viver uma certa glória íntima que na solidão pode se tornar dor."

    Clarice Lispector

"“Melhor queimar de uma vez, do que apagar aos poucos.”"

    Kurt Cobain

"A omissão de quem pode e não auxilia o povo, é comparável a um crime que se pratica contCra a comunidade inteira."

    Chico Xavier

"Quando o homem ama a mulher, fala muito com ela, e sobre ela; quando deixa de a amar, fala com ela sobre ele."

    Johann Goethe

"“Para que vieste / Na minha janela / Meter o nariz? / Se foi por um verso / Não sou mais poeta / Ando tão feliz.”"

    Vinícius de Moraes